BIOGRAFIA GAY DE LAMPIÃO É AUTORIZADA PELA JUSTIÇA

Eu sempre achei meio estranha aquela intimidade toda entre o Virgulino e o Corisco. A notícia é do Diário Catarinense:

LAMPIÃOFinalmente foi liberada a publicação e venda da biografia gay de Lampião, O Mata Sete. A obra, escrita pelo juiz aposentado Pedro de Morais, estava proibida pela Justiça há três anos, tempo em que o processo movido por Vera Ferreira, neta do cangaceiro, tramitou.

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Sergipe liberou a comercialização da biografia com a seguinte justificativa:

— Não é demais repetir que, se a autora da ação sentiu-se ofendida com o conteúdo do livro, pode-se valer dos meios legais cabíveis. Porém, querer impedir o direito de livre expressão do autor da obra, no caso concreto, caracterizaria patente medida de censura, vedada por nossa Constituinte — afirmou o desembargador Cezário Siqueira Neto, relator do processo.

Ainda de acordo com informações do site, a neta de Virgulino Ferreira entrou com duas ações na Justiça, um por danos morais e outra impedindo o lançamento do livro, em outubro de 2012. Ela queria R$ 2 milhões de indenização. Pedro Morais comercializou o livro na 2ª Bienal de Salvador, em novembro de 2011.

O advogado de Vera, Wilson Winne de Oliva, irá recorrer da decisão no Supremo Tribunal Federal. Ele alega que o livro trata da intimidade de uma família, não da história.

A obra de Morais tem 306 páginas e ainda não tem data para ser lançada. O autor já tem 10 mil exemplares encomendados.

9 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *