PREFEITO FLÁ ANUNCIA MAIS DE R$ 2 MILHÕES EM RECAPEAMENTO ASFÁLTICO E NA REFORMA DA RODOVIÁRIA

A rua Venezuela (acima), no Jardim Santo Expedito, certamente estará entre aquelas que serão recapeadas. A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

Pra fechar o ano com chave de ouro, o prefeito Flávio Prandi Franco, o Flá, anunciou novos e importantes investimentos para 2020 com recursos que somam cerca de R$ 2 milhões e que serão voltados para a malha viária e a reforma do Terminal Rodoviário.

Entre esses recursos, R$ 1milhão foi destinado pelo deputado federal Geninho Zuliani (à direita, na foto) , através de uma emenda parlamentar do Ministério do Desenvolvimento Regional, e que vai viabilizar obras de recapeamento asfáltico em trecho da Avenida João Amadeu, nas proximidades da entrada da cidade, e trechos do Jardim Santo Expedito.

Outros R$ 800 mil, uma verba proveniente do governo estadual, estava paralisada, e que agora foi liberada para ser destinada ao recapeamento asfáltico em diversas ruas do Jardim São Judas Tadeu e Jardim Pires de Andrade.

Também será reformado o Terminal Rodoviário José Antônio Caparroz, por meio de um convênio do estado de São Paulo assinado pelo prefeito Flá com o vice-governador Rodrigo Garcia, nesta última quarta-feira, 18 de outubro, na Secretaria do Turismo.

Os recursos somam aproximadamente R$ 277 mil e serão destinados para a execução dos serviços da reforma dos sanitários, bebedouros, pintura externa, rampas de acesso às plataformas, piso em granilite, plataforma de embarque, pavimento nos pontos de táxis e substituição das luminárias.

Segundo o prefeito Flá “apesar do contexto geral no que se refere à estrutura pública brasileira, seja no âmbito federal, estadual ou municipal, para nós o balanço é que 2019 foi um ano muito bom. A Prefeitura conseguiu realizar obras que a comunidade reivindicava há muito tempo. Estamos, nesse momento, executando obras de infraestrutura, que inclui recape e pavimentação asfáltica no Jardim do Bosque, Parque das Flores e nos Distritos Industriais I e III, esperadas pela população, em alguns desses bairros, há mais de 30 anos”.

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *