GATO PRETO DEITA NO VESTIDO DA NOIVA DURANTE CASAMENTO

750_2017413194156658

Em 2004, bem no domingo das eleições, dois urubus pousaram sobre a casa do então candidato Humberto Parini. Alguns petistas – apavorados com o que poderia ser, segundo eles, um mau presságio – trataram de consultar uma mãe-de-santo e foram tranquilizados por ela. De acordo com a mãe-de-santo, os urubus representam limpeza e não azar. Mas, vamos à notícia do jornal A Tarde, da Bahia:

Um gatinho preto surpreendeu todos os participantes da cerimônia de casamento de Bruna Rizzo e Paulo Henrique Camargo, no último sábado, 8, na Igreja Cristo Redentor em Vitória, Espírito Santo.

Os funcionários da paróquia já estão acostumado com gatos circulando durante a missa pois o padre local sempre cuida dos felinos da região. No entanto, nem mesmo eles esperavam que o gatinho entraria na igreja e se deitaria justamente na cauda do vestido da noiva.

“Eu estava chegando com a noiva da sessão de fotos do making of quando me avisaram que o gato estava nas redondezas da igreja, mas eu não esperava jamais que ele tivesse a ousadia de deitar no vestido dela”, conta o fotógrafo Wagner Breciane.

Ele relata que todos os convidados ficaram surpresos. O noivo Paulo Henrique contou à noiva sobre o novo convidado da celebração, acomodado em seu vestido. Na hora, Bruna não queria nem olhar, diz o fotógrafo. Mas, na segunda-feira, 10, após uma pesquisa na internet, ela já estava certa de que o acontecimento foi um sinal de sorte.

3 comentários

  • Pintasildo

    Cardoso, nem os urubus dão conta de limpar a podridão que Parini e a Nice deixaram em suas passagens pelo Paço Municipal.

    • Pintasildo

      Devo corrigir, não é justo com o nobre estadista compará-lo com Nice, ele fez uma boa gestão, principalmente no primeiro mandato.

  • A suposta maldição do gato preto tem um viés puramente racista,por que o ‘azar’ advém do gato preto e não do gato branco?
    Ainda bem que o ser humano está evoluindo,o inofensivo bichinho só pode inspirar coisas boas e nada mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *