MÁFIA DO ISS: JUSTIÇA BLOQUEIA R$ 2,71 MILHÕES DE AUDITORA FISCAL DA PREFEITURA DE SÃO PAULO

Segundo o Ministério Público, a “Máfia do ISS” teria começado a atuar em 2005, durante o mandato do então prefeito de São Paulo, José Serra. Atravessou a administração Kassab e só foi descoberta em 2013, no início do governo do petista Fernando Haddad. A notícia é do jornal Correio do Brasil:

A Justiça de São Paulo bloqueou R$ 2,71 milhões da ex-auditora fiscal do município Paula Sayuri Nagamati. Na decisão, o juiz  da 8ª Vara de Fazenda Pública Claudio Campos da Silva disse que há indícios de que a ex-servidora tenha enriquecido por meios ilegais, com prejuízos aos cofres públicos.

Paula Nagamati é acusada de participar do esquema de fraudes no recolhimento do Imposto sobre Serviços (ISS). Segundo as investigações do Ministério Público (MP), os auditores fiscais da prefeitura recebiam propina para reduzir os valores que as empresas deveriam pagar como imposto.

A apuração mostrou que o grupo criminoso arrecadou pelo menos R$ 29 milhões em suborno de 410 empreendimentos imobiliários. O prejuízo para os cofres públicos é estimado em pelo menos R$ 500 milhões.

1 comentário

  • favores politicos

    A justiça conseguiu bloquear muito pouco perto do que ela roubou e isso prova que compensa roubar neste pais
    E’ uma pena de que eu nao trabalhei na Petrobras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *