DEPUTADO ACUSA “VENDA” DE EMENDAS

Não posso dizer muita coisa, pois teria que provar, mas o que o deputado está dizendo não é novidade e, com certeza, não acontece apenas na Assembléia Legislativa de São Paulo. Não são todos os parlamentares que fazem isso, é claro. É uma minoria, mas todos eles – os que fazem e os que não fazem – vão negar esse tipo de negociata. Agora, dizer que nunca ouviu falar, aí também já é muita hipocrisia. Vamos à notícia do Diárioweb:

A Procuradoria Geral de Justiça do Estado vai abrir inquérito para apurar as declarações do deputado estadual Roque Barbieri (PTB), indicando um esquema de “venda” de emendas parlamentares na Assembleia Legislativa. O petebista afirmou que até “30%” dos 94 deputados estaduais negociam a liberação de emendas do orçamento e fazem lobby de construtoras junto a administrações municipais.

Cada deputado estadual faz indicações para a transferência de R$ 2 milhões em emendas. As indicações socorrem instituições filantrópicas e são usadas por prefeituras para a execução de obras. Em trechos de uma entrevista publicada no jornal “Folha da Região”, de Araçatuba, Barbieri afirmou que na Assembleia “tem um belo grupo que vive e sobrevive e enriquece fazendo isso (vendendo emendas).” Indagado se já havia participado desse tipo de negociação, o deputado do PTB respondeu: “Nunca”.

Barbieri não quis citar os nomes de deputados que participam do esquema. “Não vou ser dedo-duro”, declarou na entrevista. Em seguida ele reafirmou a existência da irregularidade. “Mas existe, existe do meu lado, existe vizinho, vejo acontecer”, disse ainda o deputado estadual petebista, que classificou o esquema como “maracutaia.”

O vereador Ermenegildo Nava (PSC), de Araçatuba, encaminhou os trechos da entrevista ao procurador-geral de Justiça, Fernando Grella Vieira, pedindo que fosse aberto inquérito para apurar as declarações de Barbieri. O caso será conduzido pelo promotor Caros Cardoso.

A notícia completa do Diarioweb, inclusive com depoimentos de deputados da nossa região, pode ser lida aqui

2 comentários

  • Carioca

    Na verdade a notícia original não é da Folha da Região e sim do Estadão.Mas é uma confirmação do que muitos já desconfiavam.

  • ALESP

    Caro blogueiro, através desta mensagem informamos que a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo pronunciou-se oficialmente ontem sobre este assunto através de uma nota oficial e de um vídeo, que podem ser acessados AQUI (http://bit.ly/notaALESP) e AQUI (http://bit.ly/videoALESP), respectivamente. Além de ouvir o deputado Roque Barbiere, a ALESP instaurará um inquérito em seu conselho de ética e decoro para averiguar essa denúncia de forma imediata e severa. A ALESP é a principal interessada em esclarecer este caso, pois sempre primou pelo respeito ao povo e às leis, prova disso é que acontece hoje a primeira reunião do conselho de ética da Assembléia para discutir o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *