“RESPONSÁVEL PELO ENEM TEM IDADE MENTAL DE UMA CRIANÇA DE DEZ ANOS”, DIZ JEAN WYLLYS

O que esperar do governo Bozzonaro? O lunático escalado para cuidar do ENEM conseguiu ser expulso do MBL. A notícia é do Brasil 247:

O deputado Federal Jean Wyllys (PSOL) usou sua conta no Twitter para criticar a nomeação de Murilo Resende Ferreira, o escolhido de Bolsonaro para o comando do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). Ele será diretor de Avaliação da Educação Básica do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Exame.

“O novo responsável pelo ENEM tem a idade mental de uma criança de dez anos. Parece piada, mas não tem graça. Que país é esse?”, criticou Jean Wyllys.

Discípulo de Olavo de Carvalho, Murilo é professor e gosta de desqualificar os professores publicamente. Em uma audiência no Ministério Público Federal sobre “Doutrinação Político-Partidária no Sistema de Ensino”, ele disse que os professores brasileiros são “desqualificados e manipuladores”, e que tentam “roubar o poder da família”.

Murilo também foi membro do MBL, mas foi afastado. Segundo afirmou Renan Santos, um dos coordenadores do grupo de extrema-direita, Resende foi expulso do movimento, por ser um “maluco completo”, um “lunático, conspiratório, fora da realidade”.

4 comentários

  • Junio

    Você vê a decadência desse blog quando o autor começa a se basear em Felipe Neto e Jean Wyllys KKKKKKKKKKKKKKK

  • jales ex buraco

    Jean wyllys é aquele teve votacao de vereador?entrou novamente arrastado pelo partido esse nunca fez nada vive de frase de efeito!

  • Livre

    Nossa? Cardosinho esqueceu de tudo, tão grande é a importancia que o Bolsonaro merece, cade as noticias da região Cardosinho?

  • O ex BBB Jean e seus "barracos"

    O deputado do PSOL além de ser escritor, ele tornou-se conhecido após ganhar a edição de 2005 do reality show Big Brother Brasil, exibido pela Rede Globo.
    Abertamente homossexual, Wyllys é um dos mais atuantes parlamentares brasileiros na defesa dos direitos humanos, especialmente em relação aos direitos LGBT.
    O deputado é “barraqueiro” pois já disse que “deputado ganha pouco”, e que o salário de um deputado é igual ao de um professor. Ele negou! Alem disso Jean já processou os deputados Marco Feliciano, Pastor Silas, Malafaia, Bolsonaro.
    O Conselho de Ética da Câmara o processou para cassa-lo
    O deputado classificou, através de uma rede social, a maioria dos eleitores do PSDB como “classistas, racistas e violentos”. Depois ratificou.
    Alexandre Frota foi condenado a pagar 20 mil reais por injúria e difamação em processo movido por Jean.
    Wyllys.
    Será que ele tem moral para criticar a nomeação de Murilo Resende Ferreira, o escolhido de Bolsonaro para o comando do Enem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *