MY SWEET LORD

Recebi, ontem, um email do amigo José Antonio de Carvalho, também chamado por alguns amigos pela alcunha de Zebu – ele vai me xingar, mas será um xingamento carinhoso, eu sei – onde ele diz que já visitou o nosso blog, o que muito me honra. O Zé Antonio ficou famoso como árbitro internacional de vôlei, ofício no qual, para orgulho de todos nós jalesenses, ele demonstrou, ao longo de sua carreira, competência e honestidade. Ele foi também, nos tempos do glorioso time da EFA, aqui de Jales, um quase intransponível quarto-zagueiro. Mas acho que foi, como beatlemaníaco que o Zé Antonio chegou pela primeira vez às telinhas. Ele foi alvo de matéria do Fantástico, após ficar uns quatro ou cinco dias acampado na porta do Maracanã, em abril de 1990, à espera do primeiro show que Paul McCartney faria no Brasil. A segunda noite do show teve 185 mil pessoas, o que é considerado pelo Guiness Book como o maior público pagante para um único artista em todo o mundo. (A foto abaixo é do show. O Zé Antonio tava bem próximo ao palco). 

Em consideração ao Zé, estou postando aí embaixo um vídeo onde Billy Preston(reparando bem, é a cara do Silas), acompanhado por Paul McCartney, Ringo Star, Eric Clapton e outras feras, interpreta My Sweet Lord, durante histórico concerto em homenagem ao George Harisson, que, àquela altura do campeonato, já tinha ido pro outro lado do mistério. Billy Preston, que também já se foi, era considerado o quinto beatle, pois cabia a ele tocar teclados – o órgão, no estilo gospel em Let It Be, é famoso – nas gravações dos Beatles. Vejamos o vídeo, que vale a pena.

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *