EDUCADORES LAMENTAM ESCOLHA DE TIRIRICA PARA COMISSÃO NA CÂMARA

Esse é mesmo o país da piada pronta, como já diz o Macaco Simão. A notícia abaixo foi extraída do Estadão on Line, de ontem: 

Depois de submetido a um teste para provar à Justiça Eleitoral que não era analfabeto, o deputado, cantor, compositor e humorista Francisco Everardo Oliveira Silva – o Tiririca – foi indicado, nessa sexta-feira, titular da Comissão de Educação e Cultura da Câmara.

A escolha foi anunciada pelo líder do PR, Lincoln Portela (MG), e atende a um pedido pessoal do deputado. Um ofício confirmando a indicação – antecipada pelo estadão.com.br – será protocolado pelo PR na terça-feira. Segundo a assessoria de Tiririca, ele queria muito fazer parte da comissão porque pretende atuar, como deputado, na área artística. É até filiado, em São Paulo, ao sindicato da categoria.

A notícia espalhou surpresa e desconsolo entre educadores.”É um retrato da sociedade que temos”, reagiu o professor Mozart Neves Ramos, da ONG Todos pela Educação. “Acho lamentável”, acrescenta a titular de Pedagogia da Faculdade de Educação da Unicamp, Maria Márcia Malavasi. “Não por ele, mas porque há tantas outras pessoas com carreira, seriedade e currículo para essa missão.”

Marcia Malavasi esclareceu que não tem nada pessoal contra o deputado. “Não se trata de desmerecer as qualidades que ele possa ter. Mas é evidente que há uma inadequação entre o que ele representa e o tamanho dos desafios da educação brasileira.”

Depois dessa, só me resta ir lá prá Regional FM, onde apresento o Brasil & Cia. Mais tarde posto outras novidades.

3 comentários

  • Não concordo com as críticas ao Deputado. Tá cheio de especialista e corporativistas lá. Ele, como poucos no Congresso, sabe o quanto faz falta a educação formal. Foi muito bem eleito e quer atuar na comissão… vamos esperar para ver. As críticas me cheiram a corporativismos e preconceito.

  • Chico Espora

    Concordo com o Murilo…. Por vezes os mais letrados são os que mais fazem “cagadas”… por vezes os letrados,sabedores intitulados mestres estão no nivel tão alto que não conseguerm enxergar a realidade.
    O Lula era analfabeto, segundo os criticos (todos estudados), não falava inglês e coisa e tal.
    Mas o seu “pouco conhecimento” foi suficiente para conduzir o Brasil do jeito brasileiro de ser, não falava lingua estrangeira mas falava o “paulistês, o carioquês, o nordestinês, o gauchês, o baianês”, dentre outras lingus deste país tupiquim e foi graça a esta versatilidade brasleira, aquirida na pobreza, nos desafios que a vida o impôs que ele foi o melhor presidente da república que tivemos.
    Quem sabe o Tiririca não consegue do seu jeito apontar a verdadeira falha que existe na educção, derrepente ele contando a sua “estória” as sua dificuldades em sobreviver e conseguir se destacar sem muito estudo não revela aos letrados os verdadiero caminhos a seguir para que o Brasil tenha uma sistema educacional melhor.
    E tenho dito!!!

  • Jaime Oliveira

    Nao é pra rir nao….
    Pior nao é o tiririca na comissao de educacao e cultura não, já que tem deputado tambem na comissao de ética

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *