EX-ALUNA DO CEFAM DE JALES É ASSASSINADA NO ACRE

Segundo informações, Franciane, que morou em Urânia, estudou aqui em Jales, no extinto CEFAM, entre 1998-2001, e trabalhou algum tempo no Sakashita Supermercados da Rua Oito, antes de se mudar para o Acre.

A professora deixou dois filhos. O mais velho, de 09 anos, fruto do primeiro casamento, e o mais novo, de 03 anos, do segundo casamento com o pastor Antônio Marcos Stafuza, de quem ela estava separada. O corpo dela foi sepultado ontem, às 18:00 horas em Urânia. A notícia abaixo foi veiculada no sábado, 21, pelo site AC24horas

20151121064837A professora Franciane Piva Peres Stafuza, de 33 anos, foi assassinada na noite de sexta-feira, 20, por dois homens que se locomoviam em um motocicleta na rua José Luiz, no bairro Santa Inês, segundo distrito de Rio Branco.

De acordo com testemunhas, a vítima estava na calçada quando foi surpreendida pelos acusados que efetuaram vários disparos. Franciane, que é professora da Escola de Ensino Médio Lourival Pinho, teve morte instantânea.

O serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi acionado, mas nada pode fazer. Policiais Militares do 2º Batalhão estiveram no local e isolaram a área para o trabalho dos peritos do Instituto Médico Legal (IML).

Franciane é natural do Estado de São Paulo e deixa dois filhos. Seu corpo deve ser trasladado para a região sudeste ainda neste final de semana aonde deve ser enterrado.

A policia trabalha com a hipotese de execução devida a bolsa e demais pertences da vitima não terem sido levados pelos acusados

De acordo com amigos, a vítima era uma pessoa reservada, que lecionava em uma escola no bairro Cidade Nova e morava no bairro Recanto dos Buritis.

1 comentário

  • Thiago

    Claro que foi uma execução, isso é obvio.
    Agora resta descobrir os motivso, acredito que devam estar trabalhando com a possibilidade de crime passional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *