APOSENTADORIA: ONTEM FOI O ÚLTIMO DIA DE TRABALHO DO JUIZ EDUARDO HENRIQUE, TITULAR DA 1a.VARA POR MAIS DE 30 ANOS

Ontem, sexta-feira(30), foi o último dia do juiz Eduardo Henrique de Moraes Nogueira como titular da 1ª Vara de Jales. A partir de segunda-feira(02), ele estará aposentado, depois de trinta e dois anos de magistratura.

O doutor Eduardo iniciou na magistratura aqui em Jales, em 1987, como juiz substituto. Depois de cerca de um ano no Fórum de Jales, ele, ainda como juiz substituto, atuou por mais um ano em outras comarcas da região, para, em seguida, assumir definitivamente como juiz titular da 1ª Vara.

Em seu último dia de trabalho, ele foi homenageado pelo pessoal da OAB. Antes, na quinta-feira da semana passada, ele já tinha sido surpreendido por colegas juízes, promotores e funcionários do Fórum, que o homenagearam. É desse dia a foto acima, em que ele – observado pela esposa Maria Cristina, pela mãe, D.Zélia, e pelo amigo Pedro Callado – agradece a homenagem.

Em seu breve discurso, o doutor Eduardo lembrou que, em menino, sonhava um dia se tornar motorista de ônibus, mas, adulto, optou pelo Direito e, com o apoio e o incentivo dos pais, acabou tornando-se juiz, coisa da qual ele se orgulha. Contou, também, que foi o pai quem o incentivou a – entre as opções que tinha – escolher Jales para iniciar sua carreira.

Gostou tanto da cidade, que por aqui ficou, tornando-se um legítimo jalesense com direito inclusive a Título de Cidadão – aqui – concedido pela Câmara Municipal em 2010.

E como registrou o jornalista Luiz Ramires, no Jornal de Jales, várias pessoas discursaram na homenagem ao doutor Eduardo, todas elas “destacando as qualidades do juiz que se aposenta, tanto pela sua atuação profissional quanto como cidadão e companheiro de trabalho“. 

Na foto ao lado, ele recebe um mimo entregue pelo diretor do Cartório da 1ª Vara, Claudemiro Galdino Rosa. Galdino não foi escolhido por acaso para representar os funcionários do Fórum: ele foi um dos mais fiéis colaboradores do doutor Eduardo, nesses mais de trinta anos, e também deverá pendurar as chuteiras em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *