DECRETO QUE FACILITA POSSE DE ARMAS NÃO BENEFICIARÁ JALESENSES QUE MORAM NA ZONA URBANA

O decreto que vem sendo gestado pelo herói da Pátria, Sérgio Moro, a pedido do salvador da Pátria, Jair Bolsonaro, não deverá beneficiar os moradores da zona urbana de Jales e da maioria das cidades da região, caso se confirmem as versões que vem sendo ventiladas pela imprensa.

Anteontem, o Sistema Bolsonaro de Televisão (SBT) noticiou que teve acesso ao rascunho do decreto. E hoje foi a vez de O Globo publicar reportagem sobre o tal decreto. Segundo ambas as notícias, somente os moradores das cidades com taxas de homicídios superiores a 10 para cada 100 mil habitantes terão facilidades para obter a posse de armas.

Nas contas do jornal O Globo, a regra vai facilitar a posse de armas em 3.179 dos 5.570 municípios brasileiros. Jales não estará entre os municípios beneficiados, uma vez que, por aqui, a taxa de homicídios está bem abaixo de 10 para cada 100 mil habitantes. No ano passado, nossa cidade, que possui quase 50 mil habitantes, teve dois homicídios, o que significa uma taxa de 04 para cada 100 mil. A última vez que a taxa de homicídios quase alcançou 10 para cada 100 mil em Jales, foi em 2009, quando tivemos cinco homicídios.

Por sinal, na quarta-feira, 09, algumas comentaristas da Globonews diziam que no estado de São Paulo – onde Bolsonaro obteve estrondosa vitória – a maioria das cidades, incluindo a capital, onde a taxa de homicídio é de 8,5 para cada 100 mil (segundo as comentaristas), ficariam fora das facilidades criadas por Bolsonaro. As moças da Globonews disseram, ainda, que o decreto só leva em consideração os homicídios por armas de fogo, o que pode excluir outras cidades, uma vez que, segundo elas, apenas 75% dos homicídios são cometidos com arma de fogo.

O decreto estabelece, ainda, que os menores de 25 anos e os que possuem antecedentes criminais ficam impossibilitados de possuir armas. E prevê, também, que nas residências onde morem crianças e deficientes mentais, as armas terão que ficar guardadas em cofres. Ou seja, além das ações da Taurus, também as ações das fabricantes de cofres poderão experimentar forte valorização.

15 comentários

  • Alienado políticamente

    Neste momento (20:54hs), o blog apresenta 10 assuntos, sendo que 08 (80%) são para tecer comentários sobre o novo presidente, sempre para o lado negativo claro, já que o PROPRIETÁRIO do blog é declaradamente esquerdista, mas que fez a sua vida profissional, e por sua competência em instituição federal que foram comandadas por presidentes de outras alas políticas, talvez até pela época da ditadura, aí eu me pergunto, como uma pessoa deste nível intectual quer falar em democracia, já que o mesmo não a exerce, porque o mesmo não publica também as coisas positivas, talvez até da região, mas como é um alienado, isso não acontece.

  • Antunes

    Engole o choro Cardosinho.
    Vamos torcer por um país melhor, a quadrilha que você sempre fez parte teve chance e mostrou ser o pior é mais ladrao.

  • Armando fuzil

    Orra Cardozinho o Alienado Politicamente simplesmente falou a real serve para você principalmente refletir e pelo menos no blog ser imparcial e positivo
    OBS; você é um cara inteligente

  • Mais uma da Gleisi

    MBL cita Lei de Segurança Nacional para representar criminalmente Gleisi Hoffmann.
    Ação foi baseada na viagem da presidente do PT a Venezuela para a posse de Nicolás Maduro.
    O MBL representou criminalmente na Procuradoria da República a presidente do PT, Gleisi Hoffmann.
    A alegação é que ela teria infringido o Artigo 8 da Lei de Segurança Nacional, que afirma que é crime ” entrar em entendimento ou negociação com governo ou grupo estrangeiro, ou seus agentes, para provocar guerra ou atos de hostilidade contra o Brasil “.
    ” A postura da Gleisi como presidente do PT e seu alinhamento com o Nicolás Maduro, bem como as críticas ao Grupo de Lima, ao qual o Brasil é signatário, acentuaram a hostilidade do ditador venezuelano ao governo brasileiro”, diz Rubinho Nunes, advogado e coordenador do MBL.
    Mônica Bergamo.
    Jornalista e colunista.

  • Sempre contra

    Considero cardosinho como fanatico mas alienado, nunca!
    No entanto fica a critério ler o seu blog ou não.?
    Ele certamente exagera quando chama bolsonaro de herói da Pátria e moro de Salvador da Pátria
    gozação ou ironia?
    talvez por quê os dois prometem colocar mais petistas na cadeia. Lula tem medo disso.
    O PT é contra a liberação de armas que está sendo proposta por bolsonaro
    Aliás tudo que bolsonaro promete
    O PT é contra! Até a posse de Bolsonaro. Kkkkk
    Mas a posse do bandido Maduro na Venezuela. O PT foi!
    Dá para entender!!!!!!!

  • Moro Alista

    Parabéns, Cardoso. Sempre lúcido,coerente e claro nos seus comentários. Os seguidores do Bosonazzi já estão caindo na real. Os moderados já estão acordando e vendo que votaram num despreparado que pouco conhece a realidade brasileira. A pouca efetividade desta proposta do ex-juuz que virou ministro com problema de visão, é uma prova disso.
    Não vai levar tempo pra os outros seguidores mais radicais perceberem o mesmo. É que eles ainda estão relutando em dar razão aos críticos. Coisa de gente orgulhosa. Mas isso passa.

    • Amante do presidiário

      Os 40 advogados da ex-amante de Lula

      A IstoÉ entrevistou a irmã de Rosemary Noronha, EX-AMANTE de Lula.

      *** A senhora não sabe onde encontrar sua irmã, a Rosemary Noronha ?.

      Mas ela não foi presa ? Olha, não sei como ela ainda não foi presa. Ela cometeu vários crimes, corrupção, tráfico de influência, organização criminosa. Acho que está demorando para ela ser presa, né ?.

      *** A senhora não tem mais contato com ela ?.

      A Rose sumiu, principalmente depois da Operação Porto Seguro, quando ela terminou o caso com o Lula.

      *** Depois do escândalo da Operação Porto Seguro, Lula não quis mais saber de Rosemary ?.

      Eles continuaram se falando por meio do Okamoto. A pedido de Lula, Paulo Okamoto ajudou Rose a encontrar mais de 40 advogados. Agora que Lula foi preso, isso acabou. Ela alega que está sem dinheiro.

      P.S = Esses PEQUENOS detalhes só se descobre com astúcia, procurando as informações como faz o blogueiro.

    • Querendo, se aprende.......

      Irmão, a pessoa despreparada como você cita pode aprender, agora o corrupto fica difícil mudar, porque no seu intelecto só registra…….
      QUERO MAIS, e mais, e mais…….
      Temos um exemplo CLARO na prefeitura de nosso município.

  • Abraham Lincoln

    Opa… o resultado do referendo de 2005 começou a ser respeitado agora, em 2019. E sua fonte estava mal informada, os Jalesenses, bem como a população dos outros 5.570 municípios tupiniquins, poderão, respeitados os ditames legais, adquirirem tranquilamente suas 4 armas.

    • As minhas fontes foram o Sistema Bolsonaro de Televisão(SBT) e O Globo. E é lamentável que um sujeito que gosta de transparecer alguma erudição esteja comemorando uma babaquice dessas.

      • Abraham Lincoln

        A liberdade, Cardoso; é a liberdade que engrandece o ato. Provavelmente não terei armas, mas simplesmente porque não quero. O fato de saber que as posso ter, quando quiser, satisfaz a ânsia por liberdade. O Estado não interfere na minha vontade, como deve ser. Quatro armas? Isso já é materialização dos extremos do nosso Redneck. (o “tranquilamente suas quatro armas” faz parte da cáustica anti esquerda). Veja a essência do ato, a liberdade. Isso não é babaquice.

        • Todo brasileiro sempre teve a liberdade de ter uma arma em casa, desde que atendesse alguns requisitos.

          • Abraham Lincoln

            Não era bem assim, você sabe disso. Os tais requisitos atendiam à discricionariedade do governo. Agora a “efetiva necessidade” está regulamentada, é um critério objetivo. Eu, por exemplo, cumpro todos eles e um delegado federal não mais poderá fazer juízo de valor acerca da minha necessidade. Eu quero, eu tenho. Os custos é que, infelizmente, por si só, ainda continuarão restringindo o acesso às armas.

          • É verdade! A discricionariedade do governo e os critérios subjetivos da Polícia Federal estavam dificultando a aquisição de armas. Tanto é que o número de registros de armas cresceu “apenas” de 3.900 para 33.000 nos últimos dez anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *