COM BOLSONARO, APENAS 03 FAMÍLIAS DE JALES CONSEGUIRAM ENTRAR NO BOLSA FAMÍLIA EM SETE MESES

A ojeriza do governo Bolsonaro aos mais pobres não fica apenas nas palavras – como na fala de Paulo Guedes sobre as domésticas – mas também nas ações. Uma dessas ações é o corte orçamentário na assistência social, que, em Jales, e no resto do país, já produz efeitos maléficos, como o aumento da extrema pobreza.

Em Jales, um dos principais exemplos do ataque de Bolsonaro & Cia aos mais pobres está no Bolsa Família, que, em maio de 2019, tinha 1.153 famílias cadastradas e, em janeiro deste ano, esse número já tinha sido reduzido para 904.

Segundo números informados pela Secretaria Municipal de Promoção Social, entre junho e dezembro de 2019, ou seja, em sete meses, apenas três famílias jalesenses foram incluídas no Bolsa Família. E não é por falta de candidatos: os mesmos números mostram que em Jales nós temos 1.101 famílias em situação de extrema pobreza, das quais 374 estão fora do programa.

Nos primeiros cinco meses de Bolsonaro, quando os cortes orçamentários ainda não tinham causado efeitos, 174 famílias jalesenses foram incluídas no Bolsa Família. Parece muito, mas não é. Para se ter uma ideia, no últimos três meses do governo Temer, Jales conseguiu incluir 172 famílias. E olhem que Temer também fez cortes no programa.

Em 2016, quando Temer assumiu o assento presidencial, Jales tinha 1.671 famílias no Bolsa Família, que, juntas, receberam R$ 2,5 milhões. Em 2019, primeiro ano de Bolsonaro, o Bolsa Família transferiu R$ 2,2 milhões para 1.208 famílias jalesenses. Queda de 27% no número de famílias e de 12% no valor transferido.

7 comentários

  • SÓ JUMENTO VOTOU EM BOZONARO.,

    vão trabaiá vagabundos. essa será a resposta dos bozonarianos.

  • O Bolsa Família : Um programa eleitoreiro

    O Programa Bolsa Família só tem 4 objetivos : fins eleitoreiros, criar vag,,,abun…dices que não trabalham com golpes/roubos, estelionatos e aumentar o imposto do trabalhador pra pagar esses roubos do Inss.
    Único pais do mundo que tem essas regalias a quem não quer trabalhar, em vez de ensinar a pescar, já dá o peixe ao desocupado.
    O BF é a ponta do iceberg das infinitas irregularidades , como aposentadorias e pensões fraudulentas, auxílios, pescadores, rurais, idosos que nunca contribuíram e de filhos abastados e ricos, falsos deficientes, alem disso paga a quem já tem os filhos maiores, a filhos registrados em várias escolas diferentes, etc.
    Onde a PF já denunciou de fraudes de mais de 100bi/ano e nada se faz, nem cruzar dados de CPF das crianças, pais, avos, filhos, FGTS, bancos, imoveis, trabalhos, etc, preferindo aumentar as taxas do Inss do pobre trabalhador em vez de peneirar

  • Cokinha das crianças

    E tem vereador que fala que o IPTU e só uma cokinha

    • Dr. Pedro GoGó

      E ai Empresários de Jales, vcs donos Comércio, Setor de Serviços…da cidade toda do Jalãooo…. Tão Contentes dos pobres não terem R$ 2,5 milhões pra não gastar no Comércio de vcs..

      tem uma solução pra dar lucro pra vcs mande metade de seus funcionários empora pra sobra mais dinheiro no final do mês…quebrem mais rapido o negócio de vocês…

      tiraram o PT pra isso…achou que só a gasolina, o gás de cozinha ia amentar…se tá ruim consumidores com bolsa familia, não esqueça eles davam lucro no final do mês pagando em dia, movimentando a economia….

  • Rapizodia

    Escutamos a todo momento, argumentos contra projetos de transferência de renda. Argumentam que existe muitos desvios, que os contribuintes estão sendo lesados e também o mais canalha de todos, que devemos ensinar a pescar ao invés de oferecer o peixe. Lembro que este país está permeado de falcatruas e desvios em todas as esferas públicas e políticas. Rachadinhas em gabinete de deputados, sobrepreço em obras públicas, desperdício de produtos e muitos após superfaturamento por empresários inescrupulosos que só visam o lucro doa a quem doer. A população mais frágil sofre e daí vem aqueles com seus discursos liberais estúpidos e sem nenhum apreço por seus irmãos que passam necessidade, como se todos fossem um bando de bêbados e vagabundos e não mães e pais sem saída econômica para cuidar de seus filhos ou família. Como ensinar a pescar com uma economia que só contempla uma minoria, uma educação ruim, mal assistida e que só piora? E para fechar a tampa, ainda votamos e defendemos estes aí que não saem da mídia por conta de seus maus feitos. Vai entender!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *