REVITALIZAÇÃO: FICÇÃO E REALIDADE

Vez em quando, pessoas perguntam se a chamada “revitalização” do centro comercial está de acordo com o projeto original. Uma perguntinha difícil de responder, pois, se existe o tal projeto, ninguém nunca o viu. 

A única coisa que se tem, são algumas perspectivas divulgadas pela Prefeitura nos jornais e sites amigos, em meio às discussões sobre o mico em que se transformou a tal “revitalização”.  Vejam uma dessas perspectivas e comparem com a realidade. Notem que a quantidade de bancos, por quarteirão, bem como o modelo são bem diferentes. 

7 comentários

  • Anônimo

    Ops! Tá igualzinho.

  • Anônimo

    tinha que fechar e fazer calçadão. dois principais quarteirões da avenida e da rua 10

  • Anônimo

    que vergonha!

  • Anônimo

    Se essas calçadas já estão assim, imagina então o calçadão sugerido pelo meu amigo homônimo?!

  • antonio inacio da costa

    Opiniao de um intruso,apaixonado por JALES.Eu preferia aquelas pedrinhas pretas e brancas, lembram! HA!!que saudade dos velhos tempos!(Qui num vorta mais)

  • Anônimo

    Nuuss… idêntico não é Manoel?

  • Anônimo

    Talvez seja falta de um entendedor, ou um pensador, mas mão entra na minha cabeça,quem teve a idéia de colocar duas vagas uma pra idoso e uma pra deficiente na metade da cidade,tudo bem que temos deficientes,idosos que tem problemas em estacionar, mas não seria melhor uma vaga apenas por quadra para cada um?Outra coisa,quem é que da os cartões para esses carros estacionarem?Vejo jovens parando nesses vagas e decendo já com o cartão sendo colocado no parabrisa,Ta um caos estacionar na cidade e ainda essa? Se vcs foram na Prefeitura verão que terá duas dessas vagas lá, uma para o nosso querido Chico Melfi, que ja tomou conta da vaga de idoso, e uma pra deficiente que jamais vi um carro parado nela,Me desculpem a minha falta de entender, mas comentar não dói

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *