NICE ASSINA CONVÊNIO QUE BENEFICIA 90 PESSOAS COM O PROGRAMA FRENTE DE TRABALHO

FT1

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

A prefeita Eunice Mistilides Silva – Nice esteve em São José do Rio Preto, na tarde da terça-feira, dia 20, onde assinou um convênio junto a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) que vai beneficiar 90 jalesenses com vagas do Programa Frente de Trabalho. Na ocasião, representantes de vinte cidades da região receberam a notícia de que o Governo Estadual vai investir aproximadamente R$ 2,4 milhões, divididos em 1.352 bolsas que vão beneficiar, durante seis meses, a população desempregada dos municípios.

Criado pela SERT, o programa Frente de Trabalho oferece qualificação profissional e renda às pessoas desempregadas de cidades com índices que se encaixam no perfil procurado pela secretaria. Durante um semestre, os beneficiados receberão, todo mês, uma bolsa auxílio de R$ 210, além de R$ 86 em crédito para a compra de alimentos e seguro de acidentes pessoais, cujo valor pode variar de acordo com o município.

De acordo com o secretário de Estado de Emprego, Tadeu Morais que participou da assinatura dos convênios, o Frente de Trabalho é um programa presencial e voltado principalmente para pequenas cidades onde o índice de desemprego é muito alto. “Os beneficiados prestam serviços de interesse local, para o município ou para o Estado, durante quatro dias na semana e carga horária diária de seis horas. No quinto dia todos participam de um curso de qualificação profissional que tem carga horária total de 150 horas”.

“Ficamos muito gratos por Jales ser uma das beneficiadas com o programa Frente de Trabalho, que além de suprir parte da carência de mão de obra local, proporciona renda e qualificação profissional às pessoas que necessitam e que estavam em busca de uma vaga de emprego, e isso é o mais importante”, disse a prefeita Nice.

Pitaco do blogueiro: no evento de ontem, em Rio Preto, foram assinados convênios com 20 prefeituras da região, onde serão distribuídas 1.352 bolsas-auxílio. Eis a relação completa:

:: Adolfo - 60 
:: Américo de Campos - 66 
:: Ariranha - 90 
:: Aspásia - 66 
:: Bálsamo - 90 
:: Catiguá - 60 
:: Cedral - 60 
:: Estrela d’Oeste - 60 
:: Jales - 90 
:: Mesópolis - 50 
:: Novo Horizonte - 90 
:: Orindiúva - 60 
:: Palestina - 60 
:: Palmares Paulista - 60 
:: Paulo de Faria - 90 
:: Rubinéia - 60 
:: Santa Clara d’Oeste - 60 
:: Santana da Ponte Pensa - 60 
:: São Francisco - 60 
:: Tabapuã - 60

11 comentários

  • GLADIADOR

    Ta linda a combinação da bolsa azul com o sapato vermelho,
    quem será o estilista dela?

  • Anônimo

    esmola. tem é que atrair empresas pra cá. isso pra mim é derrota e não conquista. atestado de incompetência, cidade que depende de frente de trabalho de governo estadual por que não tem emprego próprio é incompentencia pura

  • ANONIMO.....

    GLADIADOR, HOJE EM DIA NAO TEM MAIS DISSO, COMBINAR SAPATO COM BOLSA E BREGA…RRRSSS

  • curiosidade

    Essa é a tal bolsa que ela tentou comprar os vereadores…! Pobre Nice

  • Anonimo

    Paulo de Faria 90, Balsamo 90 e Jales 90 e ainda faz propaganda disso como se fosse uma grande conquista. É uma piada!

  • Anônimo

    sera que com esse salario da pra comprar uma bolsa como esta ou será que tambem é 3000,00 como o celular que esta dentro , que pobreza pelomenos um salario minimo ou entao meio periodo ai tudo bem ,,,,, que vergonha que saudade do PARINE ,,,,essim pagou o salario minimo pelomenos

  • Anônimo

    Este programa do Estado é dado para munícios que apresentam baixo desenvolvimento, com carência em empregos. Uma Esmola, do qual temos que nos envergonhar por ter que receber. Prova de 8anos de governo PTralha equivocado e mais possíveis quatro anos piorados. #quemNASCEUpraSERjalesNUNCAvaiVIRARsantafédosul.

  • eloiza

    pare de falar mal credo vai procurar o que fazer
    ?

  • Lelito

    É interessante ver o grupo de cidades no qual Jales está incluída. Nada contra tais cidades.
    Apenas é de se reparar no tamanho delas: Mesópolis, Rubinéia, Santa Clara D´Oeste, etc.
    Antes, pertencíamos ao grupo de Votuporanga, Fernandópolis, Santa Fé do Sul.
    É o reconhecimento oficial que ficamos num patamar inferior destas.
    Pelo menos temos festa de peão em setembro. kkk

  • Neca Pedregulho

    nAO DISSE QUE ESTAMOS VIRANDO vILA jALES, NOTARAM A LISTA DAS CIDADES, SEM NENHUM MENOSPREZO A NENHUMA DELAS, MAS NÃO PASSE DE CIDADEZINHAS COM MENOS DE 10.000 HABITANTES….

    • Juninho

      Essas são as cidades que assinaram o convênio, Jales tem 50 mil habitantes, não quer dizer que se Jales está no meio dessa lista de cidadezinhas é que Jales é igual essas cidadezinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *