PSDB DO PARANÁ NÃO CONSEGUIU ELEGER UM ÚNICO DEPUTADO FEDERAL. O PT ELEGEU TRÊS

Apesar de o Paraná possuir uma das maiores concentrações de coxinhas por metro quadrado do Brasil, o PSDB paranaense – que, segundo algumas  versões, tem o pai do juiz Sérgio Moro como um de seus fundadores – não conseguiu eleger um único deputado federal nas eleições de domingo passado.

Entre os 30 novos deputados federais escolhidos pelos paranaenses para representar o estado, 04 pertencem ao PSD, incluindo o mais votado, Sargento Fahur, com 314 mil votos. O PSL, do “coiso”, vem a seguir, com 03 deputados eleitos.

O PT, que o Sérgio Moro e a República de Curitiba queriam ver exterminado, também conseguiu eleger três representantes, entre eles a presidente do partido, Gleisi Hoffman, e o filho do Zé Dirceu, o Zeca Dirceu. A bancada do PR paranaense na Câmara Federal é outra que terá três representantes.

Cinco partidos – DEM, MDB, PP, PSB e PRB – elegeram dois deputados federais, cada um. E outros sete partidos elegeram pelo menos um representante paranaense na Câmara Federal, incluindo o PROS, que elegeu um candidato chamado “Boca Aberta”.

Boquiabertos ficaram, certamente, os tucanos paranaenses, com o que saiu das urnas. Eles não conseguiram eleger um tucano nem mesmo para o Senado. Beto Richa, o ex-governador, concorreu ao Senado pelo PSDB e ficou em quarto lugar. 

1 comentário

  • Vem aí a "frente democrática" petista

    Depois do massacre de domingo, Haddad, Lula, Gleisi e os petistas querem costurar uma frente democrática para derrotar Jair Bolsonaro e puseram em campo o Jaques Wagner que era o candidato de Lula.
    As duas principais pontas dessa costura são Ciro Gomes e FHC. Ciro tem um capital eleitoral e já disse que “ele não”. Mas Ciro tem bronca de quando Dilma descumpriu a palavra dada ao irmão de Ciro, que lhe oferecia uma cadeira de senador pelo Ceará. PT vai dar um emprego para Ciro, se ganhar?
    “Não concordo com o reacionarismo cultural e o descompromisso institucional de uns vitoriosos e tampouco com a corrupção sistêmica e com o apoio ao arbítrio na Venezuela e em outros países” disse FHC cujo partido não vai tomar partido por candidato algum principalmente o PT.
    Acho que só Ciro e Boulos que não tem eleitor algum, vão apoiar o PT!
    Muito pouco para um partido que nas ultimas eleição tinha quase 10 partidos coligados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *