JUIZ CONDENA PREFEITO TUCANO ACUSADO DE BEIJAR MULHERES À FORÇA

Eu só não entendi uma coisa: o Lindo é prefeito de Pirassunga(SP) e as informações vieram do TJ de Santa Catarina? Deu na coluna do Fausto Macedo, no Estadão:

Em ação civil pública, o juiz Rafael Pinheiro Guarisco, da 2ª Vara de Pirassununga, condenou o atual prefeito Ademir Alves Lindo, por improbidade administrativa após ele ser acusado de assediar e beijar quatro mulheres à força.

O político foi sentenciado à suspensão dos direitos políticos por cinco anos e ao pagamento de multa civil de 100 vezes o valor de sua remuneração percebida à época dos fatos.

As informações foram divulgadas pelo site do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Consta dos autos que o prefeito supostamente se insinuou sexualmente em diversas oportunidades a mulheres que o procuravam para pedir ajuda por problemas de saúde ou em busca de colocação profissional.

Para o magistrado, é inadmissível querer reduzir os fatos ocorridos no gabinete apenas às esferas criminal ou cível. “No caso de abuso sexual praticado no interior de estabelecimento público pelo servidor de hierarquia máxima na organização do Município, a vítima não é, de forma alguma, apenas aquela que foi molestada. O próprio Estado é degradado com acontecimento tão aviltante à dignidade humana e aos valores morais e éticos da sociedade”, afirmou. “Disso resulta que qualquer atividade atentatória a esse bem por parte de agentes públicos tem a potencialidade de ser considerada como improbidade administrativa”.

Nos autos, o prefeito negou que tenha praticado qualquer ato de natureza lasciva ou sexual e sustentou ter sido vítima de acusações falsas para denegrir sua imagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *