PROCURADORES SE RETIRAM DE EVENTO EM PROTESTO CONTRA PRESENÇA DE MORO

Deu no Paraná Portal:

Um grupo de procuradores municipais de Curitiba desistiu de participar do Congresso Nacional da categoria por causa da presença do juiz federal Sérgio Moro na abertura do evento, nesta terça-feira (21), na capital paranaense. Quando o nome do magistrado foi confirmado, 72 procuradores municipais assinaram uma nota endereçada ao presidente da Associação Nacional dos Procuradores Municipais (ANPM), Carlos Mourão, para manifestar a insatisfação do grupo.

O grupo de procuradores que organizou o protesto contra o juiz deixou o local quando Moro iniciou a palestra. O magistrado foi o último palestrante da noite.

Cerca de 25 procuradores municipais endossaram a manifestação, mas permaneceram no Congresso para protestar contra a presença do magistrado. A ideia inicial do grupo era fazer um protesto silencioso durante o congresso. Mas segundo o procurador municipal de Fortaleza e ex-presidente da ANPM, Guilherme Rodrigues, três faixas trazidas pelo grupo foram tomadas pela organização.

“A ideia não era ter vaia, não era ter protesto barulhento. A ideia levantar uma faixa e nos retirarmos exatamente por não concordar com esse convite”, disse. “Nós tivemos as faixas apreendidas e, por isso, não nos restou outra solução a não ser expressar com a voz o que a gente ia expressar com as faixas”.

Em meio a aplausos de participantes que ficaram em pé para saudar Moro, na plateia, também era possível ouvir algumas vaias e gritos de ‘vergonha’ quando o nome do juiz era mencionado.

14 comentários

  • Vaias para defender Lula

    Esse congresso foi um evento com 600 pessoas onde 72 sujeitos fizeram uma vaia. São pessoas conhecidas, ligadas aos advogados e militantes do PT, porque entendem que o juiz persegue o PT
    Sergio Moro é um grande juiz. Ele engrandece a carreira do Judiciário. Diante dos inegáveis fatos criminosos envolvendo a dilapidação do patrimônio público, fico preocupado com essa manifestação de procuradores.
    Certamente esses procuradores municipais quiseram partidarizar uma coisa que não tem como partidarizar
    pois estão defendendo Lula quando fazem um lobby a favor dos advogados de Lula. Vejam os fatos :
    (1) Uma procuradora que representou os manifestante disse que, Moro “desrespeita constantemente as prerrogativas de advogados”, e citou como exemplo a autorização de grampos em escritórios de advocacia que defendem réus da Lava Jato.
    (2) No fim de outubro, o escritório Teixeira, Martins & Advogados, que defende Lula , entrou na Justiça para pedir a inutilização de áudios de telefonemas que foram gravados por ordem de Moro e estariam sujeitos ao sigilo profissional dos advogados. O pedido foi negado pelo TRF-4
    (3) Na sentença do chamado processo do tríplex, em que Lula foi condenado, Moro disse que “não corresponde à verdade” a afirmação de que todos os advogados do escritório tiveram telefonemas gravados. Um dos sócios do escritório é Roberto Teixeira, amigo de Lula e réu em dois processos na Lava Jato.
    Logo, concluimos que é uma “briga” dos advogados de Lula com Moro com a infeliz participação dos procuradores petistas

    • João Pedro

      Só vou acreditar nesse juiz, quando o PSDB do senhor Aécio Neves sofrer alguma punição, porque ate agora não vejo nada, vejo sim várias denuncias contra o partido do PSDB E PMDB e nada acontece …BOLSONARO 2018.

  • Jean Cláudio Vigilante

    Procuradores Municipais!?!?! Tá explicado…

  • João Pedro

    Só vou acreditar nesse juiz, quando o PSDB do senhor Aécio Neves sofrer alguma punição, porque ate agora não vejo nada, vejo sim várias denuncias contra o partido do PSDB E PMDB e nada acontece …BOLSONARO 2018.

  • elias

    Vixi, um bando de safado que com certeza se retiraram pq tem o rabo preso e estão envolvidos em falcatruas.

  • VAIAS PARA DEFENDER LULA—És um João Bobão, quero ver seu macho mandar prender alguém do PSDB.

  • VAIAS PARA DEFENDER MORO–sua babaquice é enorme veja quem é o seu ídolo, pois geralmente idiota adora idiota:—
    o acusam ( MORO ) de conduzir a Operação Lava Jato com decisões controversas, como algumas relacionadas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em que divulgou os áudios de grampos telefônicos da Polícia Federal que interceptaram conversas da então presidente Dilma Rousseff com Lula. Entretanto, a corregedora do Conselho Nacional de Justiça arquivou oito representações, de um total de quatorze, e a Procuradoria Geral da República, em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), considerou as gravações ilegais.
    Para o professor emérito da Universidade de São Paulo (USP) e um dos autores da ação pedindo o impedimento do então presidente Fernando Collor de Mello, Dalmo Dallari, a divulgação das gravações foi ilegal. “Em se tratando de uma comunicação da presidente da República, o juiz só poderia ter gravado com autorização do Supremo Tribunal Federal. E mesmo assim, jamais poderia tê-las divulgado. Cometeu dupla ilegalidade e deveria ser punido por isso”, disse o jurista. A divulgação das gravações gerou diferentes opiniões entre juristas.
    Em abril de 2016, o ministro do STF Marco Aurélio Mello criticou a divulgação dos áudios de grampos da Lava Jato que envolveram o ex-presidente Lula e Dilma Rousseff, dizendo que “são condenáveis a todos os títulos” e que “Temos lei que impõe sigilo”
    Em meados de junho de 2016, o ministro do STF Teori Zavascki invalidou parte das gravações em que Dilma avisa Lula que está mandando o termo de posse como ministro, e enviou para Moro os processos envolvendo Lula. Em julho de 2016, o então presidente do STF, Ricardo Lewandowski determinou que os grampos permaneçam preservados sob guarda do juiz federal Sérgio Moro e indeferiu pedido liminar da defesa do ex-presidente Lula para que as gravações de conversas entre ele e autoridades com foro no STF não sejam utilizadas nas investigações e em eventual ação penal perante a 13ª Vara Federal de Curitiba.

  • VAIS PARA DEFENDER LULAS- meu caro acho que esqueceste algo que deixou seu ídolo cabisbaixo :–

    TRF-4 reverte decisão de Moro e absolve Vaccari em processo da Lava Jato..
    O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) absolveu hoje (27) em segunda instância o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. Ele havia sido condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a 15 anos e quatro meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em uma ação penal resultante da 10ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada em março de 2015.
    Por maioria de votos, a 8ª Turma do TRF-4 considerou que as provas contra Vaccari são insuficientes por se basearem apenas em delações premiadas.
    “A existência exclusiva de depoimentos prestados por colaboradores não é suficiente para condenar qualquer réu .

    • Vaias para defender Lula

      Caio Pinto
      Vaccari foi preso pela Polícia Federal, na Operação Lava Jato.. Está preso no complexo médico-penal em Pinhais, em Curitiba, ainda foi denunciado pelo MPF, na ação penal relacionado à Operação Pixuleco.
      Vacari se tornou réu de um processo da Operação Custo Brasil, ainda é acusado de montar um esquema que teria desviado cem milhões de empréstimos consignados de servidores públicos federais e em maio/17, voltou a ser denunciado pelo MPF.
      Logo, se tornou réu pela quinta vez, desta vez, em um esquema de corrupção na Sete Brasil e responderá por corrupção passiva e foi denunciado pela PGR, pelo procurador-geral Rodrigo Janot por organização criminosa.
      Em 2015, foi condenado pela justiça em primeira instância, com pena de 15 anos e 4 meses de reclusão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa.De acordo com a denúncia, a pedido de Renato Duque, foram feitas 24 doações ao PT entre outubro de 2008 e abril de 2010, totalizando 4,26 milhões de reais. Esses valores teriam sido recolhidos por João Vaccari Neto.
      Em 2016, foi condenado a 6 anos e 8 meses pelo crime de corrupção passiva pela participação do esquema do empréstimo fraudulento do Banco Schahin ao Partido dos Trabalhadores.
      O ex-tesoureiro do PT foi condenado em quatro ações decorrentes da Lava Jato, que, juntas, resultam em uma pena de 41 anos de prisão.
      A ficha dele é maior do que do Marcolla do PCC
      Precisa falar alguma coisa?

  • VAIAS PARA DEFENDER MORO–não entendes nada de nada seu babaca no TRF-4 o seu Moro só estas levando coro, a não ser quando o elemento é do PT. Veja mais uma: Babaca—Tribunais Superiores derrubam 18 erros de Sergio Moro na Lava Jato.
    Ao menos 18 decisões de Sergio Moro, juiz federal que comanda o caso da Lava Jato, foram derrubadas entre 2014 e 2016 por tribunais superiores. O levantamento, feito pelo Consultor Jurídico, mostra ainda que os argumentos da carta aberta dos advogados são fundamentados pelas próprias decisões do STF, que cancelou 11 medidas do juiz.
    Supremo e TRF-4 apontam ao menos 18 erros de Moro na “lava jato”.
    O juiz federal Sergio Fernando Moro manteve prisões com fundamentos genéricos, tenta aplicar uma espécie de juízo universal e violou competência do Supremo Tribunal Federal ao deixar de enviar à corte investigação que citava autoridades com prerrogativa de foro. Para quem não acompanha de perto a famosa “lava jato”, essas afirmações podem parecer tiradas da recente carta de advogados contrários a medidas tomadas na operação. Todas elas, porém, são conclusões do STF, onde ao menos 11 decisões de Moro foram derrubadas entre 2014 e o início de 2016.
    Levantamento da revista Consultor Jurídico identificou outras sete determinações reformadas pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região desde que os processos entraram na 13ª Vara Federal de Curitiba (veja quadro abaixo). Como a maioria dos recursos foi negada, o caso continua em andamento e está próximo de completar dois anos, sem indícios de chegar ao fim.
    Advogados apostam que ainda será reconhecida a nulidade de dados sobre contas bancárias na Suíça usadas pelo Ministério Público Federal. O tratado de cooperação jurídica entre o Brasil e a Suíça para matéria penal define que cabe às autoridades centrais dos países fazer pedidos e autorizar a troca de documentos. Mas o MPF trouxe da Suíça documentos sem aval do Ministério da Justiça.
    Quero ver se seu ídolo tem saco ou é macho para mandar prender Lula?
    Ser quiseres depois pode ter mais assuntos, inclusive que o mesmo não conseguiu passar na primeira prova da OAB, que o mesmo fez. ahahahahahahahahahahahahah

  • Vaias para defender Lula

    CAIO PINTO
    Em dois anos e sete meses de Lava Jato, Sérgio Moro já proferiu 118 condenações. Juntas, somam 1.256 anos, 6 meses e 1 dia de prisão. No Supremo Tribunal Federal, não há vestígio de sentença condenatória.
    A absolvição do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto pelo TRF-4, integra um porcentual de 30% de réus condenados pelo juiz federal Sérgio Moro que já se livraram das penas na segunda instância.
    Moro já mandou prender Lula, a 9,5 anos, no caso do Tríplex do Guarujá, que recorreu ao TRF-4 pois se mantiver a decisão — Lula vai preso! Já!
    Em caso negativo, Lula já tem 9 casos: Sítio de Atibaia (réu), terreno do Instituto Lula (réu), Obstrução de Justiça (réu), Lula ministro (denunciado), ‘Quadrilhão do PT’ (denunciado), Palestras de Lula (suspeito), Empréstimo do BNDES (réu), Compra de caças (réu) e MP ao setor automotivo (denunciado).
    Se Lula for preso, ele irá para o Benfica, do Rio de Janeiro, junto com os golpistas e ex governadores Garotinho, Cabral e Rosinha Garotinho já presos

  • Vaias para defender Lula

    CAIO PINTO
    Em dois anos e sete meses de Lava Jato, Sérgio Moro já proferiu 118 condenações. Juntas, somam 1.256 anos, 6 meses e 1 dia de prisão. No Supremo Tribunal Federal, não há vestígio de sentença condenatória.
    A absolvição do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto pelo TRF-4, integra um porcentual de 30% de réus condenados pelo juiz federal Sérgio Moro que já se livraram das penas na segunda instância.
    Moro já mandou prender Lula, a 9,5 anos, no caso do Tríplex do Guarujá, que recorreu ao TRF-4 pois se mantiver a decisão — Lula vai preso! Já!
    Em caso negativo, Lula já tem 9 casos que podem prender Lula: Sítio de Atibaia (réu), terreno do Instituto Lula (réu), Obstrução de Justiça (réu), Lula ministro (denunciado), ‘Quadrilhão do PT’ (denunciado), Palestras de Lula (suspeito), Empréstimo do BNDES (réu), Compra de caças (réu) e MP ao setor automotivo (denunciado).
    Se Lula for preso, ele irá para o Benfica, do Rio de Janeiro, junto com os golpistas e ex governadores Garotinho, Cabral e Rosinha Garotinho já presos

  • VAIAS PARA DEFENDER LULA continuas um : aguado ralo, frágil, débil, enfraquecido, desanimado, deprimido, lânguido, indisposto, abatido, fraco e como já lhe disse antes antes até agora só elementos do PT são julgados pelo corrupto Moro e condenados, apesar de Vaccari ser inocentado num processo pelo TRF4, mas enfim para mostrar sua pobreza em até procurar assuntos no Facebook e Google, para poder responder o que lhe escrevo, aqui vai um pouco da vida pregressa do corrupto Moro, amigo de Aécio Cheira Cheira, Gilmar Mendes e de Youssef:—
    Você sabe mesmo quem é Sergio Moro?

    *** Nascido em em Ponta Grossa, em 1° de agosto de 1972, é filho de professor de Geografia da Universidade de Estadual de Maringá, Dalton Áureo Moro, morto em 2005, um dos fundadores do PSDB do Paraná, conhecidíssimo por suas ideias ultra-direitistas e por espinafrar qualquer um que tivesse ideologia de esquerda;
    ***Graduado em Direito pela UEM – Universidade Estadual de Maringá, em 1995, obteve posteriormente os títulos de mestre e doutor em direito pela Universidade Federal do Paraná. Através de seu orientador, Marçal Justen Filho, tentou ser professor da UFPR, mas queria ludibriar o regime de TIDE (tempo integral e dedicação exclusiva) da Universidade, mantendo o emprego na Magistratura e na UFPR ao mesmo tempo, e perdeu. Especializou-se em crimes financeiros e tornou-se juiz federal em 1996, ou seja, três anos apenas depois de se graduar (o que deve ser um recorde), e atua, até hoje, sem a carteira de advogado, pois nunca fez o exame da OAB;
    ***Seu primeiro serviço foi no escritório do advogado tributarista Dr. Irivaldo Joaquim de Souza, que foi advogado de Jairo Gianoto, ex-prefeito de Maringá pelo PSDB, entre 1997 a 2000, que foi condenado e preso por gestão fraudulenta – a quem Moro serviu como testemunha de defesa, já como juiz de primeira instância;
    ***Tem como esposa a Dra. Rosângela Wolff de Quadros Moro, uma advogada cujo escritório trabalha para o governo tucano do Paraná de Beto Richa, e assessora a megacorporação SHELL, uma das principais multinacionais imperialistas na área de petróleo. Recentemente, a esposa de Sergio Moro foi flagrada participando de desvios das verbas da APAE, num ‘deja vü’ de Rosane Collor, ‘ex-posa’ do ex-presidente Fernando Collor, que também participava de desvios de dinheiro dá instituição que cuida de pessoas deficientes;
    *** É maçom e vive pregando em igrejas evangélicas, junto com outro juiz, pastor e notório anti-petista, anti-Brasil e baba-ovo dos EUA, formado por Harvard, o procurador ‘Deltan POWERPOINT Dallagnol’, que não tem provas mas muitas convicções, que a Lava-Jato tem auxílio de ‘Deus’;
    *** Em 2003, Moro julgou o escândalo do BANESTADO, que envolveu remessas ilegais de mais US$ 124 bilhões (R$ 520 BILHÕES) ilegalmente, para os EUA, no final da década de 90 – para se ter uma ideia, o montante estimado que foi desviado na PETROBRAS é de cerca de US$ 20 BILHÔES). Neste caso, onde só foram para cadeia alguns laranjas e doleiros sem nenhuma importância, o juiz contou com a ajuda do doleiro ALBERTO YOUSSEFF, natural de Londrina-PR, e ignorou solenemente suas delações contra JAIME LERNER e ÁLVARO DIAS, membros do alto tucanato do Paraná, que tiveram suas campanhas amplamente financiadas pelo doleiro, além de utilizar várias vezes o seu jatinho particular do mesmo.
    ***Em 2010/12, Moro foi assessor da Ministra ROSA WEBER (coincidentemente, prima da esposa do candidato AÉCIO NEVES, e cujo filho, DEMÉTRIO WEBER, trabalha na REDE GLOBO – de quem o ‘juizmoro’ recebeu premiação e foi projetado nacionalmente como o caçador de ‘corruPTos’), no julgamento televisivo do Mensalão do PT, a famigerada AP-470, quando promulgou o famoso e famigerado voto: “Não tenho provas contra você, Zé Dirceu, mas vou condená-lo mesmo assim, porque assim permite a literatura jurídica”;
    ***Em 2014, através de escutas plantadas nas empresas do José Janene (PP) um dos cabeças do caso do ‘Mensalão’, a PF chega ao doleiro Carlos Habib Chater, que tinha como base de atuação o Posto da Torre, em BRASÍLIA (daí o nome de ‘Operação LAVA-JATO’). Nesse momento surge em cena novamente a figura do Doleiro ALBERTO YOUSSEFF (codnomes: ‘Primo’ e ‘Beto’), captado em escutas telefônicas. Yousseff, então, é preso e concorda em fazer delação premiada novamente, e o ‘juiz moro’ dá início, em CUritiba, à Operação LAVA-JATO, que tem por escopo investigar as denúncias de desvios na PETROBRAS (que tem sede no Rio de janeiro), e torna notório o bordão “NÃO VEM AO CASO”, emitido pelo juiz todas as vezes que as delações incriminam ou lançam suspeitas sobre TUCANOS, ou qualquer um que não pertença ao PT, por isso Moro é considerado por muitos juristas, advogados e inclusive de membros do STF como um imparcial e corrupto.
    ***Após 3 anos de Operação Lava-Jato e suas intermináveis fases, e idas e vindas, sob o comando do ‘juiz moro’ – que, notadamente, recebe salário muito acima do teto constitucional, e que viaja com frequência aos EUA para trocar ‘informações’ com os órgãos de controle daquele país que GRAMPEARAM a PETROBRAS e a PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL durante anos, o resultado é estarrecedor:
    ***ALBERTO YOSSEFF, doleiro corrupto e bandido contumaz, que deveria estar preso mas, apesar de reincidente, recebeu todas as benesses de uma nova delação premiada, manteve boa parte de seu grande e patrimônio ilícito e responde em liberdade por seus crimes, tendo se tornado uma espécie de DELATOR PESSOAL do ‘juiz moro ou seja o Juiz recebe constantemente $$$$$$$$$$$$$$$$ do doleiro Yousseff.
    *-**Quase todas as grandes empreiteiras nacionais estão com seus diretores e presidentes presos preventivamente há pelo menos um ano. Centenas de obras foram paralisadas e milhões de trabalhadores foram lançados ao desemprego, jogando o país numa crise sem precedentes, cujas causas são muito mais políticas e internas do que econômicas e externas. Pois os mesmos são condenados sem provas mas por convicção. A referida “Operação” foi criada com o objetivo único de culpabilizar e criminalizar o PT e as políticas sociais que fizeram o BRASIL e o Presidente LULA respeitados em âmbito internacional – levou o país de 14a a 5a. economia do mundo, numa situação de pleno emprego, em pouco mais de 10 anos de governos progressistas;
    *** A cadeia produtiva da PETROBRAS, que respondia por 13% do PIB nacional, até 2014, foi quebrada e a empresa corre sérios riscos de ser fatiada e privatizada, assim como o Pré-sal – que ela descobriu com tecnologia própria -, e muitos de seus valiosos ativos estão sendo leiloados a preço de banana pelo novo presidente da Petrobras, Pedro Parente, que já foi Ministro de ‘FDP, digo, FHC’ nos tempos da PRIVATARIA TUCANA;
    ***A indústria naval e a indústria aeroespacial foram destruídas, bem como foi destruído o Projeto Nuclear Brasileiro, com a prisão irresponsável e injustificável do Almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, responsável pelo desenvolvimento de método revolucionário de beneficiamento de urânio, no qual os EUA tem grande interesse;

    10.5 – Os políticos mais delatados, até agora, na Lava-Jato do ‘juizmoro’ são, notoriamente, membros do PSDB, PMDB e PP, que são inúmeros e permanecem intocados. Esta malta de delatados que ‘não vem ao caso’, por sua vez, uniram-se num conluio macabro para derrubar a Presidente eleita através de um GOLPE DE ESTADO farsesco e circense absurdo, e tomar o Poder no País, e há graves suspeitas de que assassinaram o Ministro TEORI ZAVASCKI, que já havia anunciado que levaria a julgamento TODOS os envolvidos no esquema de desvio investigado pela LAVA-JATO, que hoje querem abafar, mas Moro não quer nem investigar, como: Aécio, Alkimim, Serra, Aloysio Nunes, Anastásia, Perrela, Meirelles, Gilmar Mendes, FHC, etc…todos elemento que enchem o corrupto Moro de $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$.
    *** Só quem foi para a cadeia até o momento foram o costas largas ZÉ DIRCEU (novamente sem provas e acusado dos mesmos crimes pelos quais foi absurdamente condenado sem provas na AP-470) e João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, mesmo tendo apresentado toda a contabilidade das doações recebidas pelo partido nas campanhas de 2010 e 2014< dos das Empresas, Cunha que mesmo preso recebe $$$$$$$$$$$$$$, da Mafia comandada por Temer, Aécio e Moro.
    Dá ou quer mais seu babaca.
    Esse início do seu texto acima Imbecil é encontrado no Google e a maioria dos condenados são do PT ou da esquerda brasileira, e se não fores tão burro como imagino, poderás acharar que nenhum elemento do PSDB e a cúpula do PMDB ou seja a direita brasileira esta condenado ou preso,
    E jamais seu ignorante o corrupto Moro mandou prender Lula, pois o mesmo não é homem suficiente, para tomar essa atitude e o mesmo ( Lula ) não recorreu ao TRF, pois esta tramitação e normal e legal, sem mesmo o réu precisar recorrer. És muito burro e ignorante pois não percebe que a direita fascista brasileira da qual o quatro patas faz parte, não quer deixar Lula concorrer a Presidência, pois se o mesmo for candidato já era.
    LULA 2018 seu Palhaço.

  • VAIAS PARA DEFENDER LULA meu caro amigo debiloide dê mais lidinha no texto sobre as corrupções de Moro não aparecem na mídia, pois a Globo e a Direita brasileira não deixam sair:

    Ou juiz libera todos os nomes do PSDB envolvidos em desvios, ou não cita ninguém.
    Magistrado responsável por audiências sobre corrupção na Petrobras deveria trabalhar para descobrir parlamentares tucanos envolvidos em esquemas e determinar envio do caso ao STF
    A exemplo de 2009, CPI que tem como tema a Petrobras caminha para desfecho sem resultados relevantes
    O braço direito de Alberto Youssef, Leonardo Meirelles, afirmou, em depoimento em Curitiba, que outros políticos do PSDB, além do ex-presidente do partido Sérgio Guerra, receberam propina da Petrobras pela mão do doleiro a que representa.
    Meirelles falou sobre envolvimento de políticos do PSDB em perguntas de seu advogado Haroldo Nater durante audiência com o juiz Sérgio Moro, responsável pelas audiências resultantes da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. Quando o advogado perguntou se outros partidos, além daqueles que ele já havia citado, foram beneficiados com desvios de dinheiro da estatal pelo grupo de Youssef, Leonardo Meirelles respondeu que acreditava que sim, e que sabia do envolvimento do PSDB.
    Ao ouvir o vídeo da gravação do depoimento, causa estranheza o fato de que exatamente quando o advogado pediu mais detalhes sobre quem seria esse político do PSDB do Paraná, um padrinho político local, o juiz interveio, ( Moro ) e de uma maneira até estranha. Moro disse algumas vezes que não precisaria identificar os personagens sobre os quais estava falando. Se Meirelles mencionasse o envolvimento de políticos com foro privilegiado, Moro teria de interromper o processo e mandar os autos para o Supremo Tribunal Federal (STF).
    Meirelles confirmou que presenciou uma conversa por telefone entre Youssef e Sérgio Guerra. O ex-senador estaria cobrando uma promessa não devidamente cumprida pelo doleiro.
    Em um dos depoimentos da delação premiada sobre o caso da Petrobras, o ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa disse que pagou R$ 10 milhões para Sérgio Guerra com o objetivo de esvaziar a CPI a respeito da empresa em 2009. A comissão, que começou de forma ruidosa para investigar supostas fraudes na construção da refinaria de Abreu e Lima, entre outras obras, terminou sem qualquer resultado concreto. Isso tudo com a intervenção do Juiz Moro ( caiu no esquecimento ).
    De quatro em quatro anos tem eleições, e é justamente nessas épocas que o PSDB faz CPI que atinge a Petrobras e o calendário eleitoral, sempre tentando jogar terra no PT.
    Em 2008 já havia a disputa judicial com a sócia Astra Oil pela refinaria de Pasadena, no Texas, que também está sendo citada agora. Ninguém na CPI de 2009 tocou no assunto. O caso tampouco despertou o interesse da velha imprensa, que somente este ano decidiu abordar a questão, e com alarde.
    Não se questiona a necessidade de qualquer órgão de Estado ou empresa estatal esclarecer dúvidas levantadas. Mas o que estamos vendo é um esforço dos principais telejornais em não informar pelo menos as partes que já foram esclarecidas pelo delator e, escondidas ,pelo juiz Moro. E se fossem nomes do partido de oposição ao PSDB, será que a imprensa também não teria tido interesse de descobrir estas identidades?
    Não se pode mencionar nomes de parlamentares tucanos pelo fato de se beneficiarem do foro privilegiado, como alegou o juiz Moro. No entanto, é no mínimo estranho que o mesmo juiz empenhado em combater desvios impeça que se dê nomes aos bois e deixe de enviar o processo para o Supremo Tribunal Federal (STF). Nomes para o STF só se for da turma do PT.
    A CPI de 2009, no ano anterior às eleições, deu em nada, pois a maioria dos envolvidos eram do partido do PSDB. E, agora, estamos descobrindo os motivos. A CPI desse ano, criada a seis meses das eleições, com parlamentares em campanha, ficando menos tempo em Brasília, levaria a algum resultado edificante? Até agora, não mostrou nenhum resultado, com provas concretas.
    Pelo que estamos assistindo, uma CPI, para a oposição do governo, virou instrumento de uso eleitoreiro e encobre interesses escusos, que aos poucos são revelados, encurralar o PT e Lula e fazer de tudo para não qualifica-lo para as eleições de 2018, por isso surge a Lava Jato e os nomes de Moro e Youssef, velhos conhecidos do caso Banestado, caso este que Yousseff foi condenado a mais de 35 anos e vários outros anos no caso da Lava Jato, mas só ficará preso dois anos e seis meses e com todo seu dinheiro em suas contas e talvez alguns trocado nas contas de Moro, o Juiz que condena sem provas mas com convicções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *