NICE TROCA SUPERINTENDENTE DO INSTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA

A prefeita Nice Mistilides está abrindo mais uma frente de batalha, desta vez com o Conselho Fiscal do Instituto Municipal de Previdência Social de Jales – IMPSJ. Na sexta-feira, o atual superintendente do órgão, o servidor Ailton Vieira de Souza, foi comunicado de que já não era mais o titular do cargo.

Até onde se sabe, Ailton não está nem um pouco preocupado com a iniciativa da Ungida. Nesta segunda-feira, logo depois do almoço, ele deverá estar se apresentando em seu antigo local de trabalho, na Tributação.

O problema é que a substituição dele – pela forma como está se dando – não estaria agradando ao Conselho do IMPSJ, que está prometendo uma reação.

Suspeita-se que a troca seria uma retaliação da prefeita à atuação de Ailton na greve dos servidores. Ela não teria gostado do fato de o superintendente ter disponibilizado a sede do IMPSJ para as reuniões da diretoria do Sindicato dos Servidores.

Para o lugar de Ailton, no IMPSJ, a prefeita Nice está escalando a servidora Marynilda Cavenagui Nacca. Ela – que está de licença e fora de Jales por uns dias – também teria sido apanhada de surpresa. Não se sabe, porém, se Marynilda vai aceitar a missão de comandar o Instituto.

Uma lei aprovada nos tempos de Parini estabelece que o superintendente do IMPSJ deve ser um servidor de carreira, escolhido pelo(a) prefeito(a) entre três nomes apontados pelos próprios servidores. 

No início de 2013, Marynilda foi uma das escolhidas – Sirlene Pacheco e Ailton foram os outros dois – pelos colegas para integrar a tal lista tríplice. Na época, Ailton foi o nomeado pela prefeita.

Em tese, Marynilda teria, portanto, o apoio dos colegas para assumir o cargo. O problema, como já foi dito, é a maneira como as coisas estão sendo feitas.  

30 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *