POLICIAIS ARREPENDIDOS COMEÇAM A CHAMAR BOLSONARO DE TRAIDOR

A notícia é do Correio Braziliense:

Com uma manifestação preparada para o próximo dia 21, em todo o país, agentes de segurança começam a demonstrar arrependimento pelo voto que depositaram na urna nas eleições de 2018, como ficou claro nas falas de participantes de encontro, nesta segunda-feira (13/5), na União dos Policiais do Brasil (UPB), frente que representa 28 entidades do setor.

O voto em massa contra o projeto petista, diz um dos presentes, que não quis se identificar, ocorreu porque “havia confiança de que tanto o presidente iria cumprir a promessa de privilegiar a segurança pública, quanto o ministro da Justiça, Sérgio Moro, defenderia essa causa”. Mas o governo, de acordo com o informante, que não quis se identificar, “traiu a classe, enganou a todos e finge que nada aconteceu”, indigna-se.

Eles, que acharam que seriam poupados na reforma da Previdência, agora correm atrás do prejuízo. Entre as reivindicações dos policiais estão: manutenção da atividade de risco, pensão integral por morte, regras de transição justas, idade mínima de aposentadoria diferenciada para homens e mulheres e integralidade e paridade dos vencimentos na aposentadoria, como foi acertado com as Forças Armadas.

De acordo com a fonte, após as últimas declarações pelas redes sociais do presidente Jair Bolsonaro, ficou claro que, por trás de propósitos não declarados tinha uma vaga de ministro no Supremo Tribunal Federal (STF). “Só queriam isso. Já estava combinado. Evidentemente, ninguém está se importando de verdade com o bem-estar da população e do servidor, infelizmente”, assinalou outro policial.

A União dos Policiais do Brasil (UPB) representa 28 das principais entidades do setor no país, incluindo delegados, peritos criminais, agentes, papiloscopistas, escrivães, guardas municipais e de trânsito e policiais federais, rodoviários federais e legislativos, agentes penitenciários e socioeducativos. Ao todo, são mais de 500 mil profissionais. A eles deverão se juntar aos policiais civis de todo o país, ou seja, mais 120 mil pessoas.

8 comentários

  • Vilmar ribes pestano junior

    Qual a parte que eles não haviam entendido do NOS AVISAMOS.
    Tá aí cortes e retrocesso para a população e privilégios para eles,políticos, judiciário é exército.

    • Rapizodia

      A sandice cega as pessoas. Igual a você, cansei de tentar trazer os que estavam a minha volta à razão. Alguns ainda estão inebriados. Agora é aguardar os acontecimentos e ver a possibilidade de corrigir. Algumas causas já estão perdidas infelizmente.

  • Policiais e o umbigo dos privilegios

    Sem duvida nenhuma, os policiais querem privilégios. Acreditavam que Bolsonaro daria privilégios a eles, por isso votaram nele. Deveriam ter votado ao melhor candidato para o Brasil. No entanto, olharam para o seu umbigo! kkkkk
    O presidente disse que iria cumprir a promessa de privilegiar a segurança pública e não aumentar os seus privilégios de : manutenção da atividade de risco, pensão integral por morte, regras de transição justas, idade mínima de aposentadoria diferenciada para homens e mulheres e integralidade e paridade dos vencimentos na aposentadoria.
    Se o governo faz essa reforma porque precisa economizar dinheiro. Como dar privilégios aos policiais?

  • sukodilaranja

    Não sou Policial. Mas pelo trabalho que fazem são apenas direitos. Não podem ser considerados privilegios. Quando o governo corta aquilo que ele acha que é privilégio, ele está cortando direitos desta classe trabalhadora que arrisca todos os dias suas vidas em prol da segurança das pessoas. E sobre a correção na tabela do Imposto de Renda. Até agora nada.

    • Policiais e o umbigo dos privilegios (2)

      Sukodilaranja
      Os sindicatos vão gastar mais de R$ 100 milhões em campanhas e greves contra a reforma. Até agora, já conseguiu o apoio dos policiais e alunos com seus professores universitários federais para a greve, depois do corte de verbas.
      Logicamente os sindicatos (com dinheiro) procuram e acham as classes prejudicadas pela reforma para reivindicar as propostas mais absurdas possíveis para fazerem greves.
      Coitados dos pedreiros, empregadas domesticas, lixeiros, faxineiros, etc. Vão reivindicar o que? Nem sindicatos tem!

      • sukodilaranja

        A classe dos Policiais é uma das classes, não é a única. Por outro lado, quanto está sendo gasto em Publicidade para enganar o Povo para apoiar tal reforma. Há vários estudos (OAB, RECEITA FEDERAL, etc…), que dizem que a Previdencia NÃO está quebrada. O que acontece é que gastam o dinheiro da Previdencia em outras pastas, situação em que apenas 3% do dinheiro da previdencia vao para os mais pobres. Ah!, só pra não esquecer, a tal reforma implica em acabar com a licença saúde do trabalhador, e o ministro da Economia já admitiu, pretende acabar com deduções sobre saúde e educação, bem como dedução para os dependentes, sem esquecer que a tabela não será reajustada. E pensar que Tiradentes morreu porque era contra pagar 7% de imposto. Daqui a pouco lavagem de dinheiro deixará de ser crime.

  • Ciro diz que Lula é 'enganador profissional' e 'defunto eleitoral"

    Senhores, agora é a hora e vez da entrevista de Ciro Gomes onde diz ter ficado “deprimido” ao assistir a entrevista que Lula concedeu da prisão aos jornais El País e Folha de S. Paulo pela falta de autocrítica. Ei-la então :
    “Eu conheço o Lula. Ele é um encantador de serpentes, um enganador profissional. Não tem um companheiro com quem ele não tenha sido desleal ao longo da vida inteira, ele cultiva isso.”
    “A petezada amalucada não percebe a incongruência. Se eu sou acusado falsamente e ameaçado de prisão arbitrária e política, eu iria a uma embaixada pedir asilo e denunciar. Se Lula se acha um preso político, é a única saída. Sugeri isso.”
    “No PT todo mundo sabe que do ponto de vista eleitoral o Lula é carta fora do baralho. Como manejar este defunto eleitoral é muito delicado para todos eles. Ele fez uma lei que determina que num País com quatro graus de jurisdição, no 2º grau de condenação, você perde os direitos políticos. Ele está inelegível até fazer 90 anos.”
    Significava que o mais tosco, simples e fácil de ser entendido como intérprete do antipetismo e decolava. Era o Bolsonaro. Nenhum de nós, políticos, achava que ele se aguentava porque era muito vazio. Ninguém botava fé. Ele foi adiante por conta da facada, que deu a ele uma razão para não ir aos debates.”
    “Era só olhar para as pesquisas. Para o bolsominion, o Bolsonaro pode andar pelado na rua e isso vai ser relativizado. Assim virou o fanático do PT. Só que eu já engoli merda em nome deles demais. Mais muita. Dilma 1 e Dilma 2, por exemplo. Se ninguém sabia, eu sabia que ela não tinha experiência de nada. E o Michel Temer eu denunciei que ele rouba há mais de 30 anos. O governo dela foi um desastre transcendental e o PT apaga.”

  • Hemorróidas da Jalinha

    Falando em trabalhadores, ciente que o Brasil é o 4º país em número de acidentes do trabalho e caminhando para ser o “CAMPEÃO”, onde morrem a cada pouco mais de 03:00 horas um trabalhador vítima de de acidente do trabalho o presidentinho quer reduzir as Normas de Segurança em 90%…

    Estes acidentes custam 4% do PIB, de toda riqueza que produzimos 4% vão para custear doenças ocupacionais e acidentes do trabalho…

    O INSS paga a pensão por morte e tem aqueles que são aposentados por invalidez e o gasto é caro para a Previdência…

    Agora os privilégios do executivo, legislativo e judiciário não é posto em reforma…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *