À ESPERA DE UM MILAGRE

Na prestigiadíssima coluna Fique Sabendo, do Jornal de Jales, edição desse domingo, o jornalista Deonel Rosa Júnior deu uma geral no extenso currículo do recém-nomeado secretário de Comunicação da Prefeitura de Jales, Welton Márcio Cláudio. Depois, ele emendou um comentário, que transcrevo abaixo:

“FERRAMENTAS – Com todo esse currículo, Welton tem tudo para fazer um excelente trabalho. Porém, desde que lhe sejam dadas as condições necessárias para o desenvolvimento de suas funções. Até agora, a administração municipal tratou a área de comunicação como algo de terceira categoria, nem chegando a executar os recursos previstos no orçamento anual. Ou seja, na contramão do governo Lula. Os 87% de popularidade do ex-presidente não caíram do céu…”

Evidentemente que nem os marqueteiros Duda MendonçaWashington Olivetto, juntos, conseguiriam fazer o milagre de elevar a popularidade do prefeito Humberto Parini a patamares próximos dos 87% alcançados por Lula ao final de seu governo. Mas o jornalista Deonel sabe bem do que está falando. Afinal, ele próprio já experimentou na pele o descaso da administração Parini com a área de Comunicação.

Deonel foi sócio da Agência de Publicidade “Raizes Publicidade e Marketing Ltda“, que há alguns anos, depois de vencer a concorrência aberta pelo Município – licitamente, é bom que se frise – é a responsável pela publicidade institucional da Prefeitura. E a prestação de serviços da Raizes à Prefeitura não tem sido nada fácil: além de investir pouquíssimo em publicidade, a administração petista atrasa frequentemente os pagamentos dos empenhos devidos à empresa, deixando-a em situação constrangedora perante os demais órgãos de imprensa, a quem a Agência de Publicidade repassa serviços.

Em um post anterior, eu escrevi que o Welton vai ter que demonstrar muita paciência, uma vez que o prefeito Humberto Parini e o secretário de finanças, Rubens Chaparim, os donos do cofre, não têm a menor noção da importância da Comunicação. Foi assim durante os seis anos da atual administração. Alguém aí acredita que vá mudar?  Claro que não vai mudar nada! A secretaria de Comunicação, comenta-se, foi criada apenas para satisfazer a vontade de alguém muito próximo ao prefeito, mas, assim como outras secretarias – a do Planejamento é uma delas – terá que se virar com pouquíssimos recursos e nenhuma estrutura. É sintomático o fato de o prefeito ter nomeado apenas o secretário. Se eu o conheço bem, ele vai querer que o Welton faça, sozinho, o milagre que nem o Duda e o Washington, juntos, conseguiriam.

PS: Preciso ver com meu assessor técnico se tem como aumentar as letrinhas miúdas lá de cima. Nas transcrições, eu utilizo um recurso que, automaticamente, diminui o tamanho da fonte. O problema é que o meu assessor técnico já voltou prá Curitiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *