Arquivos mensais: Março 2012

JORNALISTA PAULO REIS ARUCA MORRE, AOS 48 ANOS

Faleceu hoje, na Santa Casa de Jales, por volta das 20:30 horas, o jornalista Paulo Reis Aruca, editor-chefe do jornal A Tribuna, aqui de Jales. Paulinho estava internado há cerca de 20 dias, no nosso hospital, com problemas na vesícula. Depois de realizar exames mais apurados, foi diagnosticada, também, uma pancreatite.

Na terça-feira (28), Paulinho foi submetido a uma cirurgia, ainda na Santa Casa de Jales, mas, após essa cirurgia, alguns órgãos não responderam aos estímulos e à medicação. Meu último contato com o Paulinho foi na sexta-feira da semana passada. Ele me ligou logo de manhã, do hospital, para discutirmos alguns assuntos para a coluna semanal que ele escrevia n’A Tribuna.

Aparentemente, ele estaria se recuperando dos problemas de saúde e disse que tentaria escrever alguns tópicos. Mais tarde, ainda na sexta-feira, ele voltou a ligar e me pediu para que eu escrevesse a coluna, uma vez que não estava conseguindo. Foi a minha última conversa com o Paulinho.

Paulo Reis Aruca tinha 48 anos. Deixa esposa e filhos. Seu corpo deverá chegar ao velório municipal entre as 04:00 e 05:00 horas da manhã dessa sexta-feira. Ele será velado em Jales, até às 10:00 horas e, após, será trasladado para Araçatuba, onde será sepultado ao lado da mãe.

Post Scriptum: o Carioca, que, juntamente com o Franley, estava até há pouco no hospital, emprestando solidariedade à família do Paulinho e acompanhando os trâmites junto à funerária, postou comentário há alguns minutos, esclarecendo que o corpo chegará ao Velório Municipal por volta das 02:00 horas da manhã.   

SÃO FRANCISCO ESTÁ DE LUTO: ACIDENTE COM CAMINHÃO CAUSA DUAS MORTES

A notícia está no blog do Murilo Pohl:

Um grave acidente ocorreu no inicio da noite de ontem (29), na vicinal que liga Três Fronteiras a Palmeira D’Oeste, quando o caminhão com placas BTO 4671 da cidade de São Francisco, conduzido por Vanderlei Aparecido, 37, que estava carregado com materiais para construção (piso), estourou o pneu e tombou.

No momento do estouro do pneu o caminhão saiu da estrada em direção ao barranco, neste trajeto caiu em uma valeta de captação de agua, em consequência a carga do caminhão veio para cima da cabine prensando os ocupantes do veiculo.
No caminhão estavam ainda dois passageiros, Mauricio Lourenço Risuto, 36, que era o proprietário da loja de materiais para construção e o jovem Renan Aparecido Liossi de 23 anos, ambos morreram no local, o motorista escapou com vida.

Apesar dos vários ferimentos e fraturas, o motorista Vanderlei esteve consciente durante todo o período de trabalho dos bombeiros para retira-lo das ferragens, mais de 01h30min, sendo encaminhado a Santa Casa de Santa Fé do Sul.

A cidade de São Francisco na região de Jales esta de luto, tendo em vista que as duas vítimas fatais eram moradoras e de famílias bastante conhecidas naquele município, assim como o motorista Vanderlei Aparecido.

MARGINAL ‘IZAURA BERTO VENTURINI’ PODE GERAR MAIS UMA DÍVIDA PARA A PREFEITURA DE JALES

De um lado, o advogado Silvério Polotto e, de outro, o Município de Jales. Os personagens já são conhecidos e o enredo é parecido com o caso do Distrito Industrial II, onde uma desapropriação mal feita originou a maior dívida do município. Dessa vez, Polotto está defendendo os interesses da empresa Heiwa Empreendimentos Ltda.

A empresa adquiriu, há algum tempo, um terreno no bairro Santo Expedito, que, segundo informações, inclui um pedaço da marginal “Izaura Bertho Venturini”. Coisa de 3.000m², mais ou menos. Representantes da Heiwa – com a intermediação do ex-presidente da ACE, Toninho Cruz – até procuraram o prefeito Humberto Parini, para um acordo que custaria à Prefeitura algo em torno de R$ 90 mil.

Os empresários receberam a resposta padrão – “vou estudar” – e, depois de esperar um bom tempo, recorreram à Justiça. O caso está na 3ª Vara Judicial de Jales. A Prefeitura bem que tentou se livrar do abacaxi, jogando a culpa no DER, mas a Justiça não aceitou a desculpa. Aliás, se eu entendi bem, a Justiça já disse que a Prefeitura terá que pagar uma indenização, restando apenas apurar qual seria o valor dela. Segundo informações extra-oficiais, um perito já teria avaliado o valor do terreno desapropriado em cerca de R$ 300 mil.

Certamente que a Prefeitura recorrerá às instâncias superiores, mas, tudo indica, estamos diante de um futuro precatório.

FLÁ ANUNCIA AUMENTO NO REPASSE DE RECURSOS ESTADUAIS PARA JALES

O prefeiturável Flávio Prandi, que é assessor do secretário estadual de Desenvolvimento Social, Rodrigo Garcia, anunciou, ontem, no Jornal do Povo da Rádio Assunção que o governo do estado está aumentando em 30% o valor do repasse do Fundo Estadual de Assistência Social(FEAS) ao município de Jales. Com a medida, as entidades que cuidam das nossas crianças, jovens, moradores de rua e idosos em situação de vulnerabilidade, serão melhor atendidas. 

Flá explicou que os recursos do FEAS são repassados aos municípios, “cabendo ao Conselho Municipal de Assistência Social estabelecer as prioridades: crianças, idosos, deficientes e outras pessoas que precisam desse apoio”.

Para Flá, Jales e os demais municípios devem a melhoria do repasse ao secretário Rodrigo Garcia e ao governador Geraldo Alckmin. Ele ressaltou, ainda, que o aumento será possível devido à criação do Piso Paulista, anunciado nesta quarta-feira pelo governador. “O Piso incentiva os municípios a combater efetivamente a pobreza ao conhecer de perto as necessidades de suas famílias mais vulneráveis”, garante Flá.

1 12 13 14