NOVO CEMITÉRIO AINDA NÃO TEM LICENÇA AMBIENTAL

Vejam vocês como no governo Parini tudo funciona às avessas. “Inaugurado” em abril deste ano – com a presença ilustre da primeira-dama – como parte do pacote de inaugurações  programado pelo secretário José Shimomura para comemorar os 70 anos de fundação desta progressista city, o nosso novo cemitério ainda não teve o prazer de receber seu primeiro inquilino.

E nem poderia! Sabe-se agora – através do Diário Oficial do Estado – que a nova cidade dos pés-juntos ainda não recebeu a devida licença ambiental, sem a qual não poderá receber nenhum defunto. Segundo o DO, a Prefeitura de Jales está abrindo uma licitação, na modalidade convite, visando “contratar empresa especializada para perfuração e construção de poços de monitoramento e coleta e análise das águas do lençol freático na área destinada à implantação do novo cemitério”, com o objetivo de obter o licenciamento ambiental.

Entenderam? Somente agora, cinco meses depois da “inauguração”, a nossa Prefeitura vai contratar a empresa que vai furar os poços para coleta da água, que vai possibilitar a análise do lençol freático. E, depois de tudo isso, a Prefeitura vai ver se consegue a licença ambiental. Alguém aí acredita que, até o final do governo Parini, teremos algum infeliz comendo capim pela raiz naquele espaço?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *