Categoria: Cidade

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, 27, o principal destaque é a premiação recebida por nossa bem organizada e pacata urbe, por conta de suas bem cuidadas ruas e avenidas e dos eficientes serviços oferecidos à população. A matéria explica que, entre as cidades com população entre 30 mil e 100 mil, Jales foi a vencedora do Prêmio Band Cidades Excelentes, na categoria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana. A festa de premiação em Brasília foi um grande espetáculo e contou com presença de autoridades dos três poderes, incluindo o vice-presidente da República, Hamilton Mourão. Jales superou, sabe-se lá como, outras duas concorrentes: a paranaense Cianorte e a catarinense Timbó. Entre as cidades com mais de 100 mil habitantes, a vencedora da categoria foi Americana(SP).

Destaque, igualmente, para a Carreata da Mulher, organizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e realizada na manhã da quinta-feira, 25 de novembro, quando foi comemorado o Dia Internacional de Luta Contra a Violência à Mulher. A carreata percorreu ruas e avenidas da cidade e foi encerrada na Praça “João Mariano de Freitas”, onde aconteceu um pedágio educativo e social com a entrega de panfletos de orientações e conscientização dos tipos de violência sofridas pela mulher em seu cotidiano. As atividades da Secretaria de Desenvolvimento Social, comandada pela ex-vereadora Pérola Cardoso, incluíram também um ciclo de palestras abordando o tema da violência contra a mulher.

Na coluna FolhaGeral, o eloquente redator-chefe Roberto Carvalho, o Pestinha, comenta a frustração de alguns tucanos de Jales, que se inscreveram para as prévias do PSDB em que seria escolhido o candidato do partido à presidência da República, nas eleições de 2022. Como se sabe, a escolha foi suspensa, mas, para Roberto, o maior problema do PSDB não é o aplicativo da votação, que falhou, mas o modo como a direção nacional do partido conduz o processo, correndo o risco de escolher um candidato sem a imagem esperada pelo eleitorado brasileiro. O colunista comenta também a atuação dos vereadores de Jales, que levaram apenas 47 segundos para aprovar um projeto que autoriza o prefeito a vender bens imóveis do município.

PROGRAMAÇÃO DE NATAL É INAUGURADA EM JALES COM CHEGADA DO PAPAI NOEL E SHOW DA BANDA JAFFERSON

O bom velhinho veio ao lugar certo. Por aqui ainda tem muita gente que acredita em Papai Noel, Mula sem cabeça, Saci-pererê, Boto cor-de-rosa e até no Bolsonaro. A notícia é da Secretaria de Comunicação: 

A abertura do “Natal, Tempo de Esperança de Jales”, preparado pela Prefeitura Municipal e Associação Comercial e Industrial de Jales (ACIJ), foi realizada como jamais visto antes, com a presença do prefeito Luis Henrique, da primeira-dama Alziane Rossafa Moreira, da vice Marynilda Cavenaghi, vereadores, secretários municipais e milhares de pessoas na noite da quinta-feira, dia 25.

O evento realizado no palco montado na Avenida Francisco Jalles, no cruzamento com a Rua 8, contou com a chegada do Papai Noel e o grande show da Banda Jafferson. As famílias também conferiram de perto a magia e o encanto das luzes e dos enfeites que decoram a Praça João Mariano de Freitas.

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Carlão Pignatari também prestigiou a cerimônia, acompanhado da esposa Marli. Ele parabenizou o prefeito Luis Henrique, dizendo que “Jales está promovendo uma festa diferente esse ano, para as famílias, proporcionando às pessoas a alegria do clima natalino. É com essa união que vamos construindo uma cidade melhor para todos”, destacou o deputado.

Ao final da cerimônia, o público assistiu a um vídeo com toda a programação esportiva e cultural com programação em diversos locais da cidade e acompanhou a tão esperada chegada do Papai Noel, que atravessou a avenida em um bug vermelho até o palco da festa, onde as famílias e crianças o aguardavam ansiosos.

Para fechar a noite com chave de ouro, a Banda Jafferson cantou e encantou o público com uma superprodução musical, estrutura e repertório de primeira e dezenas de bailarinos e figurinos.

É HOJE! ADVOGADOS DA REGIÃO ESCOLHEM NOVOS DIRETORES DA OAB/JALES

Com informações do Jornal de Jales:

Nesta quinta-feira, dia 25, os advogados irão às urnas no Estado de São Paulo para escolha das novas diretorias da OAB em nível estadual e das Subseções.

Concorrem ao comando da OAB/SP o atual presidente Caio Augusto dos Santos Silva, candidato à reeleição, Patrícia Vanzolini, Mário Oliveira Filho, Dora Cavalcanti e Alfredo Scaff.

Em Jales, a disputa será entre a chapa “Juntos pela Advocacia”, liderada por Ricardo Hentz Ramos – que apoia a reeleição de Caio e, por extensão, do secretário-geral Aislan de Queiroga Trigo – e a chapa “Convergência e Independência”, presidida por Edson “Jack” Francisco da Silva, apoiadora de Patrícia.

JORNAL DE JALES: MINISTÉRIO PÚBLICO VAI INVESTIGAR DENÚNCIA DE EX-PREFEITO PARINI SOBRE VENDA DE IMÓVEIS DA PREFEITURA

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cuja principal manchete destaca o caso de suicídio ocorrido em um motel da cidade, na quarta-feira, 17. A matéria informa que a Polícia Civil está aguardando o resultado da perícia para iniciar a investigação sobre o suicídio do professor Robson Furini Moro, de 33 anos, que deixou uma mensagem-testamento em uma página do Facebook, criada por ele em agosto, na qual explica detalhadamente a amigos e familiares as razões que o levaram a cometer o gesto extremo. Em um dos trechos mais impactantes da mensagem, Robson diz a amigos e familiares que a decisão de por fim à vida tinha sido tomada há três meses.

O jornal está destacando, também, a iniciativa do ex-prefeito e estudante de Direito, Humberto Parini, que está questionando a autorização dada pela Câmara para que a Prefeitura venda 13 imóveis públicos, entre eles terrenos com finalidades específicas como área de lazer, área verde e área institucional. Em mensagem enviada ao Ministério Público, Parini diz que tal ação administrativa está na contramão da história. “A humanidade está precisando, mais do que nunca, de áreas verdes e de lazer”, afirma o ex-prefeito. O promotor de Justiça Eduardo Shintani, determinou a abertura de  inquérito civil para apurar a denúncia.

As duas chapas que estão concorrendo na eleição para escolha da diretoria da OAB de Jales, marcada para a próxima quinta-feira, 25;  a reinauguração da unidade de Jales da “MagraSS”, agora sob a direção da empresária Elaine de Oliveira; o lançamento do primeiro single do cantor e compositor jalesense João Saad; as atividades para o fim de ano, programadas pela Prefeitura e a ACIJ; o artigo da professora Ayne Regina Salviano, sobre o “Enem da desesperança”; e a XIV Jornada de Iniciação Científica da Unijales, realizada nos dias 11 e 12 de novembro, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior destaca a atuação do advogado jalesense Rafael Cezar dos Santos, que conseguiu reverter no Tribunal de Justiça a condenação por improbidade administrativa do ex-prefeito de Nipoã, Luciano Cezar Scalon. Acusado pelo Ministério por gastos excessivos de combustível, Scalon tinha sido condenado na primeira instância a devolver R$ 111,2 mil aos cofres públicos. Rafael, que é filho dos ex-bancários Percival César dos Santos (Mercantil) e Nadir Mazete dos Santos (Banco do Brasil), tem escritório em São Paulo, onde atua também outro jalesense, Carlos Eduardo Gomes Callado, o Cadinho.

PROGRAMAÇÃO DE NATAL COMEÇA COM EVENTO ESPORTIVO NA MANHÃ DESSE DOMINGO

A abertura oficial da programação de Natal organizada pela Prefeitura de Jales está marcada para a quinta-feira, 25, com um show da Banda Jafferson em palco que será montado no cruzamento da Avenida “Francisco Jalles” com a Rua Oito, no centro comercial da cidade.

Antes porém da abertura oficial, teremos um pré-aquecimento nesse domingo, 21, quando vai acontecer uma manhã de atividades esportivas e recreativas marcada para a esquina da Avenida “Jânio Quadros” com a Rua Oito.

O evento, que foi batizado de “Rua de Lazer” está sendo organizado pelo Secretaria de Esportes, em parceria com a UNIJALES e a Inspetoria Regional de Esporte e Lazer (IREL)

Segundo o secretário municipal de Esportes, Wilter Guerzoni, o evento terá uma série de modalidades esportivas e atividades recreativas para crianças, jovens e adultos, tudo reunido em um só lugar.

Vôlei de praia, futebol de areia, disputas de dama e xadrez e jogos de pebolim são algumas das atividades programadas, além de demonstrações de judô, capoeira e karatê.

A organização do evento marcou o início das atividades para as 08:00 horas da manhã desse domingo, enquanto o encerramento está previsto para as 11:00 horas.

A TRIBUNA: COMERCIANTES DE JALES ESTÃO OTIMISTAS COM RELAÇÃO ÀS VENDAS DA “BLACK FRIDAY” NA PRÓXIMA SEXTA-FEIRA

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca duas promessas do prefeito Luís Henrique Moreira para 2022. Em entrevista coletiva no lançamento da programação de Natal, o prefeito frisou que é preciso recuperar as tradições populares perdidas ao longo do tempo e anunciou novidades relativas à mais tradicional festa da cidade, a nossa Feira Agrícola, Comercial, Industrial e Pecuária, conhecida pelos íntimos como Facip. A reportagem do jornal apurou que as articulações em torno da reativação da Facip, extinta na administração do ex-prefeito Flá Prandi, estão bastante adiantadas, faltando apenas a decisão sobre o local onde será realizada.

Destaque, também, para as expectativas da Associação Comercial para as vendas da Black Friday, a famosa sexta de descontos e promoções do comércio que, neste ano, está marcada para a próxima sexta-feira, 26. A previsão da ACIJ para a data é bastante otimista, já que ela espera um movimento 17% maior do que ocorreu em 2020. Os lojistas da cidade, animados com a possibilidade de faturar, afirmam que o período da Black Friday já é o segundo maior volume de vendas do ano. Por conta disso, o comércio ficará aberto até mais tarde na sexta-feira (até as 22 horas) e no sábado (16 horas).

A ação ajuizada pelo Ministério Público de Santa Fé do Sul visando o ressarcimento dos investidores lesados pela pirâmide financeira da B&G Cred; o processo administrativo aberto para apurar responsabilidades no caso de estelionato ocorrido no “IPASM”; a programação esportiva e cultural da Prefeitura para este final de ano, que começa no dia 25/11; a estatística das mortes ocorridas em Jales, que, em 2021, já superou em 33,95% os óbitos de 2019, quando ainda não tinha covid; e o caso de uma mulher de Jales, que foi presa pela polícia depois de esfaquear a companheira com quem vivia, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, destaque para a resposta que a Prefeitura enviou aos vereadores Ricardo Gouveia(PP), Bruno de Paula(PSDB) e Andrea Moreto (PODE) a respeito da reforma das problemáticas casas do conjunto habitacional “Honório Amadeu”. Procurados por moradores do conjunto, os três vereadores questionaram a Prefeitura e, segundo a resposta, as reformas só poderão começar depois do trânsito em julgado da sentença da Justiça de Jales, que condenou a empresa Tecnicon a resolver os problemas das casas. A boa notícia é que o trânsito em julgado não deverá demorar muito, uma vez que a empresa, totalmente “quebrada”, nem está se defendendo no processo que corre na Justiça.

DE VOLTA AOS BURACOS

As fotos mostram alguns trechos da Avenida “Lourival de Souza”, que começa no Arapuã e leva aos bairros “Maria Gabriela”, Vila Mariana, “João Colodetti”, “Pedro Nogueira”, Alvorada, Nova Jales I e Nova Jales II. Como se vê, a situação não é das melhores.

Na sessão da Câmara da próxima segunda-feira, 22, o eficiente secretário Rivelino Rodrigues(PP) irá ler pelo menos sete indicações dos nossos nobres vereadores, pedindo ao prefeito para tapar buracos em vários pontos da cidade e até na rodovia “Osório Donda”, a ex-Estrada do Café. Nenhum dos pedidos inclui a “Lourival de Souza”.

Ressalte-se, a bem da verdade, que os buracos dessa avenida são tapados quase todos os anos, mas, basta começar a temporada de chuvas para eles reapareceram cada vez mais robustos. Talvez fosse o caso de se tomar uma medida menos paliativa e mais duradoura.

Em tempo: Rivelino irá ler, também, uma moção de pesar de autoria do vereador Ricardo Gouveia(PP), endereçada à família da falecida cantora e compositora Marília Mendonça. Segundo Gouveia, as canções de Marília muito contribuíram para o empoderamento feminino.

“Suas canções, colocando sempre a mulher como protagonista de sua própria história, eram um diferencial. Era a mulher forte, que colocava fim num relacionamento abusivo; a amiga que aconselhava a outra a ter amor próprio; a traída e abandonada que dava a volta por cima, aquela que tinha autoestima para dar e vender. E a maioria das letras, baseada em histórias de vida, gerava tanta identificação que o sucesso era imediato”, ressaltou o vereador. 

A PEDIDO DO EX-PREFEITO PARINI, MINISTÉRIO PÚBLICO ABRE INQUÉRITO PARA INVESTIGAR VENDA DE IMÓVEIS DA PREFEITURA

O site do Ministério Público Estadual publicou, na quarta-feira, 17, a abertura de um inquérito civil com base em uma representação do ex-prefeito Humberto Parini contra a Prefeitura de Jales. Não foi possível, por enquanto, saber qual seria, oficialmente, a reclamação do ex-prefeito em desfavor do município.

Extraoficialmente, no entanto, um leitor deste modesto blog mandou recado garantindo que o ex-prefeito teria denunciado irregularidades na licitação aberta pela Prefeitura para a venda de 13 imóveis da municipalidade, avaliados em R$ 16,8 milhões.

Consta que Parini teria levado ao conhecimento do Ministério Público, que pelo menos dois dos imóveis colocados à venda, ambos localizados no bairro Monte Líbano, seriam terrenos doados pelo loteador para funcionar como área de lazer e área verde.

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, o principal destaque, como se pode ver ao lado, são as estimativas otimistas da Associação Comercial e Industrial de Jales (ACIJ) com relação ao aumento das vendas do comércio durante a Black Friday. A ACIJ prevê que o movimento no comércio, que ficará aberto até as 22 horas na sexta-feira, 26, deverá ter um crescimento de 17% na comparação com o movimento de 2020. A Black Friday, uma invenção americana para incentivar os consumidores a gastar seu rico dinheirinho, já é considerada pelos lojistas a segunda melhor data do ano no quesito volume de vendas. Além das promoções e dos descontos, a sexta-feira terá mais um importante atrativo: a chegada do Papai Noel, que irá se instalar em uma casinha montada na Praça do Jacaré.

O jornal está destacando, também, a visita que a candidata à presidência da OAB estadual, Patrícia Vanzolini, fez a Jales no sábado passado, 13. Advogada criminalista e professora de Direito, Patrícia – que nasceu no Chile, onde seus pais estavam exilados durante o regime militar – passou por nossa pacata urbe para oficializar seu apoio à chapa “Convergência e Independência”, liderada pelo advogado e ex-craque de futebol e basquete, Edson Francisco da Silva, o Jack, que concorre à presidência da subseção da OAB de Jales. O jornal não disse, mas, curiosamente, três dias depois de passar por Jales, Patrícia foi diagnosticada com a Covid-19. No estado de São Paulo, as eleições da OAB acontecem na próxima quinta-feira, 25 de novembro.

Na coluna FolhaGeral, o resiliente redator-chefe Roberto Carvalho, o Pestinha, que, a exemplo do Jack, já desfilou seu talento futebolístico no estádio municipal “Roberto Valle Rolemberg”, atuando pelo CAJ, comenta um suposto projeto de reformas das nossas praças esportivas e afirma esperar que o “Robertão”, chamado pelo colunista de “Jurassic Park”, não esteja na lista de reformas. Segundo Roberto, não compensa colocar dinheiro na recuperação do nosso velho estádio. Como já fez em outras ocasiões, o infatigável colunista reafirma que a área urbana onde está localizado o “Robertão” deveria ser bem vendida ou utilizada com “um bom propósito público”.

NA UPA DE JALES, CORPO ESTRANHO É ESQUECIDO DENTRO DE PACIENTE. EM RIO PRETO, TESTÍCULO DE APOSENTADO É RETIRADO POR ENGANO

Um morador do Jardim América protocolou no Fórum de Jales uma ação de indenização por danos morais e estéticos contra a Prefeitura de Jales e o Consórcio Intermunicipal de Saúde (Consirj), por conta de uma cirurgia aparentemente mal sucedida, realizada na UPA.

A alegação é de erro médico. A equipe médica da UPA que atendeu o morador após um acidente de trânsito teria esquecido um corpo estranho no paciente, que passou por um procedimento em uma das mãos. A mão do rapaz, que é mecânico, ficou visivelmente deformada e agora ele terá que passar por outra cirurgia para remoção do corpo estranho, dessa vez no AME.

O rapaz está pedindo R$ 50 mil de indenização por danos morais e mais R$ 20 mil por danos estéticos. 

Coisa pior aconteceu em São José do Rio Preto, onde um aposentado, de 71 anos, está processando Hospital de Base com uma ação de danos morais em que pede uma indenização no valor de R$ 120 mil.

Segundo o Diário da Região, o idoso foi internado no HB para a remoção de uma hérnia inguinal, mas a equipe médica do hospital, aparentemente por engano, retirou um dos testículos do paciente, que só deu pela falta do acessório depois do fato consumado. 

1 2 3 562