FLÁ ASSINA CONVÊNIO QUE PREVÊ O EMPREGO DE POLICIAIS MILITARES NA FISCALIZAÇÃO DO COMÉRCIO AMBULANTE

O Diário Oficial do Estado de hoje, 13 de julho, está anunciando que o prefeito Flá Prandi assinou um novo convênio com o governo estadual, através da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

O objetivo do convênio é a implantação do programa de combate ao comércio ambulante irregular ou ilegal, com o emprego de policiais militares na fiscalização. Ou seja, a partir de agora, o comércio ambulante – que era fiscalizado por fiscais municipais – passará a ser fiscalizado também pela Polícia Militar.

E não é só isso. De acordo com o convênio, o funcionamento irregular de estabelecimentos comerciais e a perturbação do sossego em Jales também serão fiscalizados por policiais militares. Eu sempre achei que esse último quesito – a fiscalização da perturbação do sossego – já era de competência da Polícia Militar.

A publicação do Diário Oficial não diz isso, mas, considerando convênios assinados com outras cidades – Santos, por exemplo – os policiais militares atuarão como fiscais em suas horas de folga. Eles receberão uma gratificação de R$ 57,03 a R$ 59,69 por hora trabalhada.

O número de policiais que desempenharão essa atividade e a quantidade de horas/dias que eles trabalharão, irá depender, é claro, das disponibilidades orçamentárias financeiras da nossa Prefeitura.

6 comentários

  • Meu deus quando penso que não tem mais nada pra acontecer em Jales para prejudicar o pobre , aparece mais uma, polícia para ambulantes ganhando um extra da prefeitura em horário de folga. Quer dizer quem já tá empregado ganha mais pra prejudicar quem está desempregado e tá tentando ganhar o mínimo. Pobre que tem vergonha e tá desempregado Muda de Jales.
    e

  • JOSUE

    sinceramente,qdo vejo estas noticias fico pensando o que se passa na cabeça desses governantes eleitos por uma democracia fraudulenta,onde deixou a população sem opções de voto,para melhorar o salario do funcionarios publicos não tem dinheiro,tirou o decimo quarto para fazer isso, pagar policias para ferrar com a vida de quem luta para levar comida para casa,porque não separar um local para esse pessoal para ganhar seu sustento e fazer algo para que se tornem legais judicialmente,qtas empresas foram conquistadas por essa gestão,qtos empregos foram criados,para tirar as pessoas do anonimato,fazem de tudo para ferrar a vida de pessoas que só querem trabalhar,tem diretor de divisão com problema de coluna trabalhando normalmente de motorista,no meu caso nem a pericia medica favoravel a mim aceitaram,acabaram com minha vida e ninguem explica as razões,esse é um exemplo de governo democratico em Jales,o pobre que se foda.Deus abençoe Jales.DEUS VISITARÁ SUA MALDADE,é só esperar.

  • JOSUE

    para pagar policiais e fazer media com autoridades tem dinheiro,Cardosinho vá no patio do laboratorio proximo ao ame e tire fotos dos veiculos parados por falta de manutenção,kombi da dengue parada por falta de aflição,dizem que mecanico não fez direito, alternadores e outras coisas que não são tão caras assim,caros velhos mas ainda tem condições de trabalhar.dinheiro para manutenção não tem,mas pagar policias tem.vai entender a cabeça de politico.é só tristeza.Deus abençoe Jales

  • Graziele

    Manda esse prefeito assina convenio pra arruma medico para as ubs porque tem gente esperando pra marca medico ja faz um ano

  • Fla marca consulta no sus

    Convenio com medico esse prefeito nao assina ne pra marca um encaminhamento pra medico na ubs tem que espera quase um ano tem paciente que tira o dinheiro de onde nao tem pra paga consulta pq se espera o encaminhamento morre e nao e atendido.

  • Triste

    O fundo social da cursos para pessoas desempregadas terem uma renda, vai o prefeito e cria mecanismos para prejudicar os trabalhadores informais, ambulantes e afins…
    Jales é a cidade da piada pronta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *