JORNAL DE JALES: BAFÔMETRO NA CÂMARA… ATÉ AS CRIANÇAS DA PRÉ-ESCOLA SABEM QUEM CHEGA BÊBADO PARA SESSÕES

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, que destaca as eleições de hoje em Jales e região. Matéria do jornal diz que, depois da criação da 427ª Zona Eleitoral de Urânia, a Comarca de Jales ficou com apenas três municípios que, no total, possuem 42.992 eleitores distribuídos em 133 seções eleitorais, sendo 06 em Dirce Reis, 11 em Pontalinda e 116 em Jales. O jornal alerta que, para votar, não é necessário levar o título de eleitor, bastando apresentar um documento oficial com foto. Também não está sendo exigida a biometria, que, na região, estará valendo somente a partir das eleições de 2020.

Destaque, igualmente, para o trabalho da Polícia Rodoviária Estadual que, no domingo passado, 30, realizou mais uma grande apreensão de maconha na região. No total, foram apreendidos 300 quilos da droga, sendo que uma parte foi apreendida em local próximo ao trevo de Populina, depois de uma perseguição policial que começou em Jales. A outra parte foi apreendida em Iturama(MG), quando o dono do veículo que fazia parte do mesmo grupo interpelado pela polícia em Populina, tentou fugir embrenhando-se em um canavial.

O polêmico projeto que pretende punir os vereadores que comparecerem bêbados às sessões da Câmara; a apreensão de material de propaganda política com informações falsas, em Jales e Urânia; o início, pra valer, da cobrança de tarifa na Zona Azul de Jales, agora com sistema eletrônico de estacionamento rotativo; a entrega das primeiras 210 moradias populares do Residencial Nova Jales 2; e a festa de rua para as crianças de Jales, que está sendo preparada pela Associação Comercial (ACIJ) para a próxima quinta-feira, no centro da cidade, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior comenta a história do bafômetro na Câmara e diz que “até as criancinhas da pré-escola sabem quem chega ‘chapado’ para participar das sessões”. O colunista comenta, também, a repercussão do artigo do ex-vereador Rivelino Rodrigues com críticas ao bispo dom Reginaldo Andrietta, e ressalta que, na edição deste domingo, o JJ está publicando dois textos de pessoas – a jornalista Ayne Regina Gonçalves e o corretor de seguros Ademar Bocalon Rodrigues – que, ao contrário de Rivelino, concordam com a linha de pensamento do bispo.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *