PRAÇA DO JACB SERÁ LEILOADA POR CONTA DE DÍVIDA

DSC02092-ed

A abandonada praça “Waldemar Jesus de Souza”, no JACB, vai ser leiloada no próximo dia 13 de maio, por determinação da 2ª Vara da Justiça do Trabalho de Araçatuba. A novidade está no site de uma empresa especializada em leilões.

O terreno, localizado entre as ruas Belo Horizonte, Porto Alegre e Vitória, no conjunto habitacional JACB II, mede 815 metros quadrados e o lance mínimo está fixado em R$ 68.400,00. No jornal A Tribuna, do próximo domingo, mais detalhes sobre o assunto.

14 comentários

  • pedrinho

    essa praça pertence o JACB I e não II

  • Berti

    Que pena que vai a leilão ela leva o nome de um saudoso amigo, que trabalhou na Rádio Assunção por alguns anos e lamentavelmente veio a falecer jovem ainda, o nosso querido Maurinho

  • falei

    Otimo quem sabe não tem um proveito melhor. Um pedaço de terra abandonado, sem proveito algum para os moradores.Boa Sorte pra nós moradores e para o novo proprietário.

  • 1000 meu cum 1000 teu

    PUTA QUE PARIU.; ISSO É SERIO?

  • Cont

    tenho interesse na arrematação. Qual o site?

  • De Olho

    Vamos observar bem os envelopes, os lances, a lisura disso tudo para que algum laranja de alguma raposa não leve a cereja do bolo

  • Ednerito Saciente

    cardosinho, a dívida da prefeitura com quem?

    • Por incrível que pareça, o terreno ainda está em nome da empresa Oswaldo Faganello Construções Ltda, que foi a responsável, há quase trinta anos, pelo loteamento do JACB. É a empresa quem está devendo para o Ministério da Fazenda.

  • neutro

    deve aproveitar o momento e começar a pensar a hipótese de vender o estádio municipal pelos seguintes motivos:
    1 – Não temos equipes nem profissional nem amadora;
    2 – O futebol brasileiro é muito caro e oneroso acho que dificilmente teremos uma equipe profissional nos próximos 100 anos; 3) a juventude não pratica mais o futebol, hoje é só internet, celulares e infelizmente a droga; 4) finalmente, o estádio começou a ser descaracterizado pela Prefeita Nice, a partir do momento em que lá ela construiu um PSF e uma academia a céu aberto.
    Vantagem:
    Hoje uma área que é ociosa, passa a ser ocupada decentemente, inclusive gerando impostos para o municipio (IPTU), além do que propicia condições de abrir a cidade naquele local.

    • Marcia

      O ginásio é bom, é utilizado e tem manutenção, já o estadio deveria dar lufar a uma nova Prefeitura, mais ampla, com acessibilidade, combate a incêndio e pânico, sistema de monitoramento e vigilância por câmeras, com todas as secretaria centralizadas e próximas, bem mais perto do olho dos Prefeitos.

      E vende ou aluga esse prédio antigo da Prefeitura.

  • Ednerito

    Neutro concordo, acho q deveria vender o estadio e o o aeroporto tb, mas não deixar sem, pq é patrimônio público, vendendo esses 2 lotes que valem muito dinheiro por estarem bem localizados, com 50% construíam outro estadio e outro aeroporto e o resto dava para pagar a dívida de Jales, tem outra area que o campo da Fepasa, muito raro ter jogos lá, e é uma área que tb poderia ser vendida, com dinheiro daria para fazer o campo municipal e mais uns 3 campinhos em volta, acho q os vereadores poderiam começar analisar isso

  • edilson Gonçalves da Silva

    Ótima notícia moro em frente a praça, está praça além de não receber os cuidados quer devia da prefeitura, só está servindo para usuarios de drogas fazerem uso de intorpecentes e etc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *