Categoria: Esporte

ESPECIALISTA EM LEITURA LABIAL DIZ À RÁDIO GAÚCHA QUE RAFAEL RAMOS CHAMOU EDENÍLSON DE “MACACO”, MAS…

Mas, em outra emissora gaúcha, a Rádio Guaíba, a advogada Giovana Giroto, do Centro de Perícias de Curitiba, afirma que Rafael Ramos proferiu a palavra “caralho” para Edenílson, e não “macaco”, como acusou o meio-campista do Internacional. Vamos à matéria do site Time do Povo:

O lateral-direito Rafael Ramos se complicou nessa segunda-feira (16) após o perito judicial Roberto Meza Niella,  conceder entrevista à Rádio Gaúcha e afirmar que o defensor português proferiu a palavra “macaco” para o meio-campista Edenílson.

Meza, especialista em leitura labial e diretor de consultoria pericial, analisou cada frame dos vídeos da partida onde Rafael Ramos e Edenílson se estranham no segundo tempo do confronto pelo Brasileirão. Ao programa “Timeline”, da Rádio Gaúcha, ele afirma que houve a injúria racial.

“Eles estão de frente para a câmera e é possível ler o posicionamento dos lábios do Ramos. Podemos identificar de forma tênue a frase que todo mundo está dizendo, que é a palavra “macaco”.

E vem na sequência um palavrão que não fica muito claro na definição dos lábios dele. Temos que tomar esse cuidado, mas me parece que é “do caralho”. A frase completa seria ‘macaco do caralho’”, afirma o perito.

“Cada som da nossa fala tem características articulatórias e fonológicas muito particulares, o que permitem, dependendo da qualidade da imagem, identificar o que a pessoa diz naquele determinado momento. Tivemos acesso a todos eles e fizemos uma análise passo a passo, quadro por quadro, daqueles vídeos para poder determinar o que foi dito pelo jogador do Corinthians”, completa Meza.

Roberto Meza ainda contesta a versão da defesa do jogador sobre ele ter dito “mano, caralho”.

“No posicionamento dos lábios é completamente diferente. Não existe nenhuma possibilidade dele ter falado a palavra “mano”. Nos lábios dele são bem claros nos fonemas quando fala a palavra ‘macaco’”, explica o perito.

Cabe destacar que a análise do perito foi encomendada pela tradicional rádio do Rio Grande do Sul. A análise oficial virá do Instituto Geral de Perícias (IGP), ainda sem prazo para uma definição.

TORCIDA JOVEM DO SANTOS NÃO QUER BOLSONARO NA VILA BELMIRO

Deu no portal da revista Forum:

Em meio a mais um escândalo em seu governo, Jair Bolsonaro (PL) ignorou as compras exóticas das Forças Armadas, como Viagra e próteses penianas, e resolveu descansar em Guarujá, no litoral de São Paulo, durante o feriado.

Ele anunciou que pretende ir à Vila Belmiro, neste domingo (17), para assistir ao jogo entre Santos e Coritiba. “Já conversamos com a direção do Santos. Quero prestigiar o jogo e, obviamente, vou comparecer com a camisa branca do Peixe. Espero que o time adversário, o Coritiba, me perdoe”, afirmou o presidente.

A notícia gerou revolta na Torcida Jovem do Santos, que se posicionou contra a presença de Bolsonaro: “Lugar de porco é no chiqueiro!”, diz um dos trechos da nota divulgada nas redes sociais.

Bolsonaro se diz palmeirense, mas frequentemente usa camisetas de outros times para “se promover pela cega paixão do povo”. “Não queremos que o manto alvinegro vire ferramenta política, nem que a Vila Belmiro seja palanque de campanha eleitoral”, destaca o texto.

A nota diz ainda que Bolsonaro – “um populista descarado” – não é bem vindo à Vila Belmiro. “Sabemos que a Vila Belmiro é um Templo Sagrado para todos que amam o futebol e deve ser visitada ao menos uma vez na vida por quem gosta do esporte. Mas a sua visita já foi feita”.

MÉDICO SE EMOCIONA AO ANUNCIAR MORTE DE RINCÓN: “HONREM E EXALTEM A VIDA DELE”

Deu no DCM:

O médico Laureano Quintero, diretor da Clínica de Imbanaco, se emocionou ao comunicar à imprensa a morte do ex-jogador Freddy Rincón, ídolo do Corinthians e da seleção colombiana. Ele morreu na madrugada desta quinta-feira (14) após sofrer um acidente de carro na cidade de Cali, na Colômbia.

“Apesar de todos os esforços de nossas equipes de trabalho, Freddy Eusébio Rincón Valencia faleceu”, anunciou Quintero, com os olhos marejados, na entrevista coletiva.

Segundo a polícia local, quatro pessoas ficaram feridas após o acidente: duas mulheres, o motorista do carro e Rincón, que foi transferido para a clínica. Ele passou por uma cirurgia, mas infelizmente não resistiu aos ferimentos.

“Queremos expressar nossos sinceros sentimentos de condolências a seus familiares, a seus amigos e a seus seguidores de todo o mundo. Nunca haverá um jeito de expressar como é perder um de nossos pacientes, quem quer que seja”, disse o médico.

“Pedimos a todos que, por favor, honrem e exaltem a vida de Freddy Eusébio, por todas as alegrias que ele nos deu. Por todas as vezes que ele nos fez vibrar, muitíssimas vezes, de muitos cantos deste planeta”.

CLUBE DE RONDÔNIA APOSENTA CAMISA 4 EM HOMENAGEM A ZAGUEIRO JALESENSE QUE FALECEU NO INÍCIO DO MÊS

Nascido em Jales, em agosto de 1974, Sílvio Vieira dos Santos, o Silvão, começou nas categorias de base o Rio Branco de Americana, passou pelo CAJ (Jalesense), Votuporanguense, Rio Preto, Jabaquara e Nacional da Capital, até chegar ao Rio Branco-AC.

No Norte, o jalesense fez sucesso em Rondônia, onde foi campeão estadual cinco vezes – três pelo Ji-Paraná e duas pelo Cacoalense – e é considerado pela imprensa local como um dos principais jogadores da história do futebol rondoniense. Com um chute muito forte nas bolas paradas, Silvão ganhou o apelido de “Canhão do Norte”

A notícia é do portal Futebol do Norte:

A diretoria do União Cacoalense eternizou no último sábado a camisa 4 do clube ao zagueiro Silvão. A homenagem ocorreu no intervalo da partida entre a Raposa da BR e Porto Velho no estádio Aglair Tonelli Nogueira, em Cacoal. Em campo, as duas equipes ficaram no empate em 1 a 1 pela terceira rodada do Campeonato Rondoniense 2022.

O clube postou na rede social: “Ela será apenas sua guerreiro!!! Único e eterno camisa 4 do nosso União Cacoalense. Você foi tão importante e suas participações tão grandiosas que essa camiseta merece ser sua para a eternidade. Nosso muito obrigado para nosso eterno zagueiro Silvão”.

A entrega da camisa 4 foi feita à esposa Jô e ao filho Gabriel que estiveram no estádio para receber a homenagem ao ídolo da Raposa da BR.

Natural de Jales, no interior de São Paulo, Silvão tinha 47 anos e foi vítima de um câncer generalizado no estômago. O jogador marcou o futebol rondoniense, defendendo as cores do Ji-Paraná e do União Cacoalense.

JOGADORES BRASILEIROS DEIXAM BUNKER NA UCRÂNIA E PEGAM TREM RUMO À ROMÊNIA

A notícia é do UOL:

O grupo de jogadores brasileiros, familiares e amigos conseguiu pegar um trem e sair de Kiev após deixar o bunker em um hotel da capital ucraniana, onde eles passaram os últimos dias em meio à guerra contra a Rússia.

Os cerca de 50 brasileiros se dividiram em carros e foram em comboio até uma estação de trem de Kiev. Parte do trajeto foi exibida em uma live no Instagram de Maria Paula Marinho, esposa do zagueiro Marlon Santos, do Shakhtar Donetsk.

“Foi uma correria, porque fomos avisados de última hora. Estamos todos os brasileiros juntos. Estamos indo para a estação de trem, foi informado que está com trem para sair agora”, disse Maria Paula, chorando.

“A Ucrânia se pronunciou que entre 17h e 8h todas as pessoas que estiveram na rua são vistas como pessoas de risco, inimigos. Todo mundo com a bandeira do Brasil colada na frente [dos carros]. A gente vai ter que sair andando e deixar o carro. Estamos tentando pegar o trem. Vai dar tudo certo. Estamos com três crianças, vou ter que desligar, orem bastante pela gente. Nos vemos no Brasil, se Deus quiser”, acrescentou, antes de encerrar a live

Mais tarde, veio a confirmação de que os brasileiros conseguiram embarcar em um dos trens que levará o grupo até perto da fronteira com a Romênia. Na sequência, eles pegarão um ônibus para cruzar a fronteira. A viagem deve levar cerca de 11 horas.

Um dos brasileiros a bordo é o atacante Vitinho, ex-Athletico e atualmente no Dínamo de Kiev. O atleta aparece com uma bandeira do Brasil ao lado de outros brasileiros em foto enviada ao UOL Esporte pelo escritório de advocacia de Igor José Ogar, que defende o jogador.

O empresário Will Dantas, do atacante Pedrinho, do Shakhtar, declarou no Instagram que o atleta ex-Corinthians ligou para avisar que também conseguiu pegar o trem.

Os brasileiros Bill, Busanello e Felipe Pires, jogadores do SC Dnipro-1, da Ucrânia conseguiram atravessar nas primeiras horas da manhã de hoje (26) a fronteira com a Romênia e já estão a caminho do Brasil.

Os jogadores estavam em Dnipro, quarta maior cidade do país e para chegar à Romênia, tiveram que atravessar metade da Ucrânia, em um percurso de cerca de 1.000 km até a fronteira vizinha.

Lucas Rangel, jogador do Vorskla Poltava, está viajando a pé para a fronteira com a Polônia, a oeste. O jogador começou o trajeto de carro, mas afirmou que, com a proximidade, o congestionamento deixava os veículos parados por horas nas estradas.

Guilherme Smith, Cristian e Juninho, jogadores do Zorya, estão caminhando para sair Lviv, onde chegaram de trem hoje. Eles aguardaram transporte para tentar sair da cidade, mas não conseguiram e também resolveram ir até a fronteira com a Polônia andando.

ROBINHO É CONDENADO EM DEFINITIVO A NOVE ANOS DE PRISÃO POR VIOLÊNCIA SEXUAL DE GRUPO

Deu no portal da Fórum:

O atacante Robinho e o seu amigo Ricardo Falco foram condenados em última instância pela Justiça italiana a nove anos de prisão por violência sexual de grupo cometida contra uma mulher albanesa em uma boate em Milão, em 2013.

A sentença é definitiva, não cabe mais recurso e a execução da pena é imediata. Com isso, a justiça italiana poderá pedir a extradição de Robinho e Falco, mas dificilmente eles serão mandados para a Itália, pois a constituição brasileira veta a extradição de brasileiros. 

A Itália poderá pedir que eles cumpram as penas em uma penitenciária brasileira.

Para isso, é necessário que a Itália peça a transferência de execução de pena à justiça brasileira e espere que o Superior Tribunal de Justiça faça a homologação da sentença estrangeira. Mas, segundo a Secretaria de Cooperação Internacional da PGR (Procuradoria Geral da República), “não existe um prazo para o trâmite do processo”.

O fato ocorreu em janeiro de 2013, quando Robinho defendia a equipe italiana do Milan. A sentença pela condenação pesou a troca de mensagens e escutas, nas quais o jogador fala sobre a noite do crime.

Em uma das mensagens, avisado por um amigo a respeito da investigação, Robinho disse, em tom despreocupado: “Estou rindo porque não estou nem aí, a mulher estava completamente bêbada, não sabe nem o que aconteceu”.

Conforme a sentença da primeira instância, Robinho, Ricardo e outros quatro amigos abusaram sexualmente da jovem albanesa de 23 anos, dentro de uma casa noturna.

Ela estaria alcoolizada “ao ponto de ficar inconsciente” e teve relações sexuais em uma situação em que não era capaz de resistir ou se defender.

A vítima do crime de violência sexual em grupo acompanhou de perto o julgamento que condenou seus agressores Robinho e Ricardo Falco. A mulher albanesa abusada pelos dois amigos em 2013 esteve na Corte de Cassação de Roma na manhã de hoje (19), mas preferiu não dar declarações sobre o assunto.

A vítima chegou em silêncio à Corte hoje. Antes de começar o julgamento, no corredor do edifício, ela foi questionada como se sentia perante a situação, ela não disse nada, mas seus olhos marejaram.

GRÁVIDA DE CINCO MESES, ALPINISTA CONTINUA ESCALANDO ROCHAS. E PELADA!

Deu no portal Metrópoles:

A alpinista americana Laura Jasorka ficou famosa por escalar difíceis regiões rochosas completamente nua. Aos 38 anos e gestante, ela não abandonou o esporte (e o hábito de praticá-lo sem roupa) nem mesmo durante a gravidez.

Laura está grávida de cinco meses. Acostumada a não usar cordas e nem equipamentos de segurança, Jasorka desafia um comportamento comum que se espera do período, no qual as mulheres não costumam se movimentar bastante, muito menos praticar esportes radicais.

“As mulheres grávidas ouvem com frequência que não podem fazer isso ou comer aquilo, mas, na realidade, você pode fazer o que quiser”, disse a alpinista.

“Meu médico me alertou que eu deveria continuar a me manter ativa, e se isso significa praticar um esporte que eu adoro, então eu o faço. Basta ser inteligente. E eu levei isso muito a sério”, contou.

Apesar de esperar por críticas, ela salienta: “Estranhamente, os únicos comentários negativos que recebi foram de homens. Acho que é porque eles não têm a menor ideia de como é carregar uma criança no útero.”

Ela ainda aconselha mamães que têm vontade de se movimentar ou continuar a vida ativa mesmo durante a gravidez: “Se dê uma chance”. Segundo a americana, é preciso ter consciência do potencial do próprio corpo, que é “forte, incrível e poderoso”.

Apesar de sua experiência, Jasorka admite que tem feito escaladas “familiares” ou “mais fáceis” desde que engravidou, com receio de colocar sua vida e seu bebê em risco.

JOGADORES E DIRETORIA DO PALMEIRAS SE IRRITAM COM BOLSONARO

O Bozo, que se diz palmeirense, afirmou ontem, no Rio de Janeiro, que “amanhã somos todos Flamengo”. A notícia é do DCM:

O Palmeiras jogará a final da Libertadores neste sábado (27) contra o Flamengo e o Bolsonaro afirmou que torcerá para a equipe rubro-negra. Tal declaração irritou jogadores e diretoria do clube alviverde. Isto porque o presidente da República já se declarou palmeirense. Inclusive, em 2018, participou da festa do título Brasileiro ao lado de Felipe Melo e companhia.

Conforme apurou o DCM, atletas e diretores que apoiam o governante se sentiram traídos. Tanto que Felipe Melo foi perguntado sobre o presidente e ele optou por não comentar. Uma postura incomum, pois o volante sempre foi apoiador declarado de Bolsonaro.

Ele não assumiu seu descontentamento, mas esperava a torcida do presidente. Seus colegas também não gostaram nem um pouco da manifestação do governante a favor do Flamengo. Os dirigentes, que sempre abriram as portas do clube para Bolsonaro, ficaram insatisfeitos.

Só que os diretores do Palmeiras pediram aos atletas que não se manifestem. Mesmo com a chateação, seguirão buscando ter uma boa relação com o presidente. Caso vençam a competição continental, não vão criar barreiras se o chefe do executivo federal resolver visitá-los.

JUÍZA ARQUIVA INQUÉRITO QUE APURAVA ACIDENTE ENVOLVENDO JOGADOR RALF

Com 437 jogos, apenas 17 a menos que o grande Rivellino, Ralf é o 14º colocado no ranking dos jogadores que mais vestiram a camisa do Corintians. Wladimir, que vestiu o manto em 805 jogos, é o primeiro.

Nos 437 jogos que disputou pelo Corinthians, apesar de jogar como volante, não foi expulso uma única vez e raramente ficava suspenso por conta de cartões amarelos. A campanha invicta do Corinthians na Libertadores de 2012 não seria invicta, não fosse Ralf. No primeiro jogo, o Corinthians perdia para o Deportivo Táchira, quando ele empatou o jogo já nos acréscimos do segundo tempo.

Por coincidência, Ralf, aos 37 anos, assinou contrato nesta sexta-feira com o Cianorte, para a disputa do campeonato paranaense de 2022. A notícia é do Conjur:

A juíza Cristina Elena Varela Werlang, da 1ª Vara Criminal do Foro Regional do Tatuapé, decidiu arquivar o inquérito instaurado para apurar acidente de trânsito que envolveu o jogador Ralf — ex-atleta do Corinthians, em 2019, na capital paulista. Na ocasião, um idoso foi atropelado, em um ponto de ônibus.

A decisão foi provocada após manifestação do Ministério Público e da defesa do atleta. O MP concluiu que não havia conduta criminosa que motivasse a denúncia, já que o atleta não conduzia o veículo no momento do acidente.

As alegações do MP são ancoradas nos depoimentos do jogador, de seu funcionário que conduzia o veículo, dos policiais que atenderam a ocorrência, das pessoas envolvidas no acidente e em imagens de câmeras de segurança.

O advogado do jogador, Daniel Bialski, desde o princípio afirmou que o jogador não estava na condução do veículo. “Todas as provas colhidas testemunhais, periciais e até os vídeos apresentados mostraram que Ralf  não estava conduzindo o veículo e, mais, que não há conduta ilícita alguma a se apurar, ainda mais que a vítima de lesões foi socorrida e houve o ressarcimento pleno pelos danos causados no acidente”, comentou.

O condutor do veículo sustenta que perdeu o controle após perceber que estava sendo seguido e que provavelmente seria assaltado por dois homens que estavam em uma motocicleta. Ele afirma que chegou a ver que um deles segurava uma arma.

1 2 3 37