Arquivos mensais: outubro 2021

JORNAL DE JALES: LEILÃO DE GADO EM PROL DA SANTA CASA ARRECADOU R$ 209 MIL

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cujo principal destaque é vinda do governador em exercício, Carlão Pignatari, a Jales, onde ele reinaugurou o Centro Cultural e o Terminal Rodoviário, ambos repaginados com recursos repassados pelo governo estadual. A matéria diz que o governador de plantão veio acompanhado do secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn e do deputado federal Geninho Zuliani, para encontro com prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças comunitárias. Em seu discurso, Carlão anunciou a destinação de novas verbas, entre as quais R$ 1 milhão para a Santa Casa de Jales e R$ 2 milhões para a reforma do Ginásio de Esportes.

O jornal está destacando, também, a participação do secretário estadual de Agricultura, Itamar Borges, na Expo Dubai, com o objetivo de divulgar o agronegócio paulista. A Expo termina neste domingo, 31, mas já faz alguns dias que uma comitiva paulista, liderada pelo governador João Doria, está por lá estabelecendo contatos com lideranças do mundo inteiro. Um dos espaços mais concorridos da Expo, que reúne representações de 190 países e recebe cerca de 25 milhões de visitantes, foi o Pavilhão Brasil. O bigodudo garantiu a seus interlocutores que “o agronegócio em São Paulo faz a diferença não só na produção, mas também na logística”.

O ex-aluno da Etec Jales que está se destacando na produção de Crisântemos e Calandivas; o pedido da vereadora Andrea Moreto(Pode) encaminhado à deputada Analice Fernandes(PSDB); a solidariedade das mulheres do projeto Amigas do Peito, que doou alimentos e lacres ao Hospital de Amor; as melhorias feitas pela Prefeitura nos dois cemitérios de Jales, para atender os visitantes no Dia de Finados; o resultado do leilão de gado realizado na semana passada em prol da Santa Casa de Jales; e a opinião do deputado petista que esteve em Jales e garantiu que a agroecologia é a solução para baixar preços e acabar com a fome, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior, com sua prodigiosa memória, lembra que o Centro Cultural “Dr.Edílio Ridolfo”, reinaugurado pelo governador em exercício Carlão Pignatari, na sexta-feira, 29, foi inaugurado no governo Luiz Antonio Fleury em 1992, mesmo ano do massacre do Carandiru, no tempo em que o secretário de Cultura era Adílson Monteiro Alves, pai do atual presidente do Corinthians. Deonel ressaltou que Adílson passou para a história do futebol brasileiro ao estimular, na condição de diretor de futebol do Timão, o movimento “Democracia Corintiana”, liderado pelos jogadores Sócrates, Casagrande e Vladimir.

Obs.: A construção do Centro Cultural começou no 1º mandato do ex-prefeito José Antonio Caparroz (1977-1983) e ficou parada durante os seis anos da administração Valentim Paulo Viola (1983-1988), sendo retomada no 2º mandato de Caparroz (1989-1992).

SEIS MÚSICAS CENSURADAS PELA DITADURA MILITAR

No interessante vídeo abaixo, Júnior Lima e Bruno Bock, os dois rapazes da foto acima, falam sobre seis músicas que foram censuradas pela ditadura militar.

Júnior Lima, vocês sabem, é o filho roqueiro do Xororó e irmão da delicada Sandy. E o Bruno Bock é um youtuber que, segundo as revistas de fofoca, teria trocado beijos com a Suzane Von Richthofen, quando ambos eram adolescentes.

A censura do regime militar usou sua tesoura em mais de 500 músicas, mas, de vez em quando, se mostrava um tanto distraída. Os censores não conseguiram ver, em princípio, nada demais em “Apesar de Você”, do Chico, e só foram perceber que se tratava de uma música de protesto depois que ela tinha virado sucesso no rádio e um jornal comentou que os versos se referiam ao general Médici.

Da mesma forma, os censores não perceberam que “Pesadelo”, do Maurício Tapajós e do Paulo César Pinheiro, era uma música contestadora e a liberaram sem cortes. Um dos versos dessa música – “você corta um verso, eu escrevo outro…” fazia clara referência à censura e, há uns três ou quatro anos, virou nome de um show do MPB4, em que o grupo canta músicas censuradas.

Em compensação, outra música do Paulo César Pinheiro – “Cordilheira” – composta com a Sueli Costa para um disco do Erasmo Carlos, foi censurada sem que os censores dessem alguma explicação. Essa música – que é uma das preferidas do amigo Niltinho Suetugo – foi gravada posteriormente pela Simone.

Mas, vamos ao vídeo:

    

A TRIBUNA: ADVOGADO DIZ TER SE SENTIDO OFENDIDO POR MATÉRIA SOBRE GOLPE APLICADO NO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE JALES

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete, como se vê, diz que “governador faz o maior anúncio de obras da história de Jales”. A matéria explica que, depois de muitos anos, uma grande comitiva do governo estadual, liderada pelo governador em exercício, Carlão Pignatari, esteve em Jales para inaugurar obras, anunciar outras e assinar convênios. Durante o evento, foi anunciada farta liberação de recursos, “a maior da história do município”, diz a notícia. Foram liberados R$ 3,5 milhões para revitalização da avenida “Paulo Marcondes”, R$ 2 milhões para reforma do Ginásio de Esportes, entre outras liberações.

O jornal está publicando, também, o direito de resposta do procurador jurídico do Instituto Municipal de Previdência (IMPSJ), Igor Santos Pimentel, que se sentiu ofendido por matéria publicada na edição de domingo passado, 24. Ele alega que seu nome teria sido citado de forma pejorativa em matéria com a manchete “Após três anos, golpe no IPASM pode prescrever sem punir ninguém”, que trata de um golpe sofrido pelo Instituto em 2018, no qual criminosos tiveram acesso à conta bancária (e a senha) junto ao banco Santander e realizaram transações financeiras que causaram prejuízos aos cofres da autarquia. O jornal, em “nota da redação”, rebateu os argumentos do advogado.

A decoração natalina deste ano, que já está funcionando em algumas ruas e avenidas da cidade; o aumento da pena do servidor municipal Ricardo Junqueira e a informação de que, além dele, outro candidato a vereador em 2018 estava na mira da polícia; as providências da Prefeitura de Jales para o Dia de Finados nos dois cemitérios municipais; o leilão de gado realizado na semana passada em prol da Santa Casa, que fechou com saldo positivo de R$ 209 mil; e os pontos facultativos decretados pelo prefeito Luís Henrique, que deixarão as repartições públicas municipais fechadas por cinco dias consecutivos, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, a informação de que a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou o envio à Procuradoria Geral da República (PGR) de algumas ações penais que tramitam na Justiça Federal de Jales, a fim de que o procurador Augusto Aras ou algum subprocurador dê sua opinião sobre uma investigação aberta em relação ao deputado federal Fausto Pinato(PP). O deputado está encrencado por conta da Operação Vagatomia, deflagrada pela Polícia Federal de Jales em setembro de 2019, que descobriu fraudes envolvendo venda de vagas no curso de medicina da UniBrasil, de Fernandópolis. A polícia encontrou e-mails com lista de estudantes que teriam sido indicados pelo deputado para serem admitidos no curso da UniBrasil.

INDÚSTRIA É O SETOR QUE MAIS GEROU EMPREGOS EM SETEMBRO EM JALES

A notícia é da assessoria de imprensa da ACIJ:

O setor industrial foi o que mais contratou funcionários com carteira assinada no mês de setembro em Jales. É o que mostra os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Governo Federal, divulgado nesta semana pelo Ministério do Trabalho.

De acordo com o levantamento, Jales registrou, no geral, 365 admissões e 307 desligamentos, um saldo positivo de 58 novos empregos formais criados. Desses 58, 33 foram em indústrias da cidade. Ao todo, o setor industrial contratou 109 pessoas, mas também dispensou 76, por isso o saldo foi de 33.

Outras áreas também aparecem com saldo positivo. No setor de serviços, foram 94 contratações e 80 desligamentos, resultando em 14 vagas criadas. Já no comércio, foram 156 admissões e 147 demissões, com saldo positivo de nove vagas.

A construção civil ficou responsável por três novos postos de trabalho, já que seis pessoas foram contratadas e outras três demitidas. Agropecuária foi o único setor que não contratou, mas uma pessoa foi dispensada.

Acumulado do ano:

Com os números de setembro, Jales encerrou o terceiro trimestre do ano com bom desempenho. Entre janeiro e setembro, 337 postos de trabalho foram abertos na cidade, resultado das 2.757 contratações e 2.420 demissões em carteira.

No mesmo período do ano passado, Jales demitiu mais do que contratou. Nos nove primeiros meses de 2020, o município admitiu 2.221 pessoas, mas 2.231 foram dispensadas, restando um saldo de 10 vagas fechadas. 

GASOLINA SOBE 3,1% NOS POSTOS E CHEGA A QUASE R$ 8,00 NO RIO GRANDE DO SUL

Deu no portal Metrópoles:

A pesquisa semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) mostra que o preço médio da gasolina subiu 3,1% nas bombas esta semana e já há postos vendendo o produto por R$ 7,889 em Bagé (RS).

De acordo com a agência, o preço médio do combustível no país chegou a R$ 6,562 por litro (em Jales, o preço médio é de R$ 6,49), reflexo de repasses do último reajuste promovido pela Petrobras, de 7%, na terça-feira (26/10).

Também reajustado na segunda, em 9,1%, o preço do diesel subiu 4,5% nos postos brasileiros esta semana, chegando a uma média de R$ 5,211 por litro. A pesquisa da ANP detectou o maior valor do diesel em Cruzeiro do Sul (AC), onde o produto foi encontrado a R$ 6,420 por litro.

Com a escalada dos preços do diesel, sindicatos ligados a caminhoneiros autônomos prometem uma paralisação nacional nesta segunda (1º/11).

A pesquisa da ANP detectou também aumentos nos preços do etanol hidratado, que subiu 3,9% na semana, para R$ 5,066; Já o preço do botijão de gás se manteve praticamente estável, fechando a semana em R$ 102,04.

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, destaque para a visita que o governador em exercício, Carlão Pignatari, fez a Jales nessa sexta-feira, 29, quando entregou as obras de repaginação do Teatro Municipal. Carlão assumiu o governo em virtude de viagens do titular, João Doria, e do vice Rodrigo Garcia, ao exterior. Durante a cordial visita, o governador em exercício anunciou o início das obras em quatro estradas que passam pelos municípios de Três Fronteiras, Santana da Ponte Pensa, Palmeira D’Oeste, Aparecida D’Oeste, Pereira Barreto e Suzanápolis. Carlão anunciou, também, a liberação de R$ 1 milhão para a Santa Casa de Jales, R$ 2 milhões para reforma do Ginásio Municipal de Esportes, e mais R$ 790 mil para construção de unidade da Casa da Juventude em Jales.

O jornal está destacando, também, a decoração natalina de Jales que já está sendo instalada. De acordo com a matéria, “a magia do Natal começou a invadir as ruas e avenidas de Jales”, distribuindo cores, brilho e encanto na área central da cidade. Além da área central, a decoração inclui outros pontos como o Portal de Entrada, as rotatórias das avenidas do Hospital de Amor, do JACB, da Vila União, do Jardim Aeroporto e as praças da Rodoviária e do Comboio. Batizada com o nome de “Tempo de Esperança”, a decoração natalina terá como grande novidade uma máquina de neve que será instalada no coreto da praça “João Mariano de Freitas”, que também será transformado em casa do Papai Noel.

Na coluna FolhaGeral, o obstinado redator-chefe Roberto Carvalho, o Pestinha, garante que as mudanças promovidas pelo governador João Doria e os deputados estaduais na previdência estadual paulista – encolhendo a aposentadoria dos inativos e causando perdas aos servidores da ativa, incluindo os professores – não irão cair no esquecimento. Segundo Roberto, o governador – que não irá disputar a reeleição – e os deputados que votaram a favor das mudanças, muitos deles em primeiro mandato, caíram em desgraça com os servidores inativos e também com aqueles que ainda estão na ativa. Para o colunista, as eleições de 2022 serão a hora da verdade.

CASAGRANDE DIZ QUE MAURÍCIO SOUZA É COVARDE E MAU-CARÁTER

Deu no portal da Fórum:

O ex-jogador e comentarista esportivo Walter Casagrande foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta sexta-feira (29), ao não medir palavras e ir pra cima do jogador de vôlei Maurício Souzademitido pelo Minas Tênis Clube, n

a quarta-feira (27), após fazer postagem homofóbica.

Casão lembrou, durante o programa Seleção SporTV, do episódio em que o jogador teria insinuado que ele era “satanista”, e chamou Maurício de “mau-caráter”.

“É crime. É covardia. E é mau-caratismo. Principalmente e especificamente o Maurício Souza. E eu estou falando com propriedade, porque ele foi mau-caráter comigo. Então, para mim, ele é mau-caráter”, afirmou.

O comentarista ainda deu detalhes sobre a polêmica vivida com o jogador:

“Em 2018, antes das eleições, eu comecei a criticar (o presidente Jair Bolsonaro), a me posicionar sobre isso, e em determinado momento, eu fui dar uma entrevista longa numa rádio, onde eu contei minha história a todos, e o senhor presidente Jair Bolsonaro, que também é covarde e mentiroso, fez um recorte da minha entrevista, que poderia mostrar para as pessoas que eu era um satanista. Beleza. Passou. Dei uma entrevista para a revista Playboy, falei que ele era mentiroso. Obviamente que ele nem falou nada, porque é mentiroso mesmo”, disse Casagrande sobre Bolsonaro, para, na sequência, falar sobre Maurício:

“O Maurício Souza, há uns três meses, recuperou esse vídeo e postou nas redes sociais dele. Ele colocou esse vídeo editado, mentiroso, falso, que o Jair Bolsonaro editou, nas redes sociais dele. Então, eu não me surpreendo, porque esse cara é homofóbico, é um cara que foi mau-caráter comigo. Parabéns a todos os atletas que se posicionaram. Esse cara, Maurício Souza, é um homofóbico, preconceituoso, possivelmente racista, covarde e mau-caráter”, disparou o ex-jogador.

Veja o vídeo:

JALES ESTÁ HÁ TRÊS DIAS SEM CASOS POSITIVOS DE COVID

Pelo terceiro dia consecutivo, o boletim do coronavírus divulgado pela Prefeitura de Jales não registra nenhum caso positivo de contaminação pela covid-19. Os últimos três casos foram registrados no boletim de segunda-feira passada, dia 25 de outubro, quando a cidade tinha 8.590 casos confirmados.

Transcorridos três dias – 26, 27 e 28 – Jales continua com 8.590 casos positivos. Nesses mesmos três dias foram registradas, no total, 81 notificações de casos suspeitos. No momento, a cidade tem 92 casos suspeitos aguardando o resultado dos exames.

No triste capítulo dos falecimentos, Jales poderá atravessar o mês de outubro sem registrar nenhum óbito em consequência da covid. O último óbito aconteceu no dia 29 de setembro, quando um jalesense de 62 anos faleceu em São José do Rio Preto.

No quesito vacinação, Jales já aplicou 80.916 doses, sendo 41.192 primeiras doses, 34.527 segundas doses, 946 doses únicas e 4.251 doses de reforço. Jales ocupa a 203ª posição no ranking estadual da vacinação, com 72,10% da população com o esquema vacinal completo.

Entre as principais cidades da região, Jales (72,10%) foi quem menos vacinou, segundo o vacinômetro estadual. Santa Fé do Sul (77,25%), Fernandópolis (76,64%), Mirassol (76,51%), São José do Rio Preto (73,05%) e Votuporanga (72,56%) vacinaram mais que Jales.

Dos 645 municípios paulistas, apenas um – Rio Grande da Serra – vacinou menos de 50% da população. Na nossa região, Turmalina (95,05%), Dolcinópolis (93,09%), Santana da Ponte Pensa (89,84%) e Santa Salete (87,05%) foram as que, proporcionalmente à população, mais vacinaram. 

1 2 3 10