PARA QUEM ESTÁ PENSANDO EM SE CANDIDATAR A PREFEITO

O Jornal de Jales publicou, no domingo, um editorial que deveria servir de reflexão a todos aqueles que pretendem ingressar na política, principalmente em cargos do Executivo. O texto cita alguns ex-prefeitos da região, que se deram mal no cargo e sofrem, até hoje, as consequências de suas ações no exercício do mandato.

O jornal não citou o ex-prefeito de Dolcinópolis, José Luiz Inácio de Azevedo, que está preso por conta dos trambiques que aprontou enquanto prefeito, e que deveria servir de exemplo de como não se deve administrar uma cidade.

E é interessante registrar que, na semana passada, o ex-prefeito de Urânia, Francisco Airton Saracuza, foi condenado, em 1ª instância, a quase 09 anos de reclusão, em regime fechado. Reproduzo abaixo, por oportuno e didático, o editorial do JJ.

Flertando com o perigo

Absolutamente chocado. Foi assim que se sentiu João Nogueira, um dos homens mais educados de Jales, depois de ler matéria publicada pelo jornal “O Estado de S. Paulo” na edição do dia 7 de outubro. Título da matéria: “Réu em 27 ações, ex-prefeito diz ter trauma de política”.

Em espaço equivalente a meia página, o jornalista José Maria Tomazela, nome estrelado do time do mais tradicional jornal do país, retratou com a costumeira competência a via-crucias que vem vivendo Otávio Cianci, ex-prefeito da vizinha Mesópolis.

Chefe do Executivo do ex-distrito de Paranapuã entre 2005 e 2012, o popular Tavinho colecionou 27 ações na justiça de Jales, 17 das quais por improbidade administrativa. Os processos criminais por fraudes em licitações, falsidade ideológica e associação criminosa, ainda segundo o jornal, já renderam ao ex-prefeito condenações em primeira instância que somam 22 anos e 3 meses de prisão.

Resumo da ópera: Tavinho  que, quando se elegeu prefeito pela primeira vez,tinha um bom patrimônio em imóveis, veículos e gado, hoje, por conta do pagamento de honorários a advogados e de bloqueios da justiça, ficou reduzido a pó de traque, a ponto de ter que morar de favor na casa de um filho. 

E por que o gentleman João Nogueira ficou tão chocado com o que leu? É que na condição de presidente do PTB de Jales e coordenador regional do partido, foi ele quem convenceu Tavinho Cianci a entrar na política, pois se tratava de uma pessoa de bem e membro de uma família respeitada em Mesópolis. 

Mas, o caso dele não é único na região. Outro ex-prefeito que viveu dias de glória, foi para o fundo do poço e hoje tenta reconstruir a vida é Cláudio Pereira da Silva, o Caju (PT), de Paranapuã. Ele era humilde cortador de cana, elegeu-se vereador e, contrariando todos os prognósticos, disputou e venceu a eleição para prefeito em 2000 e se reelegeu em 2004.

Caju, no auge da fama, era celebridade no âmbito interno do PT. O próprio ex-presidente Lula chamava-o de símbolo do PT e, mais de uma vez, comparou-o a si próprio, lembrando que saíra de Garanhuns-PE na carroceria de um pau-de-arara e Caju tinha começado a vida na enxada e na foice. 

Encerrados os dois mandatos, o ex-prefeito de Paranapuã ganhou de herança uma enxurrada de processos, alguns dos quais até hoje em andamento. Durante bom tempo, teve que ganhar o pão de cada dia como servente de pedreiro e, para vir ao fórum de Jales, tinha que pegar carona.  Só agora tenta respirar um pouco como consultor de uma multinacional de produtos de limpeza, batendo de porta em porta dos amigos. 

A vida pública fez outras vítimas.  Em Jales, o ex-prefeito Humberto Parini (PT) continua com os bens bloqueados. A ex-prefeita Eunice Mistilides Silva (PTB), cassada pela Câmara em 2015, ainda hoje, de vez em quando, tem que se defender de alguma ação. 

Os ex-prefeitos Luís Vilar de Siqueira (PSD), de Fernandópolis, Airton Saracuza (PP), de Urânia, e Edson Gomes (PP), de Ilha Solteira, chegaram a ser presos. 

Ou seja, ser prefeito, independentemente do tamanho da cidade, passou a ser, de uns tempos a esta parte, uma função de alto risco. Na reportagem do Estadão, Tavinho Cianci resumiu tudo: “os políticos novos que se candidatam a cargos executivos não imaginam a dor de cabeça que os espera. Eu não volto a me candidatar nem que seja a última pessoa de Mesópolis”.    

2020 vem aí. Quem se habilita?

16 comentários

  • Paranapuense

    Volta Caju !!!

  • Thiago

    Mas onde está o erro ?, no sistema que favorece a corrupção e o “jeitinho brasileiro” ou na justiça, que pune ?.

    Tudo bem que o prefeito não comete o crime sozinho (em alguns casos sequer toma conhecimento do crime cometido pelo servidor corrupto), por isso aquele prefeito que só aparece na prefeitura pra assinar e tirar foto, tende a acabar.

    Chegou o tempo do prefeito ser o que realmente deveria : Um administrador… e dos bons.

    Se o sujeito entende de política mas não de administração, ou vice-versa, não serve para ocupar a cadeira de prefeito.

    Aquele negócio de : “ah, você é legal, é popular, se dá bem com bastante gente, que tal se candidatar para prefeito ?”, já passou da hora de acabar.

    • O erro está no povo que vota acreditando em promessas mirabolantes sem conhecimento de causas e efeito, sem analisar o comportamento da cidade e região . Ao invez de pensar no básico de uma cidade de trinta mil habitantes, sonham com obras para uma cidade de quinhentos mil habitantes . Shopping center, aeroporto, dois viadutos sendo que tem tá caindo.aos pedaços .

    • Rapizodia

      Perfeita sua explanação Thiago! Na segunda-feira última, vi a entrevista de Joice Hasselman ex- líder do governo e possível candidata do PSL à prefeitura da Capital. Pelas suas declarações na entrevista no Roda Viva, o prefeito não precisa conhecer os problemas de sua cidade, deve nomear um bom corpo técnico administrativo e, pelo que entendi, ficaria livre para fazer política e apenas assinar documentos. Isto que você relatou não tem previsão de mudança ou vai demorar muito ainda e possivelmente vai colocar excelentes boas vontades e maravilhosos administradores na cadeia como o sujeito da reportagem.

  • Affffffff

    Infelizmente isto ainda vai acontecer com muitos prefeitos,ex prefeitos e futuros prefeitos pois eles se acham donos das prefeituras onde meia dúzia de pessoas se esbaldam levam vida de milionários são viagens,festas show famosos e quem paga tudo?a prefeitura com notas falsas tem pessoas que brincam de ser prefeitos trabalham até na quarta e depois somem de seus municípios depois a conta vem,meus amigos quando vocês virem alguns políticos baterem no peito e falarem eu sou Honesto caiam fora pois serão ladrões iguais a todos ai ficam na situação do coitado do Tavinho e do caju talvez eles nem levaram vantagens mas deixaram os outros meterem a mão o exemplo é um ex advogado do Tavinho. Acorda senhores prefeitos o ministério público e a Federal estão acordados acho que os prefeitos ainda não aprenderam o que representa uma conta rejeitadas em suas vidas. Obs mas ainda existem muitos malandros que não se importam com nada e querem ser prefeitos por Estatus. Fica a dica quem e sério e honesto caiam fora mesmo.

  • E qdo um prefeito é alertando por uma autoridade que um tal funcionário está no cargo errado exercendo a função errada e cria um cargo para mantê-lo na mesma função e depois a polícia federal descobre que tinha roubado cinco milhões da prefeitura ,o que será que pode acontecer com ele?

  • Thiago

    Pior é que o tal editorial chama o “criminoso” de “vítima”

    • Hoje em dia só existe suposto suspeito e mesmo depois de provado o crime ele continua apenas como suspeito e se alguém acusar o suspeito terá que indenizar o suspeito por danos morais e se ele perder o dinheiro que roubou será processado por danos materiais.

  • Para todos os candidatos a. Prefeito.: Mamãe não não quero ser prefeito,pode ser que eu seja eleito e. Alguém pode querer me assassinar, mentir sozinho eu sou capaz , não quero ir de encontro ao azar… Calboy Fora da Lei, Raul Seixas, ouçam essa música , rezem um pai nosso, e caiam fora .
    .

  • A não ser que ele conte com fortes poderes ocultos para proge-lo, há tantos poderes ocultos entre o céu e a terra que vão muito além do que nossas vans filosofias.

  • Eu

    Faço minha as palavras do Thiago (texto acima) Prefeito tem que ficar na Prefeitura e saber administrar e não sentar na cadeira e assinar a papelada sem ler, já foi esse tempo trabalha ou cai fora, onde está o erro? Hem?

    • Mas tem prefeito que pensa só no status, não entendem nada de administração e deixa TD nas mãos da raposas velhas que a anos já sabem como a banda toca e qto menos problemas pra ele resolver menos esquenta a cabeça ,qdo estora um escândalo é só falar que não sabia de nada .

  • E quando o prefeito e honesto a população não valoriza!
    A sociedade tem que evoluir ainda pra ter gestores…
    Não só a politica.

    • A sociedade tem que evoluir muito, principalmente politicamente, precisa parar de sonhar,ter mais senso da realidade em que se vive em cada município e exigir do canditato compromisso com as necessidades básicas da população e não ficar prometendo obras iluorias enquanto o básico deixa a desejar, ex: filas de paciente aguardando resultados de exames, ônibus de péssimas qualidades transportando pacientes, banheiros públicos podres, Já que não conseguem resolver nem isso, de onde vem tanta grana para as grandes obras? Pensem , não se deixem levar pelas armadilhas políticas

  • Percival de Souza

    É né.
    O povo pobre ,ex eleitores do PT são todos burros .
    Estão defendendo o caju .
    Caju q virou playboy .
    Cada ano com uma mulher e um filho .
    Esqueceu até da atual esposa que aki vou pra ganhar as eleições e a trocou pela empregada ,logo depois por uma madame q hoje está presa .
    Ha quem defenda.
    Não saiu sem nada pq não roubou não se assim fosse não estaria com tantos processos ,saiu sem nada pq foi burro.
    Qualquer assalariado tem um carro e uma casa hoje em dia .
    E tem mais, notas frias, galões de gasolina escondido pra abastecer carros particulares, a farra das sandália de salto q a madame comprava pro povo pagar .
    Me.poupe com tanta hipocrisia .
    Ele pode cantar : Se chorei ou se sorri o importante é que emoções eu vivi.

Deixe uma resposta para Affffffff Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *