FUNDAÇÃO REFERÊNCIA EM MICROCEFALIA SOFRE COM FALTA DE REPASSE DE RECURSOS

microcefalia

Algumas coisas são incompreensíveis. Vejam, por exemplo, o caso do Hospital de Câncer, Unidade de Jales, que há cinco anos tenta ser credenciado pelo Ministério da Saúde e não consegue. Agora vejam esta notícia curtinha do UOL sobre uma Fundação que trata de bebês com microcefalia em Pernambuco. Lembrando que Pernambuco concentra, atualmente, 86% dos casos notificados de microcefalia:

A Fundação Altino Ventura, referência na reabilitação de bebês com microcefalia em Pernambuco, está demitindo funcionários e reduzindo a estrutura de atendimento pela falta de repasse de verbas públicas.

A instituição, que cuida de 135 crianças com microcefalia no Recife, não recebe recursos do governo federal e estadual desde maio do ano passado. Desde esse período, deveriam ter chegado R$ 13,3 milhões.

6 comentários

  • Dilmerda

    Bom dia queridos equinos! Pois é, esse é só mais um exemplo de como eu consegui fuder com esse país. A saúde do meu povo vai de mal a pior. Os cubanos que eu trouxe não resolveram problema, mas mandei um dinheirão pra Cuba. Falta tudo!! Remédios, hospitais, vacinas e esse Zika tá me arrebentando. Agora, quem tá enrolado mesmo é o meu padrinho Lula. A PF tá chegando nele! Acho que o barbudo não vai escapar. Que se fo… Tb kkkkkk

  • MANÉ É MANÉ....

    TEM QUE PRENDER ESSA PRESIDENTA E ESSE GOVERNADOR DO ESTADO….

    SEQUER DEVEM TER NOÇÃO DO QUE É TER UM BEBÊ COM MICROCEFALIA….

    ORDINÁRIOS…..PRA NÃO TECER OUTRAS QUALIFICAÇÕES….

  • ALGUÉM CONSEGUIU LER NA NOTICIA ACIMA QUE NÃO RECEBE RECURSOS DO GOVERNO federal E DO GOVERNO ESTADUAL DESDE MAIO PASSADO SERÁ QUE O GOVERNO FEDERAL NÃO REPASSOU PARA O ESTADO DE PERNAMBUCO E AI SUMIU. E BOM SABER, E TEM MEIOS PARA ISSO.

  • amiga

    não tem lei pra quem não limpa e isso, ate as crianças estão sofrendo.

  • Alguém pegou a grana! Será que foi alguém do PT?

  • Vidente

    Enquanto o Lula e a ungida Dilma se tratam no Sírio Libanes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *