CÂMARA JÁ COMEÇA A QUESTIONAR SERVIÇOS DA NOVA EMPRESA RESPONSÁVEL PELA COLETA DO LIXO

A empresa catanduvense Macchione Projeto, Construção e Pavimentação Ltda, que assumiu, no início deste mês, a coleta do lixo e limpeza urbana em Jales, mal começou a trabalhar e já está sendo alvo de questionamentos por parte da Câmara.

Nesta segunda-feira, os vereadores deverão aprovar um requerimento com várias perguntas ao prefeito Pedro Callado, a respeito dos serviços prestados pela empresa.

A razão para o requerimento é, principalmente, o fato de a Macchione ter mantido o mesmo número de varredoras da empresa anterior, a Proposta. Até onde se sabe, a empresa atual estaria trabalhando com vinte e poucas varredoras.

Em abril, durante entrevista radiofônica, o prefeito Pedro Callado desmentiu rumores de que o contrato com a nova empresa previa a utilização de apenas 27 varredoras.

A bem da verdade, o contrato prevê a utilização de, no máximo, 40 carrinhos na varrição. Como cada carrinho corresponde a duas varredoras, infere-se que a empresa poderia empregar até 80 trabalhadoras na varrição.

O contrato não estabelece, no entanto, o número mínimo de carrinhos. Atualmente, existem apenas 12 ou 13 carrinhos sendo utilizados na varrição. Ou seja, pelo menos sob esse aspecto, não houve nenhuma melhoria com a troca de empresa. Resta saber, quantos quilômetros a Macchione vai dizer que está varrendo com suas 24 ou 26 trabalhadoras.

Por sinal, o blog recebeu, hoje, informação vinda de pessoa entendida no assunto. Confiram:

Boa tarde Cardosinho, já começou a aparecer a diferença de preço na prestação de serviço da coleta de lixo. No aterro foi colocada uma máquina esteira com menos da  metade do peso. Tiraram uma New Holland D-170 com uns 12 mil kls e colocaram uma Fiatllis D-7 com uns 5 mil kilos.
O lixo só está sendo amontoado  e não compactado, diminuindo a vida útil do aterro, ou seja, o barato começou a sair caro…

Pelo visto, a Câmara vai ter muito trabalho. 

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *