HÁ MAIS DE UM ANO SABESP ESPERA AUTORIZAÇÃO PARA INSTALAR RESERVATÓRIO DE ÁGUA NO JARDIM SÃO JORGE

DSC00919-ed

Esse reservatório da Sabesp chegou em Jales no dia 20 de agosto de 2014. Com 30 metros de comprimento e capacidade para 150 mil litros de água, ele exigiu uma operação especial, que envolveu até a polícia, para conseguir chegar até o local da instalação, no Jardim São Jorge.

DSC00927-ed

O local onde o reservatório seria instalado – ao lado da sede da AACAJ, nas proximidades do cemitério antigo – já estava preparado. A instalação fazia (e continua fazendo) parte de um projeto que visa atender com mais eficiência as necessidades dos moradores do Jardim São Jorge e outros bairros próximos.

DSC00974-tribuna

Nada menos que 15 meses depois, a Sabesp ainda não conseguiu executar a instalação. O motivo? Quando se preparava para colocar o reservatório de pé, a Sabesp descobriu que precisaria de uma autorização do COMAR – Comando Aéreo da Região – já que o reservatório poderia causar problemas ao intenso tráfego aéreo daquela região da cidade, que fica próxima ao nosso Aeroporto.

Desde então, a Sabesp tenta conseguir a tal autorização. Segundo informações, a instalação já tem um parecer favorável do Cindacta – outro órgão ligado ao tráfego aéreo – mas, não obstante constantes ligações do pessoal da Sabesp, a autorização do COMAR continua parada na mesa de algum burocrata do órgão.

DSC01476

Querem outro caso curioso? Em dezembro de 2014, o blog foi procurado pelo dono dos terrenos acima, no Jardim Tangará, proximidades do Aeroporto. Ele contou que se preparava para cercar os terrenos com um muro de dois metros, quando foi surpreendido com a presença de um fiscal da Prefeitura, que, a mando do então secretário de Obras, Aldo Nunes de Sá, o notificou sobre o embargo da obra.

Na ocasião, o rapaz disse que “a vizinhança ficou contente quando falei que ia cercar os terrenos, mas nessa cidade tudo é muito complicado. Um rapaz que trabalha no Aeroporto foi até o Aldo e exigiu que ele mandasse parar a obra. O bairro já tem casas e muros com quase cinco metros de altura, mas, segundo a Prefeitura, o meu muro de dois metros poderia atrapalhar os aviões que descem no Aeroporto“.     

Segundo foi explicado ao dono dos terrenos, a construção do muro contrariava uma lei que só permite novas obras nas proximidades do Aeroporto Municipal mediante a aprovação do 4º Comando Aéreo.

DSC00982

Transcorrido um ano, os terrenos ainda estão sem o muro. Resumindo: já que estão falando em mudar o Estádio e a Rodoviária de lugar, talvez fosse o caso de o prefeito Pedro Callado escalar uma Comissão Temática para estudar também a mudança do Aeroporto para outro local. 

10 comentários

  • Anonimo

    logo vai ser necessário trocar de reservatório, pq esse vai estar deteriorado. Nenhum super vereador tem influencia para agilizar o andamento ????? Só servem para tumultuar ! aparecem na rádio para brigar. só fazem isso !! Bando de vagab…. !!

  • COBRA

    Nosso aeroporto é estratégico militar último aeroporto do estado não é fácil falar com (aeronaútica) força armadas, a política aí não tem influência. é muito difícil convencer esta turma.

  • Dr. Pedro GoGó

    Falando Nisso cadê nosso Jales Shopping Center … Bem que aquela area do Aeroporto poderia construir nosso Shopping… aproveitando a oportunidade a uns 16 a 17 anos atrás tinha se a promessa de construção do Proença Shoping ao lado do Mercado….tinha até placa e maquete deste empreendimento… até hoje hein nda …rsrsrsrsrsrssssss

  • Eduardo.

    Acabem logo com o aeroporto! Será melhor para a população.

    Quando eu precisar utilizo o de Votuporanga, deixo lá meu jato e venho a com um dos nossos helicópteros. rsrs…

  • trevo

    ESSA BOSTA DE AEROPORTO NEM TEM SERVENTIA… BOTA ESSA CAIXA D’AGUA PRA CIMA E MURA ESSE TERRENO…

  • Anônimo

    Vc sabe que a CMM Escola de Aviação Civil Jales participou do simpósio da PUC de Goiânia e reunião com a Anhembi Morumbi para fazer parceria e formando pilotos de Todo o Brasil. Onde o ministro Eliseu Padilha reconheceu a importância e vai liberar a reforma do Aeroporto.

  • Turco Loko

    Já passou da hora de vender esse aeroporto, que serve de espaço para não mais que uma duzia de pessoas dele tirar proveito.
    Os milionários da cidade, que diga-se de passagem, alguns deles pouco contribuem para o progresso de Jales, deveriam deixar seus brinquedos luxuosos nos aeroportos de Fernandópolis, Votuporanga ou onde bem quiserem.
    Essa área do aeroporto serviria para um belo loteamento ou condomínio empresarial e principalmente, desafogaria a região que não cresce também por causa desse aeroporto.
    Com a saída do aeroporto sua cabeceira e lateral que faz divisa com o Jd. Municipal certamente vai virar cidade, o aterro sanitário poderá ali permanecer com sua segunda fase instalada, a SABESP poderá erguer seu reservatório e sabem o que mais…… Quem quer ter avião que pague o luxo e o glamour.

  • no mundo DALUA

    Puxa, chama o Super MT que ele resolve, senão o BM, se não der certo chama o ALDO com suas brilhantes idéias.

  • Fern@ndinho

    Se a presença desse aeródromo não permite que seja construído muros residenciais, nas áreas próximas, pergunto: qual a função social dele?
    Porque comercialmente, ele não é explorado…
    Então trata-se simplesmente de uma pista utilizada para fins particulares, dentro de uma área pública.
    A quem interessa tudo isso?
    Sobre o super-secretário, pode-se esperar de tudo!

  • Zéfiro

    O aeroporto é importante para nossa e existe ha mais de 40 anos. Quem é contra o aeroporto é contra Jales. Quer que a cidade vire uma vila.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *