VEREADOR DIVIDE CELA COM BANDIDOS QUE DETEVE QUANDO ERA POLICIAL MILITAR

A notícia é do Diário do Poder:

vereador-arnóbioO vereador Arnóbio Gomes Fernandes (PSL-PB) teve negado o seu pedido de liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) solicitando transferência para um quartel ou para uma cela especial até o julgamento de seu habeas corpus impetrado no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O Ministério Público da Paraíba (MP-PB) denunciou o parlamentar por associação para o tráfico de drogas e crime organizado, sob acusação de que ele vendia armas para criminosos. Apesar dos fatos narrados nos autos serem de 2011, a prisão temporária só aconteceu em 2013.

Na ocasião, o vereador foi detido dentro da Câmara de Vereadores de Bayeux, através de mandado de prisão temporária que depois foi convertida em preventiva.

Consta nos autos que Arnóbio é um preso provisório em “cela comum no Presídio Sílvio Porto (para presos definitivos)” e “coabita com presos definitivos em presídio”, inclusive dois que teriam sido presos pelo próprio vereador na época em que ele era policial militar.

2 comentários

  • Savinho

    Esse ai pode preparar a vaselina ou lubrificante… Coitado dele hein! kkkkkk os presos vai fazer a festa.

  • REALISTA

    Já virou ¨marica¨ dentro da toca dos ratos.
    Vai lavar, passar, cozinhar e dormir cada noite com um preso da cela. Vão colocar até calcinha nele.
    Tem gente que brinca de ser poderoso(a) e um dia a casa cai. Leão vira gatinho.
    O que o diabo empresta com uma mão, cobra com as duas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *