EM CINCO DIAS, POLÍCIA DE JALES PRENDE TRÊS TRAFICANTES. DOIS DELES SÃO MÃE E FILHO

Policiais civis da Central de Polícia Judiciária de Jales realizaram, na manhã desta quarta-feira, uma busca domiciliar – devidamente autorizada por mandado expedido pela Justiça – na residência de A.A.R.T., morador do bairro São Judas Tadeu.

Com A.A.R.T. – que tem 23 anos de idade e não possui antecedentes criminais – foram encontrados 1,450kg de “crack”, uma minibalança de precisão e R$ 92 em dinheiro. Trata-se da maior apreensão desse tipo de droga, em Jales, nos últimos anos.

E família que trafica unida, vai presa unida. Na tarde de sexta-feira, a polícia fez uma visita surpresa ao Jardim São Gabriel, onde, após revista em uma residência do bairro, prendeu, em flagrante, a senhora J.R., de 45 anos, e o jovem M.F.S.J., que são, respectivamente, mãe e filho. Eles são acusados de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Com os dois, foram encontradas 01 porção de maconha e 17 porções de “crack”, todas embaladas e prontas para a comercialização, além de uma pedra maior de “crack”, pesando cerca de 27 gramas.

7 comentários

  • GARNIZÉ

    E os craqueiros da Rodoviária? Quando vão prender?

  • Anônimo

    Traficantes deveriam ser condenados a morte tamanha é a desgraça que levam aos lares das pessoas honestas…….

  • JOÃO DA TOCAIA

    Em Jales tem que prender de baciada, de tanto que tem

  • Bento

    Não adianta nada ficar prendendo esses pé rapados ae e deixar os grandões de Jales solto, pra cada pé rapado que cai, surge outros três, tem que começar a prender os chefes do tráfico e não os zé ruelas.

  • Pit Bull

    Concordo Caro Bento.

    Uma quantia dessa não cai do céu . Um processo regressivo de investigação, com certeza, as autoridades policiais deverão chegar ao articulador maior – chefe ou intermediário .

    A atenção deve ser redobrada quando há envolvimento familiar na venda ou tráfico do produto, isto, nos mostra a atitude folgaz e atrevimento desses marginais, além da grandeza numérica do produto a disposição local, no mercado das drogas.

    Parabéns aos policiais envolvidos. A população agradece a continuidade dos trabalhos e se for preciso use a “psicologia policial” , ajuda bem no resultado …

  • anônimo

    jales é uma cidade devastada pelo refino, tráfico e consumo de drogas… uma apreensão desse tamanho deverá fazer o preço subir e em consequência mais roubos e furtos… vamos torcer pra nossa polícia ter instrumentos pra reprimir isso… gostaria muito de ver receptadores na cadeia tb… tem gente com toda mobília e eletros comprados por preço de banana dos viciados… parabéns à nossa polícia, fazem o que podem… enquanto usuários não forem penalizados criminalmente viveremos no caos.

  • bigode soiudo

    craki bom so no futebol ok

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *