CORUJÃO DA SAÚDE INICIA ATENDIMENTOS EM RIO PRETO E REGIÃO

A notícia está pendurada no portal do Governo de SP:

O Governador em exercício, Rodrigo Garcia, visitou a região de Rio Preto para acompanhar atendimentos do “Corujão da Saúde” em serviço privado, parceiro do programa, criado pelo Governo paulista com o objetivo de zerar a demanda reprimida por diagnósticos.

“Nós pretendemos até o final do ano de 2019 concluir esta primeira etapa do Corujão da Saúde no interior de São Paulo. Uma experiência muito bem-sucedida na capital, um compromisso de campanha que nós tínhamos e que agora chega ao interior com grande sucesso”, declarou Garcia.

Nesta fase inicial, a meta é realizar 49.360 procedimentos na região de Rio Preto, no total, sendo 36.330 ultrassons, 8.100 endoscopias e 4.930 mamografias.

Oito serviços privados foram credenciados para participar do “Corujão” com oferta de ultrassonografia, na região:  Medicina Nuclear Regional (TOGNI), Med Imagem Catanduva, Associação Lar São Francisco – Divino Amor de Mirassol, Hospital de Base – FUNFARME, Hospital Padre Albino, SANTA CASA DE JALES, Santa Casa de Novo Horizonte e Santa Casa de José Bonifácio.

As unidades foram selecionadas e habilitadas mediante convocação pública e os atendimentos ocorrem a partir desta segunda-feira, 13 de maio. Os pacientes são comunicados sobre data e horário dos exames pela equipe da Cross (Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde).

Paralelamente, houve aumento da oferta de atendimentos em serviços estaduais. Na região, participam os AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) de Catanduva, JALES, Santa Fé do Sul, São José do Rio Preto e Votuporanga. Nessas unidades, o programa teve início em 15 de abril e até o momento já foram ofertados 8.376 exames.

3 comentários

  • Será que esse programa vai resolver a demanda de especialistas na rede pública? Em Jales pra pra passar por um neurologista por exemplo a fila é enorme fui tentar agendar disseram que demoraria mais de ano, se não for pra resolver isso é só mais cabide de emprego e dinheiro da saúde gasto atoa,

  • Se não tem médico pra atender nem durante o dia ,vai ter pra noite, pq não aplicar esse dinheiro na contratação de especialistas nos Ames? Lá sim a fila é enorme esperando consultas e cirurgias, MTA gente já morreu nessa fila , eu conheci uns três, se no interior tá assim imagine nos gdes centros . Se nem durante o dia os médicos mtas vezes nem olham na cara do paciente, imaginem a noite, os postinhos , os upas, os Ames , são cabides de emprego, tem mais seguranças e funcionários do que médicos, a saúde pública virou política e os atendimentos viraram casos de polícia, agente de saúde vão visitar as famílias pra falar sobre agendamento de consultas e exames que só vão sair sabe Deus qdo, parem de enganar o povo , contratem médicos que as filas acabam. Parem de usar a carência e a ignorância do povo pra se elegerem. Que nojo

  • Já estão preparando os próximos cabides de emprego, vem aí as eleições. Pq não consertam o sistema que já está pronto e deixam a desejar? Por exemplo agilizar as consultas com especialistas, é a carência da população . E o prédio do UPA ja arrumaram ,o corujão vai atender em parceria com o UPA, e se o prédio cair? Onde vai parar o corujão, só pra constar.

Deixe uma resposta para Politicamente correto Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *