CHEIRO DE PIZZA NO AR: “CEI DA CERTIDÃO FALSA” AINDA NÃO SAIU DO PAPEL

Isso é que é vontade de investigar! Instalada há mais de três meses e tendo como integrantes os onipresentes vereadores Luís Especiato e Rivelino Rodrigues, a chamada “CEI da Certidão” ainda não andou um centímetro sequer. Segundo se sabe, apesar de ter sido inclusive prorrogada por mais noventa dias, os integrantes da CEI ainda não fizeram uma única reunião e, por consequência, ainda não solicitaram um único documento.

Já escrevi várias vezes sobre o assunto, mas não custa repetir: em março de 2009, o prefeito Parini mandou emitir uma Certidão Negativa de Débitos em favor da Instituição Soler de Ensino, que, àquela época, sem contar as  outras empresas do grupo, devia cerca de R$ 50 mil em impostos aos cofres da viúva. Tudo para permitir que a empresa participasse de uma licitação, aqui mesmo, na Prefeitura de Jales.

Levada ao Ministério Público por um ex-vereador, a encrenca já chegou à Procuradoria do Estado, que, de seu lado, solicitou algumas investigações à polícia de Jales. Enquanto isso, na Câmara, aprovou-se a tal CEI, mas, comandada por Especiato e Rivelino, já se sabe que final ela terá. Só nos resta imaginar, afinal, qual o sabor da pizza que sairá do forno do Legislativo. Espera-se que, dessa vez, os dois vereadores sirvam, no mínimo, uma “quatro queijos”. 

8 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *