Arquivos mensais: Janeiro 2014

ENGENHEIRO LUCIANO TAMBÉM ESTÁ PEDINDO PRA DEIXAR GOVERNO NICE

luciano costaDuas baixas em apenas três dias. O governo Nice Mistilides está, realmente, fazendo história.

O engenheiro civil Luciano Costa Telles, que é servidor de carreira da Prefeitura de Jales e exerce cargo de confiança – chefe de gabinete da Secretaria de Planejamento e Trânsito – também está pulando fora do Titanice.

Nesta sexta-feira, ele protocolou um requerimento endereçado à prefeita, onde solicita o afastamento do serviço, por um ano, e o desligamento do cargo de chefe de gabinete, para o qual foi nomeado por Nice em fevereiro do ano passado.

Na verdade, Luciano pretendia afastar-se do emprego de carreira no início de 2013, mas, nomeado pela prefeita Nice para a chefia de gabinete, viu seu contracheque engordar razoavelmente e decidiu continuar batendo o ponto em nossa Prefeitura.

É possível, no entanto, que o episódio envolvendo sua colega engenheira, Zinaira Milene Rotta, tenha feito Luciano concluir que o dinheiro não é tudo e que o melhor a fazer, nesse momento, é cair fora antes que o navio afunde de vez e os tripulantes não consigam voltar à superfície.

Se o pedido de exoneração se deu em solidariedade à colega Zinaira, Luciano está de parabéns. Se ele está saindo porque percebeu que o governo Nice não tem salvação, parabéns também. Se a saída é porque ele já não aguenta as manias da prefeita e do supersecretário, Aldo Nunes de Sá, novamente é o caso de parabenizá-lo.

Com essas e outras, a Ungida caminha para terminar seu mandato – se terminar – com apenas um secretário ao seu lado. Ou melhor, um supersecretário.    

EX-PREFEITO DE MESÓPOLIS, TAVINHO CIANCI, É ALVO DE MAIS UMA AÇÃO DO MP DE JALES

Tavinho-prefeito-de-MesopolisDe vez em quando, eu encontro o meu amigo e vizinho Moacir Pereira e ele me repete um mantra: “vê se me esquece; eu já não estou mais trabalhando em Mesópolis”.

De modo que, hoje, ao receber mais uma notícia de Mesópolis, fiquei aliviado ao ver que o Moacir não estava envolvido na nova encrenca. Mas o ex-prefeito Tavinho Cianci, a quem ele assessorou, está, mais uma vez, no epicentro dos acontecimentos.

Segundo as informações que recebi, uma denúncia levada pela vereadora Vânia Domingues ao Ministério Público de Jales se transformou em mais uma Ação Civil Pública contra o ex-prefeito.

Dessa vez, Tavinho está acompanhado por um servidor – Paulo Sérgio de Lima Olímpio – que ocupava um cargo comissionado na Prefeitura de Mesópolis.

De acordo com a denúncia, o prefeito permitiu o pagamento de 02 horas extras diárias ao servidor, de forma contínua, de janeiro de 2010 a dezembro de 2012, totalizando, em três anos, um reforço de R$ 28 mil no contracheque do rapaz.

Não é muita coisa, mas o problema é que, segundo a denúncia de Vânia, o Estatuto do Servidor veda o pagamento de horas extras a servidores ocupantes de cargos em comissão.   

Por conta disso, o MP está pedindo, entre outras coisas, que os dois personagens sejam condenados ao ressarcimento integral dos danos causados aos cofres do município, corrigidos monetariamente e acrescidos dos juros legais.

Como se vê, Tavinho continua disputando com o nosso estadista premiado – Humberto Parini – o título de ex-prefeito mais processado da região.

MP DE JALES AJUIZA AÇÃO CIVIL PÚBLICA CONTRA PREFEITO E PRIMEIRA-DAMA DE PONTALINDA

elvis e suzeteFamília que é processada unida, permanece unida!

O Diário Oficial do Estado publicou, nesta sexta-feira, o ajuizamento de uma Ação Civil Pública em que aparecem como réus o prefeito de Pontalinda, Elvis Carlos de Souza, e a primeira-dama, Suzete Maria São Felice de Souza.

O jovem casal – que aparece na foto recebendo uma homenagem dos filhos – está sendo acusado pelo Ministério Público de Jales de improbidade administrativa.

A publicação do DOE, como é de praxe, não cita o motivo da encrenca. Suspeita-se, no entanto, que o caso tenha a ver com a nomeação da primeira-dama para um cargo de confiança.

REUNIÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE TRÂNSITO FRACASSA

A reunião extraordinária do Conselho Municipal de Trânsito, que deveria ter sido realizada na tarde desta sexta-feira, deu com os burros n’água. Explicando melhor: não teve reunião por ausência de comando, apesar da presença ilustre do supersecretário Aldo Nunes de Sá.

Segundo informações, a presidenta, Amanda Couto, e o vice-presidente, tenente Merlotti, não puderam comparecer. E o comandante da polícia militar, capitão Pressuto, estava fora da cidade. Nem o Toninho Cruz deu o ar de sua graça.

Quem apareceu foram alguns comerciantes da Rua Dez, que estiveram na Casa do Poeta para acompanhar a reunião e saíram de lá frustrados. Mas eles poderão voltar ao local no dia 12 de fevereiro, que é a data da próxima reunião.

Enquanto isso, os tubos continuarão enfeitando a nossa bela paisagem urbana. 

EQUIPE DE NICE SOFRE MAIS UMA BAIXA

Caixa12 pqSinceramente, já perdi as contas de quantas pessoas já pediram o boné e deixaram a equipe de assessores da prefeita Nice Mistilides. Ontem, tivemos mais uma defecção. 

A engenheira Zinaira Milene Rotta, que é servidora de carreira e ocupava o cargo de chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Obras, é mais uma que abandona o barco do governo municipal. Barco que, por sinal, está à deriva.

Zinaira foi nomeada por dona  Nice no final de fevereiro de 2013, mas, pelo jeito, não vai querer comemorar um ano no cargo.

Segundo consta, ela teria sido, por assim dizer, “desacatada” pela Ungida diante de seus colegas de secretariado, durante reunião que a prefeita realizou com o primeiro escalão do governo, ao final do expediente de quarta-feira.

Na quinta, a primeira providência de Zinaira, ao chegar para o trabalho, foi limpar gavetas e se livrar dos carimbos que a identificavam como chefe de gabinete da Secretaria de Obras.

De seu lado, o novo secretário de administração, Domingos Correa de Oliveira, que participava pela primeira vez de uma reunião do secretariado deve ter percebido que, com a Ungida, o sistema é bruto.

DEPOIMENTO DE BETTO MARIANO AO MINISTÉRIO PÚBLICO DUROU QUASE DUAS HORAS

denuncia beto folha 01

Pelo jeito, ele tinha muita coisa a contar. Durou cerca de 100 minutos o depoimento que o aniversariante Betto Mariano deu, nesta quinta-feira, ao Ministério Público de Jales.

Ele não quis revelar o inteiro teor do depoimento, mas, como se pode ver pelo introito (início) da peça, a encrenca  envolve lesão ao  patrimônio público e improbidade administrativa.

Como o blog já adiantou, Betto sabe muita coisa sobre assuntos como Ecopav, Expo Show e campanha eleitoral. Resta saber se ele contou tudo o que sabia ou se guardou a bala de prata para uma segunda etapa.

Uma coisa é certa: a prefeita Nice vai ter problemas, pois Betto já  decorou o livro “A Arte da Guerra”, do começo ao fim e de trás para a frente. 

No facebook, ele já dá mostras de que não pretende amaciar. Vejam o que o ex-aliado da prefeita respondeu a um amigo:

Betto Mariano – Admiro o seu otimismo amigo Demétrio, acreditei nessa mulher por 11 anos da minha vida, eu vi essa mulher ajoelhar na sala da minha casa por dezenas de vezes e pedir a DEUS, justiça, paz, união. Fez completamente o contrário do que ela pregava, infelizmente não posso ainda desabafar por completo, porque algumas coisas a JUSTIÇA terá que apurar. Mas chegará o dia em que todos desse face  e dessa cidade ficarão de boca aberta em saber quem é NICE MISTILIDES. No entanto, como um bom católico, também sei que o sofrimento é que depura a alma. Pois o povo sábio também diz: “QUEM NÃO APRENDE COM O AMOR, APRENDE COM A DOR”.  Abraços.

Em Tempo: o solerte repórter Osmar Rezende gravou entrevista com Betto Mariano, que deverá ser veiculada amanhã, no Jornal do Povo, da Rádio Assunção.

TELEFONE DA ESF DO JARDIM NOVO MUNDO ESTÁ CORTADO POR FALTA DE PAGAMENTO

Na verdade, nem é o primeiro caso. Há alguns dias, estivemos na casa onde funciona o CREAS, ali pertinho da Igreja Santo Antônio, e encontramos o local sem energia elétrica, porque a Prefeitura havia deixado de efetuar o pagamento da conta.

Agora vejam o que o vereador Luís Rosalino postou em sua página, no facebook, sobre a unidade do programa de Saúde da Família do Jardim Novo Mundo. Por sinal, o ESF do Novo Mundo fica em outro bairro, a Vila Maria:

Zilda ArnsE a prefeita, vocês se lembram, dizia que a Saúde seria a menina dos olhos da administração municipal. A respeito do corte do telefone da ESF do Novo Mundo, um leitor do blog mandou o comentário abaixo:

Eu e Ele
Eu e Ele

Cardoso acabei de ler no Facebook que no Postinho do Novo Mundo o telefone está cortado por falta de pagamento. Peço então por meio desse Blog que a Prefeita NICE empreste seu CELULAR de $3.000,00 até ela ter condições de pagar a conta do Telefone do Posto de Saúde Zilda Arns. Nice, pare de comprar bolsas e viajar que o dinheiro sobra.

 

REFORMAS EM PRÉDIO DA CÂMARA ADIAM PRIMEIRA SESSÃO ORDINÁRIA DO LEGISLATIVO

DSC00246-pqDe acordo com a Lei Orgânica do Município, o recesso da Câmara Municipal termina amanhã, sexta-feira e, por conta disso, os vereadores teriam a primeira sessão ordinária na próxima segunda-feira. Teriam. 

Conforme release distribuído pela simpaticíssima assessora de imprensa da Câmara, a Jaqueline Zambom, a sessão foi adiada para a segunda-feira seguinte, dia 10 de fevereiro.

O motivo: a Câmara está passando por reformas que ainda não foram concluídas. As obras (foto) incluem a instalação de sistema de combate a incêndio, adequações elétricas e substituição do forro.

Isso não quer dizer, no entanto, que os vereadores não estejam  dando expediente.

O release da Jaqueline informa que, na segunda-feira passada, por exemplo, eles se reuniram em sessão extraordinária para aprovar projeto referente ao convênio de R$ 790 mil  visando o asfaltamento da Marginal “Alcides Bernardes”, que dá acesso ao Distrito Industrial III.

16 EMISSORAS DE FM ESTÃO IRREGULARES EM SÃO PAULO E PODEM SAIR DO AR

A notícia é da Carta Capital e foi repercutida pelo site Bastidores do Rádio:

O Ministério Público Federal recomendou que o Ministério das Comunicações e a Anatel fiscalizassem 16 rádios comerciais que, pertencem a outras cidades mas, transmitem conteúdos exclusivamente sobre a cidade de São Paulo.

De acordo com a lei, o deslocamento de antenas de uma cidade para outra só é permitido quando isso for necessário para munir a cidade de origem de um melhor sinal de rádio. O que ocorre, por exemplo, no caso do pico do morro mais alto da região estar em cidades vizinhas.

Para que esse deslocamento seja autorizado, a empresa tem que garantir  alguns  requisitos  básicos,  como  ter  um estúdio  principal e  a maior parte de funcionários na cidade de origem; produzir a maior parte da programação nesse mesmo município; e, é claro, garantir que o sinal de fato chegue aos moradores da cidade para qual a empresa recebeu licença para funcionar.

Mas a lógica incorruptível de se obter lucro levou os empresários da comunicação a deslocar a não apenas as antenas, mas também a programação, o estúdio e os funcionários para as cidades vizinhas, roubando dezenas de canais de rádios de municípios que não foram agraciadas com mercados tão robustos.

Esses  empresários “incorruptíveis” participam de licitações a baixo custo em cidades menores e acabam recebendo canais que custariam bem mais nos lugares onde de fato as rádios estão instaladas.

A notícia completa pode ser lida aqui.

BRASILEIROS DOMINAM PROSTITUIÇÃO MASCULINA EM LONDRES

E, já que estamos no assunto, vejam a novidade do DCM:

“Não é que os brasileiros só querem fazer programa. São os clientes que só querem os brasileiros. Se for de outro país, não dá certo”, simplifica Renato (nome fictício), um catarinense de 25 anos que mora em Londres desde 2012.

Sua profissão: garoto de programa em tempo integral.

Renato é um dos vários brasileiros que vêm para a Grã-Bretanha em busca de oportunidades de trabalho em várias áreas, inclusive na indústria do sexo.

Muitos encontram emprego em bares, hotéis e restaurantes, mas decidem complementar a renda fazendo programa. Outros nem tentam as vias formais de trabalho. Já chegam a Londres decididos a ganhar o sustento e fazer economias vendendo sexo.

“Muitos brasileiros chegam ao aeroporto e vêm direto aqui anunciar antes mesmo de achar um lugar para ficar”, diz à BBC Brasil Russell Reeks, editor da seção de classificados da revista masculina britânica QX.

Renato diz que cobra cerca de 200 libras (R$ 800) por hora e que já chegou a fazer cerca de 3 mil libras (R$12 mil) num único final de semana.

O catarinense diz que frequenta a academia ao menos três vezes por semana para manter a forma, compra roupas caras das marcas Diesel e Ralph Lauren e divide um apartamento de dois quartos com um amigo tailandês, também garoto de programa, no bairro chique de South Kensington, no oeste da cidade.

“O mais difícil para mim é lidar com o dilema emocional, com o fato de que levo uma vida escondida.Nem minha família nem meus amigos no Brasil fazem ideia de que sou garoto de programa. Acham que trabalho com organização de eventos.”

1 2 3 16