A TRIBUNA: MP AJUIZA AÇÃO CONTRA EX-RESPONSÁVEIS PELO CARTÓRIO DE IMÓVEIS DE JALES, POR DESVIO DE R$ 2 MILHÕES

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca o acidente que matou três mulheres em uma rodovia entre Paranapuã e Mesópolis. A médica Chimeni Campos, moradora de Jales,  conduzia seu veículo, um Chevrolet Tracker LTZ, quando avistou um tamanduá cruzando a pista e, ao tentar desviar, acabou chocando-se com uma árvore à beira da rodovia. Chimeni e a fisioterapeuta Luély Carla de Souza, de Marinópolis, morreram na hora. A dentista Luciane Leiko Sugai Kanawa, chegou a ser socorrida, mas morreu pouco tempo depois. O ex-vereador de Jales, Sérgio Nishimoto, e o agente de saúde Guilherme Matos Motta, que também estavam no veículo, sofreram ferimentos mas estão fora de perigo.

Destaque, também, para o lançamento do Residencial Hipócrates, empreendimento imobiliário capitaneado pelo empresário e viticultor Durvalino Fernandes Gouveia. Localizado em área privilegiada, entre o prolongamento da Avenida “Francisco Jalles” e a Rua Suécia, nas proximidades do Hospital de Amor, o novo residencial está colocando à venda 110 lotes com medidas entre 368 e 1.133 metros quadrados, que poderão ser pagos em até 180 parcelas. O loteamento conta com área verde de 28.593m²  e reservou, ainda, uma área de 16.500m² para a construção de um shopping ou supermercado, de frente para a Avenida “Shiguero Kitayama”.

O caso dos ex-responsáveis pelo Cartório do Registro de Imóveis de Jales, que estão sendo acusados de improbidade pelo Ministério Público e denunciados à Justiça, por conta do desvio de R$ 2 milhões; o caso do grupo que vendia canetas no centro de Jales, utilizando o nome do Hospital de Câncer; a nova verba do MIT, que será utilizada na reforma da Praça do Jacaré; o reajuste salarial dos comerciários de Jales; e o início das negociações entre o Sindicato dos Servidores Municipais e o prefeito Flá Prandi, visando o reajuste salarial deste ano, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, informação dando conta de que a defesa do ex-diretor administrativo do Hospital de Amor, Roger Mauro Dib, está reclamando, em suas alegações finais, do uso de algemas durante a audiência de instrução e julgamento realizada no Fórum de Jales. Na página de opinião, a crônica do blogueiro Hélio Consolaro diz que em toda família sempre existe um estressado. Já o artigo do Valmor Bolan trata dos gastos que tornam algumas cidades inviáveis. No caderno social, destaque para o 1º aninho do garotinho João Guilherme, e para a colorida coluna do Douglas Zílio, que está recheada de belas mulheres.  

4 comentários

  • APENAS UMA HUMILDE SUGESTAO

    E A LIMPEZA DA PRAÇA “”ALTINO FRANCSCO DE OLIVEIRA”” TAMBEM CONHECIDA COMO “PRAÇA JAPONESA” ENFRENTE AO TERMINAL RODOV ARIA “”PREF JOSE ANTONIO CAPARRO “”(E QUE A PLACA COM O NOME DA NOSSA RODOVIARIA ESTA FALTANDO 2 LETRAS UMA LETRA “”I””” OUTRA E A LETRA “”‘Z””” SERA QUE VAI SOBRA ALGUNS TROCO PRA LIMPESA DA NOSSA PRAÇA””JAPONESA”” E COLOCAR AS LETRAS QUE ESTA FALTANDO NA PLACA DA RODOVIARIA

    • ...ERRATA...

      DESCULPE POR TER ERRADO O NOME DA PRAÇA JAPONEZA E PRAÇA””EURIPIDES ANTONIO DE OLIVEIRA”” E NAO “ALTINO FRANCISCO DE OLIVEIRA”” MAIS INFELISMENTE NOSSO BOLSO.DORIA NUM VAI COLABORAR COM NOSSA JALES NUM VAI ENVIAR O REPASSE PRA REFORMA MAIS A PRAÇA DO JACARE QUE PENA DESSA DECEPÇAO NA CAMPANHA ELEITORAL PROMETE TUUUDOOO DESPOIS NADAAAAA…..ISSO E O BRASSSIIIILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL….

  • Mario Eugenio Saturno

    Ola, poderia fazer-me uma gentileza, a autoria do artigo “cidades inviáveis” está como Valmor Bolan? Não seria Mario Eugenio Saturno?

    grato

    • Prezado Mário, o jornal deu com autor o doutor Valmir Bolan, mas pode – e deve – ter havido um erro. O jornal diz que o autor “é tecnologista sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o que não é o caso do Bolan que, como se sabe, “é doutor em Sociologia e especialista em Gestão Universitária pelo Instituto de Gestão e Liderança Interamericano(IGLU)”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *