MINERVA IZAR JALLES MORRE EM RIO PRETO

A idade de dona Minerva é um mistério, mas tudo indica que ela já tinha chegado aos 92 anos. Natural de Neves Paulista, ela se casou com o doutor Euphly Jalles em 1957 (ele com 55 anos e ela com cerca de 30) e ficou viúva oito anos depois, em 1965. A notícia é do Diário da Região:

Morreu na tarde desta quinta-feira, 9, no Hospital de Base de Rio Preto, a empresária e fundadora do Riopreto Shopping, Minerva Izar Jalles. Ela era mãe de Euphly, Francisco, Ana Cristina e Luiz Fernando, avó de sete netos e quatro bisnetos. O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, decretou luto oficial diante da importância de Minerva para a história da cidade. A família não divulgou a causa da morte, nem detalhes do velório e sepultamento.

Ainda jovem, Minerva ficou viúva do engenheiro Euphly Jalles, fundador do Diário da Região, na década de 1950, e, desde então, assumiu todos os negócios com os filhos ainda pequenos em uma época na qual poucas mulheres trabalhavam. Por isso sua energia presente na trajetória de sucesso comercial e empresarial é seu principal legado.

Com uma visão de vanguarda, Minerva foi fundadora do Riopreto Shopping, presidente da Jalemi Riopreto Shopping Center, Jalemi-Jalles Empreendimentos Imobiliários, Construjal Construções e Comércio, Publicenter Comunicação, Jade Administração e Imóveis RioPreto, Agropecuária Fazenda Jalles e outros empreendimentos, conselheira da Associação Comercial de 1920 a 1992, conselheira da Associação Brasileira de Shoppings Centers de 1988 a 1992, loteadora do Jardim Morumbi.

8 comentários

  • TIRIRICA

    E AI MORREU FOI TÃO ORGULHOSA COM TODOS E FILHA É IGUAL …LEVOU O QUE ??

  • Paulo

    Rico quando morre não leva nada,mas quanto vivo, leva um vidão oh! se leva

  • Fulano por ai

    Grande Merda, fez nada para Jales, preferiu morar em Rio Preto e construir o seu Imperio por la e ainda sugar Jales com a dívida da “Minerva”, grande empresária mesmo, do que adianta ser tão rica e quando morrer não levar nada? Jales era para ser uma grande cidade com muita industria e com shopping, ser cidade dos olhos de todos.

  • Osmair

    O Euphli morreu na década de 60

  • Mas viveu no bem bom por quase cem anos, fez acontecer, deixou obras que serviram a sociedade , enquanto tem gente que vive posando de simples e humilde mas não acrescenta nada nem no meio em que vive. A inveja matou Caim.

  • MARCO ANTONIO POLETTO

    ERRO:

    , conselheira da Associação Comercial de 1920 a 1992, ???????

  • Rapizodia

    Viveu uma vida inteira usufruindo das derivações de grilagem de terra do falecido. Foram os mau feitos dele que acabaram lhe custando a vida na loja Lojoba em Rio Preto ao confrontar o advogado Libero Lucchesi. O próprio advogado relatou para um conhecido meu, que os dois viviam se estranhando, pois o fundador estava perdendo ação contra outro grande grileiro de Araraquara tão poderoso quanto o Doutor. Segundo ele mesmo relatou, ao avistar o Fundador na mesma calçada, adentrou a loja, pois estava convalescendo de cirurgia, mas o Fundador o viu também e o alcançou na loja e começou a agredi-lo, o advogado caiu e vendo que o agressor iria atingi-lo com chutes, queimou uma bala. No processo ele foi inocentado por legítima defesa. Respeitamos as pessoas envolvidas direta e indiretamente nesta tragédia que finda com a morte dessa Senhora, mas não tenho nenhum apreço e nem me orgulha que minha cidade tenha sido fundada por este Senhor. Ah! Segundo eu sei ele perdeu mesmo o processo posteriormente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *