DESTAQUES DOS JORNAIS

Estas foram as manchetes dos jornais locais, neste final de semana:

Folha Noroeste: “Alckmin assina decreto que desapropria áreas para duplicação da Euclides da Cunha”.

Folha Regional: “DER mantém interditada rodovia que liga Jales a Araçatuba”

Jornal de Jales: “Por que tanta chuva?”

A Tribuna: “Prefeitura deve R$ 15,4 milhões à Previdência”

Na Folha Noroeste, destaque para o decreto do governador Geraldo Alckmin, que declara de utilidade pública algumas áreas contíguas à Euclides da Cunha, visando iniciar as obras de duplicação da rodovia. O jornal também deu manchete para a vizinha cidade de Urânia, destacando que “Ex-prefeito Joaquim Pires é multado pelo TCE-SP”. Além disso a Folha Noroeste noticiou que a Prefeitura de Urânia corre o risco de ter verbas bloqueadas, caso não quite uma dívida com o INSS, no valor de R$ 230 mil. Segundo o atual prefeito, Francisco Ayrton Saracuza, a dívida foi herdada da administração anterior, do professor Joaquim Pires.

A Folha Regional destacou que um dos principais problemas para os motoristas que pretendem viajar de Jales para a região de Araçatuba é a ponte sobre o Rio São José dos Dourados, que o DER mantém interditada. Destaque também para a homenagem que a OAB/Jales prestou ao ex-juiz Pedro Callado. Os serviços de recapeamento asfáltico executados pela Prefeitura de Paranapuã em ruas e avenidas daquela cidade mereceu manchete de primeira página da FR. E no segundo caderno, a coluna Ella destacou a jovem Larissa Koyanazi, clicada pelas lentes do fotógrafo Marcos Oliveira.

No Jornal de Jales deste domingo, o estudante de Geografia, Renan Gomes Moretti, explica que a causadora de tanta chuva é a chamada Zona de Convergência do Atlântico Sul(ZCAS). Falando sobre a duplicação da Euclides da Cunha, o jornal deu em manchete que “Alckmin libera R$ 26 milhões para pagar desapropriações. Até que enfim!”. Ainda na capa do JJ, destaque para sessão de desagravo promovida pela OAB de Jales e para a ação de vândalos durante o carnaval do Clube do Ipê. Em seu editorial, sob o título “Partido no vermelho”, o jornal argumenta que o governo estadual, do PSDB, estaria quites com a cidade, enquanto o governo federal, do PT, continua em débito com os pleitos da administração petista de Jales. Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior informa que o diretor da ETEC, Luís Carlos Floriano, uma espécie de estrategista do PSDB local, teria batido asas do ninho tucano. 

No jornal A Tribuna, a matéria principal abordou a dívida da Prefeitura de Jales com o Instituto Municipal de Previdência, que já alcança estratosféricos R$ 15,4 milhões. Duas matérias do repórter Alexandre Ribeiro, o Carioca, também mereceram manchetes de primeira página: Uma delas registrou a ação de vândalos que provocou a interrupção da terceira noite do Carnalegria e o cancelamento da matinê prevista para a terça-feira. A outra matéria alerta para o perigo de Jales ter uma epidemia de dengue. Na página A7, A Tribuna publicou matéria sobre a insistência do prefeito Humberto Parini em despejar a Escola Livre de Teatro – Elite, que ocupa uma sala nos fundos do Centro Cultural. Na página seguinte, destaque para a matéria sobre o depósito de lixo a céu aberto em que se transformou a estrada municipal que leva ao antigo Lixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *