A TRIBUNA: DEPOIS DE GOVERNO ANUNCIAR REDUÇÃO, PREÇO DA GASOLINA SOBE R$ 0,10 EM JALES

capa-tribuna-23-10-16No jornal A Tribuna deste final de semana, a manchete principal destaca entrevista do presidente do PP de Jales, Luiz Henrique Moreira, onde ele defende a tese de que já passou da hora de Jales ter um deputado que more aqui e que tenha conhecimento sobre os problemas da cidade. Na entrevista, Luiz Henrique revelou que alguns deputados do seu partido – entre eles, Paulo Maluf – prometeram protocolar R$ 1,1 milhão em emendas parlamentares para melhorias nas ruas de Jales.

Destaque, igualmente, para o aumento no preço da gasolina, que, depois do anúncio do governo Temer sobre uma redução de 3,2%, já subiu, em média, dez centavos/litro nos postos de combustíveis de Jales. Postos onde a gasolina custava entre R$ 3,40 e R$ 3,48 na semana passada, agora estão cobrando entre R$ 3,50 e R$ 3,58. De seu lado, o preço do etanol disparou, subindo cerca de R$ 0,40/litro, nos últimos vinte dias. Mesmo assim, os preços dos combustíveis em Jales estão entre os mais baratos do estado.

A adesão de Jales ao programa “Mais Médicos” do governo federal; a liminar da Justiça, que bloqueou os bens dos oficiais do Cartório do Registro de Imóveis de Jales, acusados de desvio de quase R$ 1 milhão; a implantação de uma nova vala que dará sobrevida de seis anos ao aterro sanitário de Jales; a preparação dos dois cemitérios municipais para o Dia de Finados; e a suspensão, pela segunda vez, da licitação aberta pela Prefeitura para execução de recape asfáltico, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, a informação de que os vereadores novatos – que tomarão posse em janeiro – já andam se reunindo para definir quem será o futuro presidente da Câmara. Na página de opinião, o incansável Marco Antônio Poletto escreve o artigo “Rede Globo de Manipulação”, enquanto o santista Victor Pereira escreve sobre as polêmicas arbitragens do campeonato brasileiro. No caderno social, a coluna do Douglas Zílio traz alguns flashes do show da dupla Rionegro e Solimões em benefício da Santa Casa.      

2 comentários

  • Onde está o dinheiro?

    O jornal publica que a justiça bloqueia os bens dos oficiais do cartório porem parece que os bens penhorados não devem pagar, sequer, o valor da dívida de 2014, em torno de R$ 1 milhão.
    Certamente a justiça fará uma varredura, nas contas bancárias, e nos bens deles, obtidos ao longo destes anos. Deve pesquisar até a existência de laranjas.
    Com certeza, não existe fiscalização da justiça quanto ao repasse do pagamento de imposto pelos “donos” de cartórios pois é o segundo cartório, na cidade, que desvia o dinheiro para o seu bolso.

  • Thiago

    É aquele negócio, já sabem que vão ter que abaixar o valor então aumentam R$ 0,10 e em seguida diminuem R$ 0,08. Aí todo mundo fica feliz com a queda do preço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *