DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

folha-noroeste-29-10-16O jornal Folha Noroeste deste sábado destaca a assinatura de um convênio entre a Prefeitura de Urânia e o governo estadual, para construção de uma creche naquele município. Segundo a notícia, o convênio prevê investimentos de quase R$ 1,8 milhão, sendo que R$ 1,6 milhão deverá ser utilizado na construção e o restante na aquisição do mobiliário. De acordo com o convênio, o município de Urânia deverá disponibilizar um terreno para construção da creche. O prefeito Airton Saracuza disse que as tratativas para assinatura do convênio começaram em 2013.

A assinatura das portarias que irão destinar R$ 48 milhões do Ministério da Saúde para santas casas e entidades filantrópicas, entre elas o Hospital de Câncer de Jales, que deverá receber R$ 8 milhões; a emenda de R$ 100 milhões que o deputado federal Roberto Lucena(PV-SP) está prometendo colocar no orçamento da União para ajudar o Hospital de Câncer de Barretos; e a auditoria que a Secretaria Estadual de Saúde está realizando na Santa Casa de Jales, são outros assuntos da Folha Noroeste.

Na coluna FolhaGeral, o intrépido redator chefe Roberto Carvalho está informando que a disputa pela presidência da Câmara de Jales já começou. Segundo o colunista, os vereadores Tiquinho(PSD), Tiago Abra(PP) e Henrique Macetão(PP) estariam mantendo contatos com os novatos eleitos em busca de apoio. O Roberto registrou, também, que o vereador eleito Vagner Selis, o Pintinho, está se preparando para presidir a sessão da posse do prefeito Flávio Prandi e, se gostar da cadeira presidencial, poderá colocar seu nome entre os candidatos a presidente da Câmara.

9 comentários

  • Mais dinheiro! Quem não quer?

    Quando Dilma era presidente, Henrique Prata colocou culpa em Alckimin na falta de dinheiro de seu hospital mas quando Temer entrou, logo ele “arrumou” dinheiro para suas dívidas.
    Mas Prata descobriu que seu problema era a sua má gerencia do seu hospital quando seu gerente foi denunciado de desvio de dinheiro. Porem “ganhou” uma auditoria, no hospital.
    Mudando de assunto, todos os vereadores querem ganhar uma pouquinho mais, no seu salario (uns R$ 3 mil) para serem presidente de camara pois não fazem quase nada e ganharem notoriedade.
    Quem não quer?

  • Zé do buraco

    Parabéns Prefeito de Urania, enquanto aqui em Jales tem uma escola prometida a anos, que seria construida na porta do Clube de Ipê, segue em passos largos para o buraco, assim como as promessas da Usina de biodiesel, da reinauguração do frigorífico, dos pontilhões sobre a linha férrea, do recapeamento asfáltico e tantos outras promessas vazias, oh políticos de *@#@*.

  • José Carlos de Souza

    COXINHA INVEJOSO E MAGOADO, Henrique Prata não conseguia dinheiro com Alkimin, para o HC, porque o mesmo ( Alkimin ), estava preocupado com:–
    A revista Veja desde fim de semana apontando que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também é citado na delação da maior empreiteira do País e confirma que Alckmin é o “Santo” das planilhas da construtora.
    A ele, foram pagos R$ 500 mil em duas parcelas, a pedido de um diretor de contrato da Odebrecht que era responsável pelas obras na Linha 4 do Metrô, de acordo com planilha obtida pela Polícia Federal na 35ª fase da Operação Lava Jato.
    O documento aponta repasse de propina da Odebrecht a governos de vários partidos e todas as esferas em diversas obras no Brasil, entre elas o aeroporto Santo Dumont, no Rio de Janeiro, que é governado pelo PMDB, e o Rodoanel e o Metrô em São Paulo.
    No início de outubro, a revista Carta Capital já havia sugerido que “Santo” fosse o governador. Na ocasião, a revista cobrou a Lava Jato pelo fato de que, desde março, quando o codinome apareceu pela primeira vez, como beneficiário na obra da duplicação da Rodovia Mogi-Dutra, “já foram deflagradas dez fases da Lava Jato e a Polícia Federal ainda não conseguiu identificar qualquer um dos codinomes mencionados”.
    Outra preocupação de Alkimin era o que fazer com a corrupção de mais de 200 milhões da Merenda Escola de São Paulo, talvez a do Metrô, ou do Trenzalão, ou da Sabesp, ou do Banco Marka, ou do Banestado e por isso não dava a devida atenção a saúde no estado. Será que o dono do HC que coloca um homem de sua confiança, ganhando mais ou menos 15 mil reais por mês é culpado , pelo mesmo ter roubado o HC.
    O mais correto depois foi feito o dito cujo foi mandado embora por justa causa e esta sendo processado pelo MF e o HC iniciou uma auditoria interna, para se chegar junto com a PF a verdade.
    O pior de tudo é que o Imbecil, Escroto, Débil Mental, Ignorante, Asno etc…… volta ao assunto, mas pode ficar tranquilo que seu quarto esta te esperando. Boçal ao invés de criticar , vai ajudar seu Jumento.
    Verme e se achas que o salário de vereador é alto, principalmente para o presidente da Câmara, por que seu Burro não se candidatou? Deverias ter no celebro muitos neurônios mas já percebi é que tens muita Merda.

    • De um coxinha magoado?

      JOSÉ CARLOS
      Primeiramente. obrigado, por você ler os meus textos pois você deve me achar muito inteligente se não escreveria a sua discordância mas por favor seja educado!
      Os tucanos estão no governo a mais de 20 anos e os petralhas não conseguem tira-los do poder pois essas denuncias estão sendo apuradas pela policia federal, a muito tempo, sendo que os deputados petistas não conseguem apurar nada! Conhece algum deputado do PT?
      Alckmin está rindo à toa com a surra que deu nos petralhas, na eleição municipal principalmente, na capital, onde seu candidato teve quase 60% dos votos.
      O PT de Lula não deve ter nem 40 cidades, no interior (ABC foi surra) pois o filho dele não conseguiu se eleger para vereador, no ABC
      Que massacre!

  • Pombo

    Saracuza o melhor prefeito

  • José Carlos de Souza

    DE UM COXINHA MAGOADO eu costumo seu Imbecil ler qualquer merda que aparece do Blog, principalmente escrita por um Débil Mental como você, não estou preocupado quantas prefeituras o PSDB ganhou, nem quantas prefeituras o PT perdeu, se Alkimin esta rindo a toa, se o Pt elegeu prefeitos em 40 cidade, se houve massacre ou não, pois não sou um ideológico partidário e sim um ideológico politico, que penso unicamente na economia brasileira, na educação, na saúde, no emprego e na comida dos mais necessitados, essa é minha preocupação com a classe média para baixo e não pára cima que é a direita fascista e neoliberal e golpista.
    Seu Merda não discordo de você pois tu não passa num monte de Merda que não entende nada de politica ideológica e nem partidária .
    Escroto respondi para sua mente defeituosa, pelo que escreveste do HC de Jales e também sobre o vereadores de Jales, em momento nenhum falei seu Escroto sobre partidarismo e muito menos eleição, a Besta aqui é você sua Anta.
    Realmente os tucanos estão no governo a 20 anos no Estado de SP, por isso Alkimin deve agora estar preocupado Por que? ; POR CAUSA DA CORRUPÇÃO DE 200 MILHÕES NA MERENDA ESCOLAR, DA CORRUPÇÃO DO METRÔ, DA CORRUPÇÃO DO BANESTADO, DA CORRUPÇÃO SABESP, DA CORRUPÇÃO DO BANCO MARKA. POIS SAIU O NOME DELE NA LAVA JATO POR TER RECEBIDO 1 MILHÃO DA ODEBRECHT ETC………Escroto nenhuma dessa roubalheiras o governo tucano deixou ser investigado, foi tudo engavetado ou varrido para debaixo do tapete. Se comporta por favor como gente e não como uym animal, procure saber através da mídia, sobre essas corrupções e quais foram os resultado delas.És um Idiota Irracional, que adora um Curral , Capim e Feno, deve ser por isso que nem tentas sair a candidato a vereador e nem um administrado de um hospital qualquer.
    SEU COXINHA MAGOADO, como pode se achar inteligente, pois tu és um Burro, que nasceu do cruzamento de um cavalo ( seu genitor ) e de uma Mula ( sua genitora ) e ao invés de neurônios sé tem merda nessa cabeça de Burro KKKKKKKKKKKKKKKKK ahahahahahahahahahahah, sua debilidade é tão grande, que começa com um assunto e termina com outro. Uma pergunta: quando era um Burrinho fizeste o Mobral, ou só comeu capim a vida toda. Trouxa.

  • José Carlos de Souza

    DE UM COXINHA MAGOADO, apresa de que para minha pessoa, és um insignificante com a mente deturpada, além de um Idiota que não pensa antes de agir e não tem cabeça pra pensar no que faz ou escreve, mesmo assim vou lhe passa 15 causas, para lhe mostrar quem foi e quem é e como é Alkimin o corrupto:
    1. Em1995 quando o PSDB e Geraldo Alckmin assumiram o governo do estado de São Paulo a participação paulista no PIB nacional era de 37%, segundo a Fundação SEADE. Em2004 esta participação caiu para 32,6%, demonstrando portanto, que graças aAlckmin o estado de São Paulo perdeu 12% de toda a riqueza nacional. Istosignifica menos crescimento econômico, menos geração de renda, menos salários emenos empregos a população paulista.
    2. Em virtude desta queda dedesempenho da economia de São Paulo e a inexistência de políticas públicas degeração de trabalho e renda a taxa de desemprego chegou a 17,5% e ao longo dodesgoverno tucano de Alckmin cresceu 33,6% (1995-2005), segundo o IBGE. A taxade desemprego em São Paulo é ainda maior que a taxa média nacional, que é de10,9%.Vale ressaltar que durante 8 anos tivemos a dobradinha nefasta entre PSDB no Estado de SP e no Governo Federal para produzir tais taxas. Se não bastasse isso, para agravar ainda mais a taxa de desemprego, Alckmin reduziu em R$ 9 milhões o orçamento da frente de trabalho.
    3. Governador Alckmin, à época presidente PED, foi o condutor de todo o processo de privatização, arrecadando entre 1995-2000 em valores correntes R$ 32,9 bilhões, destes, cerca de 72% (R$ 23,9 bilhões) obtidos pela venda do setor energético de São Paulo. Contudo, apesar desta enorme soma arrecadada, o Balanço Geral do Estado mostra que, a dívida consolidada do Estado cresceu de R$ 34 bilhões em 1994 para R$ 138 bilhões em 2004, um crescimento real de 33,5%, utilizando-se o indexador IGP-DI. Portanto, Alckmin vendeu 2/3 das empresas estatais do estado e mesmo assim a dívida consolidada cresceu ao longo de seu mandato. O absurdo: Geraldo ainda mente ao dizer que houve saneamento das finanças e se auto-intitula um “grande gerente”.
    4. No exercício financeiro de 2003 o Estado de São Paulo, desgovernado pelo PSDB de Geraldo Alckmin, atingiu um déficit (receita menos despesa) em suas contas de mais de 572 milhões de Reais.
    5. Com o desgoverno tucano São Paulo perdeu R$ 5 bilhões na venda do Banespa. Considerando o valor pago pelo Santander e o montante total da dívida do Banespa com a União e que foi paga às pressas por Alckmin para que o Santander comprasse um Banco sem dívida, houve um prejuízo de mais de R$ 5 bi que deveriam ser investidos na área social mas que Geraldo preferiu doar a uma empresa multinacional da Espanha.
    6. O descontrole das finanças públicas paulista reflete a gerência desastrosa de Alckmin, que aplica uma Lei Orçamentária irreal. De 1998 a 2004 o Orçamento estadual apresentou uma estimativas falsas de “excesso de arrecadação” na magnitude de R$ 20 bilhões que são vinculados a rubricas sobretudo publicitárias e portanto financiando campanha eleitoral às custas do contribuinte paulista enquanto Alckmin veta orçamento maior para a Educação.
    7. Geraldo não cobra devedores de São Paulo. De 1998 a 2004 houve queda na arrecadação junto aos devedores de tributos em cerca de 52%, representando uma perda de aproximadamente R$ 1 bilhão que poderiam ser investidos na área social.
    8. Caem os investimentos no desgoverno de Geraldo Alckmin. A participação percentual dos investimentos nos gastos totais caiu em 2003 e 2004 de 3,75% , o que é bem inferior por exemplo ao de 1998, quando atingiu 5,39% do gasto total. É o Estado se afastando da sociedade e resultando em precarização de serviços públicos.
    9. Geraldo Alckmin arrocha salários dos servidores públicos de São Paulo: Em 1998, o gasto com ativos e inativos representava 42,51% das despesas totais do Estado. Em 2004, este gasto caiu para 40,95%, resultado da política de arrocho salarial e redução das contratações via concurso público, porém com aumento dos cargos por nomeação do governador.
    10. Alckmin não tem projeto de desenvolvimento para as regiões do Estado de São Paulo: Das 40 Agências de Desenvolvimento Regional previstas pelo governo tucano em 2003, nenhuma foi criada.
    11. Alckmin corta brutalmente os gastos na área social: Apesar do excesso de arrecadação de R$ 12 bilhões, durante o período 2001-2004, o governo deixou de gastar os recursos previstos. No ano de 2004, a área de desenvolvimento social perdeu R$ 123 milhões, já com desenvolvimento regional não foram gastos R$ 5,8 bilhões.
    12. Alckmin ofereceu regime tributário especial, por meio da Secretaria Estadual da Fazenda, que dá vazão a fragilidade fiscalizatória para a empresa Daslu, que recentemente teve sua proprietária presa pela Polícia Federal por crimes de sonegação fiscal e evasão
    de divisas. Vale mencionar que Alckmin esteve presente na abertura desta loja e chegou até a cortar a fita inaugural.
    13. Ao longo do desgoverno tucano de Geraldo Alckmin houve redução de 50% no orçamento de pesquisa do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas). O instituto, que existe há 106 anos, financia pesquisas para o desenvolvimento econômico, geração de renda e fortalecimento da indústria paulista. Em julho deste ano já foram demitidos do IPT 10% de seus funcionários e até janeiro de 2006 serão mais 5%. Este foi mais um dos fatores da redução da participação do PIB de SP no total do Brasil.
    14. Alckmin extinguiu cursinho pré-vestibular gratuito (Pró-Universitário), deixando de investir R$ 3 milhões e impediu a matrícula de 5.000 alunos que agora estão muito mais longe da formação superior graças ao PSDB.
    15. Alckmin vetou dotação orçamentária de R$ 470 milhões para a Educação de SP. A “canetada” do des-governador anulou a votação dos parlamentares do Estado principalmente para o ensino superior e técnico. Geraldo mente deslavadamente ao afirmar que investe 33% em Educação quando na verdade só investe o mínimo determinado pela constituição Estadual, que é de 30% do orçamento.
    Trouxa e Otário deu para entender, depois posso lhe mostrar mais seu FDP.

  • José Carlos de Souza

    DE UM COXINHA MAGOADO, seu idiota, continuando te esculachando, pois não passas de um vigarista, coxinha, fascista e golpista agora foi lhe mostrar uma reportagem que saiu: na Folha, G1, O Globo, GGN e também o Estadão para que, tu como otário que és possa se atualizar, nunca se esquecendo que para as eleições de 2018 faltam 2 anos:

    Andrade Gutierrez confirma doação de R$ 20 milhões a Aécio Neves. A Andrade Gutierrez, mostrou em delação a origem do dinheiro para as campanha do PSDB, conseguente mente para Aécio a presidente da república,confirma empreiteira.
    Otávio Marques de Azevedo, empresário da Andrade Gutierrez, confirmou que fez doações à campanha presidencial de Aécio Neves (PSDB), em 2014, a pedido de um tesoureiro “informal”, o ex-presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), Oswaldo Bordes da Costa.
    Na Operação Lava Jato, Oswaldo aparece em mensagens como “Oswaldinho”, cobrando propina da OAS em cima dos contratos das obras da Cidade Administrativa que Aécio construiu em Minas ao custo de R$ 1 bilhão. A informação saiu da delação de Leo Pinheiro.
    No caso da Andrade Gutierrez, o depoimento sobre a doação eleitoral em 2014, no valor de R$ 20 milhões ao PSDB., ocorreu normalmente, ao Sr. Oswaldinho.
    No depoimento, o ex-presidente da Andrade confirma que fez a doação a pedido de Oswaldinho, e que tirou os recursos do mesmo caixa que abasteceu outros partidos pequenos, inclusibe o PMBD.
    Porém, no caso do PSDB de Aécio, ele disse que não houve obras relacionadas no pedido de doação. Contudo, a Andrade Gutierrez, assim como a OAS, fizeram parte dos três consórcios de nove empreiteiras que ajudaram a tirar a Cidade Administrativa do papel. São elas: Camargo Correa, Mendes Júnior, Santa Bárbara, Norberto Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão, Andrade Gutierrez, Via Engenharia e Barbosa Mello.
    E AGORA ESTRUME.

  • José Carlos de Souza

    DE UM COXINHA MAGOADO seu Palhaço do Blog se você não deu uma lida na veja no final desta semana, de uma olhadela agora um dos principais comentário e a capa da mesma:
    Alckmin é o “Santo” da Odebrecht, reportagem da revista Veja neste fim de semana aponta que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também é citado na delação da maior empreiteira do País e confirma que Alckmin é o “Santo” das planilhas da construtora.
    A ele, foram pagos R$ 500 mil em duas parcelas, a pedido de um diretor de contrato da Odebrecht que era responsável pelas obras na Linha 4 do Metrô, de acordo com planilha obtida pela Polícia Federal na 35ª fase da Operação Lava Jato.
    O documento aponta repasse de propina da Odebrecht a governos de vários partidos e todas as esferas em diversas obras no Brasil, entre elas o aeroporto Santo Dumont, no Rio de Janeiro, que é governado pelo PMDB, e o Rodoanel e o Metrô em São Paulo.
    No início de outubro, a revista Carta Capital já havia sugerido que “Santo” fosse o governador. Na ocasião, a revista cobrou a Lava Jato pelo fato de que, desde março, quando o codinome apareceu pela primeira vez, como beneficiário na obra da duplicação da Rodovia Mogi-Dutra, “já foram deflagradas dez fases da Lava Jato e a Polícia Federal ainda não conseguiu identificar qualquer um dos codinomes mencionados”.
    NÃO ESQUEÇA TEM UM QUARTO E UMA CAMA VAGO NO HC, TE ESPERANDO SEU INESCRUPULOSO. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *