OS NÚMEROS DO EMPREGO EM FEVEREIRO

A falta de uma política séria por parte do governo Parini, para incentivar a instalação de novas indústrias, ou pelo menos para manter as que já temos, está trazendo consequências drásticas para a economia de Jales. Os números divulgados recentemente pelo Ministério do Trabalho, relativos ao mês de fevereiro de 2011, confirmam uma tendência que já vem desde o ano passado, quando o saldo da geração de empregos na indústria jalesense foi negativo, com o fechamento de 83 vagas formais.

Em fevereiro, o saldo negativo na nossa indústria foi de 08 empregos formais fechados. Com isso, os números do emprego em Jales estiveram, novamente, entre os piores da região. E não fosse o nosso comércio e a prestação de serviços, esses números poderiam ser mais negativos ainda. Enquanto Fernandópolis produziu 250 novos empregos e Votuporanga abriu 275, Jales ficou em 49, à frente apenas de Santa Fé do Sul que, em fevereiro, registrou a abertura de apenas 35 novas vagas.

Mas o pior de tudo é que, enquanto a região de São José do Rio Preto comemora resultados expressivos na geração de empregos na indústria, Jales, na contra-mão, coleciona resultados negativos. E não é para menos: basta ver a situação dos nossos distritos industriais, que, nos últimos anos, não mereceram o olhar da administração Parini; basta ver também a situação de algumas “incubadoras”, de onde o prefeito desalojou empresas simplesmente para deixar salas vazias.

Mas os números do emprego em Jales não parecem importar muito para o prefeito Parini. O que importa mesmo, é que, daqui a alguns dias, estará fazendo um ano que o prefeito conseguiu um bom emprego para a filha, como inventariante da Rede Ferroviária Federal. O problema é que o emprego da filha não conta para a estatística de Jales. Só para refrescar a memória, estou republicando a portaria que nomeou a filha do prefeito. Vejam que a RFF está afeta ao Ministério dos Transportes, onde o deputado federal Valdemar da Costa Neto(PR) tem grande influência. E para quem foi mesmo que o nosso prefeito pediu votos? Será que ele foi vítima de alguma chantagem???

PORTARIAS DE 15 DE ABRIL DE 2010

O SECRETÁRIO-EXECUTIVO, SUBSTITUTO, DO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES, no uso de suas atribuições e considerando o disposto no art. 4º da Portaria Ministerial nº 82, de 30 de março de 2010, publicada no Diário Oficial da União do dia 1º de abril de 2010, resolve:

N 100 Nomear MARIA GABRIELA ALVES PARINI, CPF nº 327.735.728-74 para exercer cargo em comissão, código DAS 101.2, da Inventariança da extinta Rede Ferroviária Federal S.A. – RFFSA, em caráter de transitoriedade, conforme o disposto no art. 23 da Lei nº 11.483, de 31 de maio de 2007.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *