JUSTIÇA MARCA AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO E JULGAMENTO DOS ACUSADOS POR DESVIOS NO HOSPITAL DE CÂNCER

O juiz da 5ª Vara Judicial de Jales marcou para o próximo dia 09 de março, às 14:00 horas, a audiência de instrução, debates e julgamento dos três ex-funcionários do Hospital de Câncer presos pela Polícia Federal em novembro do ano passado, na “Operação Corrente do Bem”, que investigou o desvio de recursos do hospital.

Acusados de estelionato e de formação de quadrilha, os três ex-funcionários do HC continuam presos na Penitenciária de Riolândia, e já tiveram pedidos de liberdade provisória negados pela Justiça. O último desses pedidos – do réu L.S.S. – foi indeferido há cerca de 12 dias. Na decisão que indeferiu o pedido, o juiz ressaltou que “a prisão foi bem motivada e os fatos permanecem inalterados”.

O pedido da defesa de um dos réus quanto à realização de uma perícia para aferição do real valor do prejuízo suportado pelo Hospital de Câncer também foi indeferido. Para o juiz, a apuração do exato valor do prejuízo é uma questão que deverá ser discutida durante eventual ação para reparação do dano.

Cerca de 30 pessoas – entre testemunhas de defesa e de acusação – deverão ser ouvidas na audiência. As testemunhas já foram advertidas de que “o não comparecimento ensejará condução coercitiva imediata, sem prejuízo da configuração do crime de desobediência”.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *