92,7% DOS BRASILEIROS DEFENDEM A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

Acho que não deveria dar minha opinião sobre esse assunto, mas vou ser sincero: sou contra a redução da maioridade penal para 16 anos.  Penso que deveriam reduzi-la para 14 anos. Vejam, agora, a notícia do site Paraná on Line

A pesquisa da CNT (Confederação Nacional dos Transportes) em conjunto com o instituto MDA mostra que 92,7% dos brasileiros defendem a redução da maioridade penal, atualmente de 18 anos, para 16. Outros 6,3% são contra e 0,9% não opinaram.

Foram entrevistadas 2.010 pessoas em 134 cidades de 20 estados. Para 69,1% dos pesquisados, os crimes praticados por menores aumentaram muito nos últimos anos. Na opinião de 69,7% das pessoas, a redução da maioridade civil para 16 anos é aprovada.

Em relação à união civil entre pessoas do mesmo sexo, 49,7% são favoráveis. Porém, 54,2% são contrários à aprovação de uma lei que permita o casamento homossexual. Entre os ouvidos, 49,5% consideram que casal formado por pessoas do mesmo sexo não deveria ter o direito de adotar um filho.

22 comentários

  • Elizabeth Lima

    Assim,não.
    Daqui a pouco vão querer reduzir para a idade fetal.
    Investir na Educação, principalmente na Educação dos PAIS, talvez fosse melhor. NINGUÉM APRENDE A SER PAI OU MÃE !

    • Conversa fiada, Elizabeth. O problema neste país é que muita gente gosta de passar a mão na cabeça de bandido. Investir em Educação é importante, mas, que eu saiba, não faltam vagas para quem deseja realmente estudar. Tenho um amigo, vindo de família humilde, que começou a trabalhar com 12 anos, como “guardinha” de uma farmácia, e hoje é um dos médicos mais conceituados da cidade. Sempre estudando em escola pública. O problema é que os nossos futuros meliantes não gostam de estudar. O que esse país precisa é de melhorar as leis e fazer com que elas sejam cumpridas. E de um povo que se indigne mais com a corrupção e com a bandidagem.

      • Elizabeth Lima

        Cardosinho, ler de novo meu comentério e me reponde onde existe um lugar onde aprendemos a ser pais.
        Não falei de Educação acadêmica.

        • Elizabeth, tenho certeza que seus pais não frequentaram nenhuma escola para aprenderem a ser pais. Nem os pais dos seus pais. E nem por isso, você deve ter deixado de ser uma boa filha. O problema, repito, são as nossas leis frouxas e o protecionismo aos delinquentes menores de 18 anos. Nossos jovens precisam voltar a ter respeito pelas autoridades, pelos pais, pelos professores, etc. Do jeito que vai, a tendência é ficar pior.

          • Elizabeth Lima

            Você tem razão, aliás, não costa no meu registro de nascimento o nome do meu pai. Não sei nem o nome dele MAS minha mãe me deu muita porrada para que eu a acompanhasse na IGREJA, foi lá que ela e muitos outros pais apesentaram DEUS à vida de seus filhos. Não aprenderam, portanto, a ser pais em nenhuma instituição estatal.
            Então, quero que reflitamos a EDUCAÇÃO de maneira mais abrangente. É como costuma reger minha vida. OLHAR A TOTALIDADE, o conjunto. Obrigada por ter lido meu post.

  • Pit Bull

    Palmas pra você Elizabeth Lima.

    Faço minha as suas palavras !!!

  • ??????????????

    PALMAS PRA VOCÊ CARDOSINHO,

    FAÇO MINHAS AS SUAS PALAVRAS!!!

    • Elizabeth Lima

      Poxa!
      Se não se dão ao trabalho sequer de LER então não há como discutir.
      Ficar corrigindo erro de português, isso o computador faz.
      Sair do foco da discussão também não adianta.
      Poderíamos mudar muita coisa se levássemos a sério certas discussões.

  • anonimo

    Elizabeth está certa. Botar criança na cadeia não resolve o problema da violencia. Pode até agravá~lo.

  • Pit Bull

    Calma pessoal !!! Fim de semana ….

    Concordei com a Elizabeth, pois entendi que está presente a sua indignação quanto ao banditismo, entretanto sua ênfase foi atribuída a ausência dos pais na educação de seus filhos; e se os pais não se fizerem presentes, a redução da idade penal nada valerá.

  • Quim Zé

    Essas pesquisas refletem o senso comum e algo deve mesmo ser feito. Mas a discussão não é nada simples. Senão, vejamos: menor vai poder dirigir? Se reduzirmos sua idade para cumprir pena, ele poderá tirar CNH. Ou fica a situação de que não pode guiar mas pode responder por crimes do trânsito que possa cometer.
    O que temos visto demais é menor assumindo crime por maiores, como no caso da dentista incendiada. Seria melhor aumentar a pena desses bandidos que levam menores junto. Reduziria bastante a presença da molecada nesses atos.
    Mas o que precisamos mesmo nem é endurecer a maioria das leis, e sim fazer com que sejam cumpridas. A impunidade é o maior problema.

  • anonimo

    Padre Zezinho escreveu esta manhã no twitter

    Meus respeitos à presidenta Dilma e ao ex presidente Luiz Inácio. Não posso diminui-los, mas perderão o governo por três descuidos… INFLAÇÃO, violência e corrupção. A euforia está desmilinguindo. Não há marketeiro que salve um governo que adia estas três soluções!
    A oposição de ontem perdeu o governo por promessas não cumpridas. A de hoje voltará ao governo cheia de promessas, porque o PT falhou.
    Acrescente a isso o aborto, a liberação das drogas e a saúde sem recursos, enquanto nada faltou aos estádios superfaturados?Ou não foi isso?

  • euuuuuuuuuuuu

    acho que tem que diminuir para 16 anos sim pois crianças menor matando e roubando e tambem colocalos para trabalhar simmmmm

    e a lei rever as cituaçoes de crianças loucas para trabalhar e ninguem pega pois é de menor , concordo com essa lei mas nao aqui e sim nas cidades que crianças sao tratadas como escravas serviços pesados que judia, nao de empregos como supermercados escritorios e outros, ensine os a trabalhar e ganhar o seu dinheiro e deixar o que é dos outros,,, pois trabalhar nao mata ninguem e sim faz muito bem a cabeça corpo e alma….

  • macaco prego

    Tem, sim que reduzir a idade penal para l4 anos e acabar com as saidinhas, comemorativas, das prisões, por presos que saem praticando os crimes bárbaros

  • Maitê Proença

    Discussão mais infundada
    a maioridade penal é clausula pétrea

  • Elizabeth Lima

    Bom, já que é pra reduzir a idade penal, então baixemos para 10 anos e sejamos bem otimistas.
    O “meliante” pegará, pra nossa “sorte”, no máximo 30 anos de cadeia. Estará livre, portanto, aos 40 anos.
    Como o regime prisional oferece uma “ótima” qualidade de Educação, ele sairá formado, na pior das hipóteses, no “Curso de Bandidagem”.
    Bom, eu, se ainda viva, estarei com mais de 90 anos e já não poderei mais passear livremente.

    M A S

    Os netos de nossos filhos estarão em SEGURANÇA, presos em suas “casas” ou então já estarão formados, também, no mesmo curso frequentado pelo “meliante” que fora preso aos 10 anos.

    • Elizabeth Lima

      Acrescente-se ainda que, não só nossos netos, mas também possíveis filhos dos que “lutam” pela redução da idade penal, poderão estar frequentando a “Universidade do Crime”

  • Quim Zé

    Cardosinho, de fato o menor pode votar e não pode dirigir. E poder resume tudo. O voto do menor de 16 não é obrigatório. Se ele não votar, não está sujeito a multa ou qualquer outra penalidade. E apesar de poder votar, não pode assumir mandato. Isso está restrito aos maiores de 18.
    O debate sobre a redução da maioridade penal deve ser aprofundado e não conduzido pela comoção popular em função de crimes bárbaros que repercutem na mídia.
    Em tese, havendo a redução, toda a legislação penal se modifica para o novo adulto de 16. Assim, poderia dirigir carros, fumar, beber e jogar sem risco para quem o estimula a isso, deixar de ir à escola sem complicar os pais por omissão. Menores poderão se prostituir legalmente, e a indústria pornográfica ampliaria seu mercado com efebos e ninfetas sem correr o risco de transgredir a lei. Muitos pedófilos de hoje deixariam de ser criminosos no mesmo momento em que a lei fosse aprovada.
    Gostaria de ver criminosos pagarem pelo que fazem, mas desconfio muito quando mexem em lkeis que jás não são grande coisa. Em geral, só a parte que as piora é que funciona pra valer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *