HOMEM É MORTO EM RUA MOVIMENTADA DE JALES. É O SEGUNDO ASSASSINATO EM DOIS MESES

IMG-20141029-WA0002Jales – que não teve homicídios entre junho de 2012 e setembro de 2014 – teve hoje o segundo assassinato em menos de dois meses. A vítima seria um corretor conhecido pelo apelido de “João Crente”. Eis a notícia do Informa Mais:

Post Scriptum: A vítima se chama Benilson Salviano Bernardo, de 53 anos. Ele seria um corretor conhecido pelo apelido de “João Crente”, que morava atualmente em Aspásia, mas é natural da região norte do Brasil. A vítima tem passagens pela polícia. (com informações do Região Noroeste)

IMG-20141028-WA0003Outro homicídio foi registrado em Jales. O fato aconteceu na Rua 7 entre as ruas 10 e 8, no centro da cidade, por volta das 18h20m desta terça feira (28). Um homem foi vítima de vários disparos de arma de fogo, supostamente uma pistola calibre 480. A vítima foi encontrada morta na calçada da rua 7. O Corpo de Bombeiros e o SAMU de Jales tentaram socorrer a vítima mas ela morreu no local.

O Delegado Sebastião Biazi já está no local com a equipe de investigadores para colher depoimentos de possíveis testemunhas para tentar identificar o autor do crime. 

Segundo Homicídio em menos de sessenta dias

No dia 1 de setembro, o servente de pedreiro Silvano Matos Soares de 32 anos foi alvejado com dois tiros e morreu antes de dar entrada na Santa Casa de Jales, após socorro prestado pelo Corpo de Bombeiros. Os tiros atingiram uma das mãos da vítima e o maxilar. O autor do disparo estava em uma motocicleta (Burgman) e segundo testemunhas parou a moto, fez os disparos que mataram Silvano.

O autor dos disparos LCR, que é comerciante (restaurante) se entregou à polícia na semana seguinte.

17 comentários

  • Roberto

    A POLICIA TEM QUE DAR MAIS BATIDAS NA PRAÇA DO JACARÉ,
    É O DIA TODO, CHEIO DE HOMENS SEM FAZER NADA.

    TEM QUE ACABAR COM AS VARIAS RODINHA NO MEIO DA PRAÇA.

    A PRAÇA NÃO PODE SER LUGAR PARA JOGOS E REUNIÃO.

    TEM QUE TER UM FIM PARA ACABAR COM OS BANDIDOS E ROLOS ENTRE ESSES CORRETORES SO DA PROBLEMAS PARA CIDADE.

  • Roberto

    MAIS UM DIA de cão para CIDADE, SERÁ QUE JALES VAI ENTRAR NA LISTA DE CIDADE PERIGOSA PARA MORAR?
    DO JEITO QUE VAI INDO TEREMOS QUE MUDAR DE CIDADE.

    JALES NÃO PODE VIRAR UMA TERRA SEM LEI, ME AJUDA AIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!

  • Roberto

    MEU AMIGO NÃO TENHA MEDO DE POSTAR MEUS COMENTARIOS

  • Eduardo.

    Não tem que acabar com rodinhas no meio da praça. Não tem e nem pode. Aff… Com base em que lei a PM faria uma idiotice destas? Claro que é necessário policiamento para impedir crimes, mas ninguém pode ser obrigado a nada a não ser por motivo de lei.

  • Tá lá o corpo estendido no chão/ – E o morto já tava conformado,Pro seu Santo,não era qualquer um.Um mix de duas músicas,que retrata muito bem a violência urbana.Pena que esta violência,está chegando nas menores cidades do País.

  • Anonimus

    Me diga onde anda a policia, que só sabe andar de carro pra la e pra cá, gastando a nossa gasolina. paga pelos cidadãos.
    A praça do Jacaré(que não tem Jacaré) se tornou um ponto de venda de drogas, em plena luz do dia homens vadios circulam e vendem livremente invólucros de entorpecentes. Quando é que a PM vai dar m basta nisso?

  • Thiago

    Nada é tão ruim que não possa piorar.

  • Abraham Lincoln

    Meu Deus, quanta ignorância em um número tão reduzido de pessoas. Será que dois homicídios ao longo de dois anos é algo tão alarmante. Desde 2010, ano em que tivemos em Jales 4 homicídios, a ocorrência de crimes desta natureza caiu vertiginosamente, tanto que não os registrávamos desde 2012, como relatou o blogueiro vermelho da estrela solitária. Os crimes ocorridos na cidade são pontuais, não resultam de latrocínios ou guerra de facções criminosas, como ocorre nas cidades mais violentas do país que, ai sim, causam preocupação. O último homicídio já foi desvendado pela polícia e o acusado já se encontra à disposição da justiça. Será que os autores de alguns comentários querem um policial para cada morador, andando ao lado dos munícipes como sentinelas. Mesmo que a S.W.A.T. ou os SEAL’s fizessem o policiamento desta pacata cidade, ambos os assassinatos recentes teriam ocorrido, pois foram perpetrados de forma súbita e não foram conseqüência de uma onda de violência crescente que, se houvesse, encontraria resistência mais robusta do poder público. Por gentileza, poupem seus dedos, não façam comentários ignorantes.

  • jales buraco sp

    Boa Abraham Lincoln !!!!

  • anonimo

    Olha ninguem tem direito de tirar a vida de ninguem,porém esses dois que se foram não valiam o,feijao que comia.

  • Bart Simpson

    Na década de 1970, um tal de Dr. Paulo Delegado, com base numa lei que proibia Vadiagem, acabou com os trambiqueiros da Av. Francisco Jalles, todo mundo de carteira registrada como Pedreiro

    • anônimo

      Prezado filho do Homer: na década de 70 vivíamos sob uma ditadura militar, um regime de exceção… não podemos fazer essas comparações absurdas… todos têm direito de ir e vir quando quiserem e como quiserem, desde que não prejudiquem aos demais… democracia, liberdade, entende?

  • Vejo Tudo

    Esse cara era golpista… o negócio dele era passar a perna e vai lá se saber oque levou a morte?
    Não desejo isso para nenhum ser humano, mas pensa bem:
    – O que um cara desse andou fazendo para ter esse fim? Deus que tenha perdão de sua alma, mas creio que boa coisa não foi…

  • ANTONIO PADIAR VICENTE

    EU NACI EM JALES 1948 .ME MUDEI EM 1968 PARA SANTO ANDRE ,NUNCA OUVI FALAR DE DROGA OU CRIME NESTA CIDADE .ESPERO QUE JALES QUE EU NAO ESQUECI E AMO MUITO CONTINUE SENDO SEGURA E MARAVILHOSA COMO NOS BONS TEMPO QUE MOREI AI.MEU APELIDO ERA BITINHO EMEUS IRMAOS ERA CHAMADO DE IRMAOS METRALHA FUI ENGRAXATE E TRABALHEI NA DROGAJALES ATE MEUS 20 ANOS ABRAÇO

Deixe uma resposta para jales buraco sp Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *