EX-DEPUTADO ROMEU TUMA JÚNIOR AFIRMA QUE FAUSTO PINATO AGREDIU A PRÓPRIA MÃE

Esse é o problema de alcançar alguma notoriedade na política. Os adversários passam a vasculhar a vida do cidadão e a divulgar notícias que não têm nada a ver com a política. Vejam a notícia que o Jornal do Brasil divulgou nesta terça-feira, devidamente ilustrada com cópia do BO:

O ex-deputado Romeu Tuma Júnior divulgou, nesta terça-feira (24), em sua conta no Twitter um boletim de ocorrência no qual consta registro de agressão física e verbal do deputado Fausto Pinato (PRB-SP) contra a própria mãe, Antonia Ruy Cogo. Pinato é o relator do processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no Conselho de Ética da Câmara por quebra de decoro parlamentar.

Segundo o documento, a agressão ocorreu no dia 8 de setembro de 2012, durante uma conversa entre Antonia e os filhos Fausto e Gustavo sobre a candidatura desse último à Câmara Municipal de São Paulo. O boletim relata um “entrevero” cujo desdobramento foi a agressão física de Gustavo por Fausto. Ao tentar conter a briga, Antonia foi xingada e agredida.

Segundo a vítima, Fausto teria ficado nervoso porque Gustavo estava com labirintite e, por isso, impossibilitado de fazer campanha nas ruas. Antonia esclarece, ainda, que o deputado só desistiu de agredi-la quando esta ameaçou chamar a polícia. Antonia afirma que pegou o telefone e simulou uma chamada, o que fez com que Fausto deixasse o local.

A vítima afirma, no boletim, que sofre agressões de Fausto há cerca de dez anos, mas nunca registrou ocorrência na polícia por vergonha. Segundo Antonia, as ameaças de morte do filho fizeram com que ela temesse pela própria vida e notificasse a polícia. Ela afirma que está temerosa pelo fato de saber que o filho tem caráter violento.

9 comentários

  • 5 minutos de fama

    O ex deputado esta’ querendo puxar o saco do presidente da camara, Cunha –por tabela, tambem da Dilma — atacando o deputado Pinato que e’ o relator do processo de cassaçao deste ladrao.
    O relator deu o prosseguimento as denuncias contra Cunha que fez um acordo com o Lula/PT para o arquivo deste processo e do impeachment da Dilma.
    Esse acordo e’ mais uma palhaçada da politica assim como esse B. O. de uma fato de quase 3 anos
    Esse ex deputado e’ filho de Romeu Tuma que foi chefe da policia federal quando esta policia nao fazia nada e e nem prendia ninguem

  • CADETE

    Será que o ex-deputado Romeu Tuma Junior, tem moral, para delatar, algum politico , seja ele que for e justamente o Deputado Fausto Pinato, o Relator do Caso de Eduardo Cunha. Isso sempre foi e é a maneira da direita fascista fazer politica, ou seja tentar denegri a imagem da vida privada social do cidadão e defender um corrupto que , comprovadamente tem mais de 5 milhões de dólares na Suíça.
    Vejamos que foi o Pai de Tuma Junior.- Romeu Tuma<<<<foi diretor geral do Departamento de Ordem Politica e Social ( DOPS ) paulista de 1977 a 1982 ( época do Militarismo ),. De acordo com o Livro, do qual tive a oportunidade de ler ( Habes Corpus ), lançado em 2011 pela Secretária dos Direitos Humanos da Presidência da República, Tuma, foi participou ativamente na ocultação de cadáveres de militantes políticos assassinados sob tortura e no falseamento de informação dos corpos desaparecidos de informações que poderiam levar a localização dos corpos desaparecidos políticos. Em 1982, tornou-se superintendente da Policia no Estado e em 1985 torna-se diretor geral do orgão ( tudo isso na época do militarismo.
    E Seu filho Tuma Junior ocupou o cargo de Secretário Nacional de Justiça (2007-2010) durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e presidindo, à época, o Conselho Nacional de Combate à Pirataria. Filho do falecido político Romeu Tuma, Tuma Júnior aposentou-se do cargo de Delegado Classe Especial (topo da carreira) em 2013, com 35 anos de serviço.
    Formado em Direito, foi deputado estadual entre os anos de 2003 e 2007. Ocupou o cargo de corregedor parlamentar e foi presidente das comissões de Segurança Pública e de Defesa dos Direitos do Consumidor na Assembléia Legislativa paulista.
    Diálogos interceptados pela Polícia Federal indicavam uma suposta articulação do Secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior, para burlar um concurso público. Irritado com a reprovação do namorado da filha para escrivão da Polícia Civil do Estado de São Paulo, fazia lobby em favor do "futuro genro", com o policial Paulo Guilherme ‘Guga’ Mello, seu braço direito no Ministério da Justiça.
    Investigações da PF indicavam que o gabinete de Tuma Júnior supostamente funcionava como "central de favores" para parentes, amigos e aliados do próprio Secretário Nacional de Justiça e também de seus assessores mais próximos. Segundo matéria do Estadão, "diálogos e documentos colhidos ao longo da investigação mostram que Tuma Júnior e assessores usaram a secretaria para, por exemplo, agilizar processos de naturalização de estrangeiros ilegais e obter na PF a emissão a jato de passaportes para atender pedidos que chegavam diariamente por telefone". Inquérito policial também apontou provável lobby do próprio Tuma Júnior para a aprovação de um pedido de indenização em favor do pai de um dos seus assessores.
    Outras gravações revelam que Romeu Tuma Júnior, então presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria do governo Lula, mantinha contatos com Li Kwok Kwen, o chinês apontado como controlador do contrabando de produtos piratas na região da Rua 25 de Março, na capital paulista, acusado em inquérito de chefiar a máfia chinesa no Estado. Li foi preso com mais 13 pessoas, sob acusação de comandar quadrilha especializada no contrabando de telefones celulares falsificados. Tuma Júnior demonstra ter negócios com Li já que dividiu um quarto de hotel e comprou vídeo jogos do mesmo.
    É logico que depois, tudo foi negado, como acontece sempre na politica brasileira.

  • De olho neles!

    Parabéns pelo relato Cadete!

  • Anônimo

    QUE VERGONHA FAUSTO PINATO! BATER NA PRÓPRIA MÃE, E POR ANOS. AMEAÇAR A COITADA DE MORTE. VOCÊ É ASSIM MESMO FAUSTO? AINDA BEM QUE VAMOS CONHECENDO AS PESSOAS. ACHEI QUE SERIA NOSSO REPRESENTANTE MAS VEJO QUE NÃO VALE O VOTO QUE EU ESTAVA PENSANDO EM TE DAR.

    BATER NA MÃE NÃO DÁ NÉ

  • Anônimo

    O suplente do Fausto Pinato pode ir lavando o paletó… A corda vai arrebentar e, pelo jeito, do lado mais fraco.

  • Cidadão

    Bateu na mãe e vai apanhar do Cunha….kkkkk. Infelizmente caiu em uma gelada, podemos ir escolhendo outro deputado para as próximas eleições.

  • Pirata

    O pai deste parlamentar que criou a cobra dentro do gabinete o sindicalista dava café viu que virou a história.

  • anonimo

    Nossa, esse não é o deputado que tem como assessor o Pedrinho do Camarote que é filho do dr. Pedro GoGó?

    Que deputado ele arrumou para ser assessor, hein?

    Se o cara bate na mãe imaginam se não bate em assessor. Se cuida em Pedrinho do Camarote.

    Ai bem que vc tem o dr. Pedro GoGó para te ajudar.

  • Anônimo

    Não sei o que choca mais, um deputado que agride a própria mãe ou alguém dizer que esse fato não tem nada a ver com a política. Se esse tipo de homem público representa alguém, eu não consigo nem imaginar que tipo seria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *