NA CARNE DOS MAIS FRACOS: FRIGORÍFICOS COMEÇAM A DEMITIR TRABALHADORES

jaragua

Deu no blog do Fernando Brito, o Tijolaço:

Os 300 funcionários da unidade curitibana do frigorífico Peccin Agro Industrial, investigado na Operação Carne Fraca, foram comunicados hoje de que serão demitidos até o fim da semana, de acordo com o sindicato que representa os trabalhadores na cidade.

Já estão na mira também os 180 trabalhadores da unidade do frigorífico em Jaraguá do Sul, na região de Joinville (a foto acima é de um protesto feito por eles).

O frigorífico Souza Ramos, interditado também, anunciou que fechou as portas e demitiu os 140 funcionários de sua fábrica em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, na semana passada.

A carne mais fraca é a dos trabalhadores, cortada impiedosamente.

 

6 comentários

  • Fern@andinho

    Infelizmente, a irresponsabilidade, a ganancia por lucros fáceis e corrupção de funcionários públicos; encarregados de garantir as regras sanitárias do Ministério da Agricultura, fazem com que os funcionários percam sua fonte de renda, ocasionando momentos difíceis em suas vidas. Se a justiça funcionasse neste país, cadeia para os proprietários, para os responsáveis técnicos pela produção e fiscais corruptos, coniventes com as práticas mais sórdidas na linha de produção de alimentos.
    Isso é só o começo….vem muito mais!

  • Bety Mary Christmas

    É só eles começarem a gritar na frente dos frigoríficos, queremos o Lula, Lulinha lá lá lá.

  • BALAO

    Graças ao Custo Brasil que os PTistas fizeram.
    Governo que aumentou demasiadamente os tributos e praticamente acabou com o empresariado, para sustentar a roubalheira desta quadrilha disfarçada de partido.

    #lulaLADRAO

  • Bigorna

    Balão, seu coxinha desinformado, você ajudou a colocar o golpista Temer no poder e agora quer jogar a culpa das cagadas do governo Temer no Lula. Seja honesto. Assuma a merda que você fez

  • Alguns mal entendidos, por ignorância, ou por falta de conhecimento do assunto,, ou por burrice mesmo, estão citando acima nomes de políticos ou partidos, sobre a Operação Carne Fraca, querendo com isso colocar a culpa em quem nada tem a ver com isso, pois para mim na realidade essa Operação foi uma tentativa de tirar do foco a mudança na Previdência e a Terceirização dos trabalhadores, mudanças essas que estão passando pela câmara e pelo Senado. Mas só quem pensou assim, acabou dando-se um tiro no pé, colocando mais para baixo a economia brasileira que já esta uma porcaria e aumento também o número de desempregados, que poderá passar, agora, dos 14 milhões.
    E veja só, agora tem um babaca desinformado, querendo insinuar que a culpa é do Lula, ou da Dilma, ou de quem quer que seja. Por isso chamo essa pessoa ( se realmente ela o for ) de babaca.
    O que foi então a Operação Carne Fraca? :–Usando como pretexto as falhas da operação, os que se sentem atingidos ou ameaçados por forças-tarefa tentam retomar projeto para punir abuso de autoridade
    Após os estragos feitos no comércio exterior pelas falhas na Operação Carne Fraca, a Polícia Federal e o Ministério da Agricultura informaram que, embora as investigações visem “a apurar irregularidades pontuais no Sistema de Inspeção Federal (SIF)”, os fatos se relacionam diretamente aos desvios de conduta de servidores “e não representam um mau funcionamento generalizado do sistema sanitário brasileiro”. O comunicado conjunto pode apaziguar ânimos, mas não põe fim a questões cruciais. Como a explicação sobre como funcionava o esquema de corrupção envolvendo frigoríficos e funcionários do ministério, alguns ocupando cargos importantes. E se isso afetava a qualidade dos produtos comercializados.
    Desde o início, erros crassos, falta de informações, ações baseadas em depoimento de um único fiscal, falta de laudos, entre outros, acabaram municiando o fracasso da Operação. Não por acaso, os que se sentem atingidos ou ameaçados por essas ações já começam a se movimentar em Brasília. Usando como argumento os excessos cometidos pela PF na Carne Fraca, senadores de vários partidos ganharam fôlego e retomaram o projeto que muda a legislação para endurecer a punição de crimes de abuso de autoridade. O bombardeio à operação tem vindo de todos os lados. E não apenas do agronegócio. O presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, Carlos Eduardo Sobral, disse que foi um erro de comunicação a forma como a operação foi divulgada. A Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais afirmou que provas apresentadas eram quase exclusivamente contingenciais, o que fez com que servidores tirassem conclusões precipitadas e erradas.
    O juiz Marcos Josegrei da Silva, da 14ª Vara Federal de Curitiba, que autorizou a realização de escutas telefônicas para a Operação Carne Fraca, encarregou-se de corrigir o rumo da questão. Para ele, não se trata de condenar a cadeia produtiva e o sistema de fiscalização, mas de “apurar indícios de condutas delituosas de servidores públicos em posições-chave”.
    De fato, as falhas na condução da Operação Carne Fraca não podem servir para ocultar o aspecto de corrupção revelado pelas investigações. O Ministério da Agricultura exonerou os superintendentes do Paraná, Gil Bueno de Magalhães, e de Goiás, Júlio César Carneiro, acusados de integrar o esquema criminoso. Mas a questão não se encerra aí. É preciso esclarecer como esses funcionários chegaram aos cargos e como agiam em favor dos frigoríficos. A ex-ministra Kátia Abreu, senadora, disse ter cedido a pressões políticas, inclusive de seu partido, o PMDB, para, como ministra da Agricultura, nomear Daniel Gonçalves Filho — ex-superintendente do Paraná preso na operação e apontado como chefe da organização criminosa — a quem se referiu como “bandido” e “marginal”. É importante salvar a Operação Carne Fraca, colocando o seu foco no devido lugar.
    Sera que o delinquente acima deu para entender, que nesta operação não teve quase nenhuma participação de partidos, a não ser o PMDB de Kátia Abreu e muito menos de nenhum, politico.
    Tem certos pseudos que lhes faltam: inteligência, maturidade, conhecimento dos fatos, habilidades, neurônios, QI, mas sobra a inveja e o ódio. Depois fica falando que esta sendo perseguido por sua insanidade mental, de sua imbecilidade ou de sua irracionalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *