AS MIL CASAS DE PARINI

Num dos folhetos que distribuiu durante a sua campanha reeleitoral, em 2008, o prefeito Humberto Parini relacionou a construção de 1.000 casas populares como uma de suas metas para o segundo mandato. Quando inaugurar as 29 casas que estão sendo construídas desde 2008, no Conjunto Renascer, só estarão faltando outras 947 casas prá que o nosso prefeito atinja o total prometido.

Senão vejamos: há uns três anos, o prefeito assinou um convênio visando a construção de 25 casas espalhadas pela cidade, para pessoas que já possuíam o terreno. A Caixa Econômica Federal financiaria o material de construção e a Prefeitura entraria com a mão-de-obra. Das 25 pessoas escolhidas para participar do projeto, 14 desistiram e, até agora, foram construídas apenas 08 casas.

Mais ou menos na mesma época, o prefeito Parini anunciou a construção de 120 casas para pessoas carentes, em regime de mutirão. As 120 casas seriam erguidas no Conjunto Habitacional “João Batista Colodetti“, que fica ao lado de outro conjunto com 250 residências, o “Pedro Nogueira”. Levantadas as primeiras 16 casas, o prefeito suspendeu o projeto e, hoje, o “João Batista Colodetti” talvez seja o menor conjunto habitacional do mundo.

Tudo somado, quando inaugurar as 29 casas que estão sendo construídas pela construtora J.C. Grande, de Paranaíba, Parini terá entregue exatas 53 unidades habitacionais, ou seja, 5,3% do que prometeu. Segundo ouvi dizer, o prefeito pretende entregar as 29 casas em abril, mas, se quiser fazer isso, terá que soltar o freio de mão. No momento, a construção está semi-paralisada e o local invadido pelo mato.

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *