O DUPLEX DE MORO CUSTA O TRIPLO DO DECLARADO

Deu no blog da Cidadania, do Eduardo Guimarães:

A ironia é estrondosa. O juiz Sergio Moro perseguiu e condenou Lula por um apartamento do qual ele nunca desfrutou, que não está em seu nome e com base em meros indícios. Agora, reportagem da Folha de São Paulo diz que Moro tem imóvel em Curitiba, mas recebe auxílio-moradia. E o pior é que esse imóvel é suspeito

Diz a matéria que Moro comprou um apartamento de 256 m² no bairro do Bacacheri, de classe média. Em junho de 2002, Márcio Antonio Rocha, juiz federal do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), vendeu o apartamento para Moro por R$ 173.900 (R$ 460 mil em valores atualizados).

Como dono de imóvel próprio na capital paranaense, Moro fez uso de decisão liminar de setembro de 2014, do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Fux, para passar a receber auxílio-moradia no valor de R$ 4.378.

Ainda segundo a Folha de São Paulo, “o recebimento de auxílio-moradia por um juiz que possui imóvel na cidade onde trabalha não é ilegal, mas levanta questionamentos”. Nesses casos, na prática o valor do benefício é incorporado ao salário do magistrado, mas não conta para o teto constitucional dos vencimentos do setor público, de R$ 33.763.

Moro começou a receber o auxílio-moradia em outubro de 2014. Acrescentado o auxílio-alimentação de R$ 884, as indenizações totalizam mais de 60 mil reais por ano.

Outra grande ironia é a de que o apartamento de Moro, com 256 m2, é “duplex”, mas é maior que o “tríplex” que o juiz “atribuiu” a Lula e tem 215 m2.

Mas há um fato muito suspeito em tudo isso. A matéria da Folha de São Paulo informa que o apartamento de Moro foi comprado em 2002 por R$ 170 mil, o que, em valores atualizados, dá R$ 460 mil, mas esse valor não compra um apartamento de 256 m2 no nobilíssimo bairro curitibano de Bacacheri.

O Blog da Cidadania fez uma pesquisa e logo de cara descobriu que é impossível comprar um apartamento de 256 metros quadrados em um bairro luxuoso como aquele por R$ 460 mil. Confira, ao lado,  alguns dos imóveis de padrão parecido, no mesmo bairro do apartamento de Moro, oferecidos naquela cidade.

Como se vê, apartamentos desse tamanho naquele bairro custam, na melhor das hipóteses, o triplo ou até o quádruplo, o quíntuplo do valor declarado por Moro na compra do seu imóvel. Pela lógica moro-dallagnólica de suspeição, portanto, há algo de muito suspeito nesse imóvel.

4 comentários

  • Lula aprenda com Moro

    Quem diria que os blogs petistas copiariam noticias de jornais “golpistas” que os petistas tanto criticaram. Só falta copiar noticias da Globo e Veja. kkkkkk. Mas são noticias que interessam aos petistas. Enfim!
    Se Moro, o perseguidor de Lula (risos), tem um apartamento duplex, que foi declarado em 2002, por R$ 174 mil — certamente está tudo legal. Quanto custa hoje, não sei? É problema dele e a receita federal!
    Se o imóvel valorizou certamente ele vai pagar imposto de renda, na venda, ao fisco. Parabéns a ele, pois ganhou dinheiro. Mas comparar Lula com Moro? Petistas estão loucos
    Se Lula tivesse feito declarado e escriturado a compra de um triplex, no Guarujá, certamente o MPF não teria denunciado portanto Moro, o TRF-4, e o STJ não teriam condenado. Não teria problemas pois Lula tem rendimentos para comprar um apto, em qualquer lugar do Brasil!!!!! Burrice
    Agora, em seu primeiro processo, Lula está no STF para não ser preso! Porem tem mais 6 processos
    Apenas o começo.

  • Munir

    GOSTARIA DE SABER QUAL BRASILEIRO DECLARA UMA COMPRA DE UM IMÓVEL PELO VALOR REAL.NENHUM .

  • Hiram

    Adoro ver o monte de safados coxinhas fascistas desviando do assunto principal e/ou até concordando com a safadeza do Marreco de Curitiba. Aaah!!! Canalhice tem limite; então pq supostamente nenhum brasileiro declara valor venal, está correto???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *